Culturas “Não procuro a perfeição”

É curioso. O homem que se confessa “pouco organizado” compôs um álbum intitulado Método. E explica-nos porquê com a mesma simplicidade com que revisita uma carreira profícua em sucessos. Mais de 30 anos depois dos primeiros acordes muito pode ter mudado, mas a vontade de criar é a mesma. E é também isso que faz de Rodrigo Leão o músico admirável que ele é.

Culturas Doce, histórias da girls band que pôs Portugal a cantar

Quando no início de 1980 as ouvimos, pela primeira vez, a televisão era a preto e branco, o Conselho da Revolução fazia as vezes do Tribunal Constitucional e Eusébio dizia adeus aos relvados. Quando as Doce terminaram, seis anos mais tarde, as noites iam dar ao Bairro Alto e organizavam-se excursões para fazer compras no Centro Comercial das Amoreiras. Eram os fabulosos anos 80. As Doce foram parte dessa mudança. Há 40 anos.

Culturas "O que eu teria sido se não fosse jornalista? Investigadora na PJ"

Maria Antónia Palla promoveu revoluções na sociedade, mas cultiva as rotinas e a ordem no seu quotidiano. Prefere o estilo à moda. Na política não valoriza as vitórias, mas sim as mudanças. Contraditória? Claro. É essa uma das razões que leva a que no fim de cada conversa se possa sempre dizer-lhe: “Prazer em conhecê-la.”

+Carregar mais