Moda / Tendências

Pharrell e Tiffany & Co. envolvidos em polémica

Em questão estão uns óculos de sol usados pelo cantor durante a semana de moda de Paris, que os especialistas em joalharia acusam de ser um plágio descarado de um modelo antigo, que remonta ao império Mogul.

Foto: Getty Images
25 de janeiro de 2022 Rita Silva Avelar
Tudo começou quando Pharrell Williams se sentou na primeira fila do desfile da Kenzo durante a semana de moda de Paris masculina, a usar uns óculos que revelavam, antecipadamente, uma colaboração com a Tiffany & Co. A peça não passou despercebida, pelo seu formato irreverente. "Não posso dizer tudo agora. Não quero entrar muito em detalhes", disse o cantor ao site WWD durante o desfile de Moda.

Entretanto, a controversa página de Instagram Diet Prada apontou as notáveis semelhanças entre o novo modelo de óculos da Tiffany & Co com outros que remontam ao século XVII. Também a perita em avaliar joalharia de luxo Annabel Davidson comentou: "Penso que a Tiffany & Co. cometeu um erro ao não fazer referência ao par que tantos de nós vimos no ano passado". A colaboradora da Vanity Fair e da Vogue usou o Instagram para partilhar um olhar sobre dois pares de óculos que se sabe terem pertencido ao império Mogol.

View this post on Instagram

A post shared by Diet Prada ™ (@diet_prada)


Entretanto, o website oficial da Sotheby's tem os óculos em questão em leilão. Descreve-os como sendo "duas esmeraldas de corte plano em forma de gota com aros de prata, ouro com diamantes e esmeraldas mais pequenas", com um preço estimado entre 2 milhões a 3,4 milhões de dólares. 

"As lentes foram identificadas como sendo do século XVII, e as armações do século XIX - mas alguns estudiosos e especialistas em antiguidades indianas importantes não têm tanta certeza de não serem uma criação mais recente", Davidson explicou ainda, acrescentando: "Nós, os tótós das joias, podemos ser um bando estranho, mas reparamos estas coisas".
Saiba mais
Moda, Tendências
As Mais Lidas