Tendências

Viktor&Rolf celebram 25 de moda e arte com uma exposição

Viktor&Rolf: Fashion Artists 25 Years é o nome da retrospetiva desta dupla de criadores de moda, patente no museu Kunsthal, em Roterdão, até 30 de setembro. A Máxima entrevistou Viktor Horsting e Rolf Snoeren.
Por Carolina Carvalho, 02.07.2018

Entre os dias 1 e 5 de julho Paris é palco da semana de alta-costura outono/inverno 2018. Sobem às passerelles as coleções mais ricas e extravagantes da estação e Viktor&Rolf é uma das marcas que tem um lugar nesta exclusiva semana, com desfile marcado para 4 de julho. Este ano, a dupla de criadores celebra o 25.º aniversário da sua marca, com uma capacidade de surpreender o público constantemente renovada.

A história é simples mas verdadeira e até tem um final feliz. Dois amigos que se conheceram na escola, partilhavam a mesma ambição e sentido estético e então resolveram começar uma marca de moda, na qual trabalham juntos desde então. Viktor Horsting e Rolf Snoeren são holandeses e a primeira parceria que fizeram foi para concorrer a um concurso de design na cidade francesa de Hyères, em 1993. Ganharam a competição e fôlego para começar a sua própria marca, a Viktor&Rolf. Passados 25 anos a criar a sua própria pegada no competitivo universo da moda, uma das formas de celebrar este aniversário é uma exposição retrospetiva no museu Kunsthal, em Roterdão, o pretexto ideal para a Máxima entrevistar os criadores.

 

Como se conheceram e começaram a trabalhar juntos?

Conhecemo-nos da Academia de Artes em Arnhem, no departamento de moda. Adorávamos o trabalho um do outro e reconhecemos uma ambição. Decidimos entrar no concurso de design de Hyères em 1993 e ganhámos, depois disso decidimos começar a nossa marca.

 

Porque é que esta retrospetiva tem lugar no museu Kunsthal?

O Kunsthal já trabalhou com o curador Thierry Maxime Loriot antes e estavam muito interessados em levar a exposição de Melbourne [a exposição Viktor&Rolf Fashion Artists esteve patente na National Gallery of Victoria de 21 de outubro a 26 de fevereiro de 2017] para Roterdão. A coincidência é que o Kunsthal existe há 25 anos e nós também, por isso é uma interessante dupla celebração.

 

Que história conta esta exposição?

Uma história de 25 anos de amizade e do trabalho que daí saiu. É uma forte edição apenas de destaques. Mostra trabalhos de design, mas também trabalho escultural, tapeçarias e outros formatos. A grande retrospetiva chama-se Fashion Artists e explora a ideia de moda e arte.

 

O que é semelhante e diferente na abordagem de ambos à moda?

Nós criamos como uma só mente, fazemos, literalmente, tudo juntos.

 

Expliquem-nos o processo criativo para uma exposição Viktor&Rolf?

Em conjunto com o curador Thierry Maxime Loriot, editámos a nossa história e decidimos o que estaria em exibição. Nós somos fascinados com o conceito de tempo e tentamos, de alguma forma, capturar o tempo, agarramo-nos às coisas e apreciamo-las. Algo que é quase antimoda. Para a exposição, por exemplo, fizemos tapeçarias que são recortes de imprensa tornados em algo que perdura. Ou as nossas bonecas de porcelana que são réplicas de bonecas vitorianas, mas vestidas com os nossos maiores sucessos.

 

Qual acham que foi o momento em que a marca Viktor&Rolf conquistou o seu próprio lugar na moda internacional?

A coleção de bonecas russas em 1999, que foi mais uma performance que um desfile de moda, foi decididamente um momento-chave.

 

A marca Viktor&Rolf começou o seu percurso na moda através da via artística e da alta-costura. A primeira coleção de pronto-a-vestir só surgiu no ano de 2000. Porquê?

Quisemos começar no topo: a alta-costura é a nossa paixão.

 

Ao longo destes 25 anos fizeram várias exposições e instalações em museus e galerias. Para muitas marcas, o museu é mais um local de exposições de consagração, para a marca Viktor&Rolf o museu é como um espaço de constante intervenção. Porquê?

Para nós é uma forma de sermos mais democráticos ? toda a gente pode ver ? e uma forma de mostrar o lado artesanal e escultural do nosso trabalho. Não é apenas uma fotografia.

 

Que tipo de expressões artísticas ou artistas vos interessam?

Gostamos de muitas formas de arte, mas o interesse geral é no surrealismo. Gostamos de trabalhos (contemporâneos ou não) que tenham uma característica surreal.

 

Depois de 25 anos de Viktor&Rolf o que ainda vos falta fazer?

Estamos a tentar ser felizes, esse é o nosso objetivo principal.

Tags: exposição moda viktor&rolf holanda museu
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!