Tendências

Na rota da caxemira

As malhas são, por excelência, as protagonistas da moda nas estações frias e são o coração da Falconeri, a marca italiana que acaba de chegar ao mercado português. A Máxima foi a Verona assistir ao desfile da coleção de inverno e desvendar alguns segredos.
Por Carolina Carvalho, 29.11.2018

Pegando na ideia de partir à descoberta do mundo, a Falconeri fez das viagens o tema da sua coleção de outono/inverno. O terminal de aeroporto como cenário do desfile deu o mote. As primeiras filas foram ocupadas por bancos, onde os convidados se recostaram de frente para uma passadeira rolante na qual circulavam malas de viagem, anunciando a entrada dos modelos na passerelle. A coleção, feminina e masculina, foi apresentada num desfile animado que prendeu a atenção do público na construção dos looks e nas texturas das peças, mas foi a presença de cães na passerelle, a acompanhar algumas modelos, que despertou mais surpresa.

A Falconeri pertence ao Grupo Calzedonia e foi no Auditorium do quartel-general do grupo, em Verona, que este desfile aconteceu, no dia 12 de setembro. Imprensa e convidados de vários países conheceram de perto a nova coleção da marca. Entre as convidadas portuguesas esteve a atriz Joana Ribeiro, nova embaixadora Falconeri, uma vez que a marca abriu recentemente a sua primeira loja em Portugal, em Lisboa. Em Itália, o país de origem e principal mercado desta marca, esse papel é assegurado pelos atores italianos Luca Argentero e Alessandra Mastronardi.

Na coleção, a caxemira tem o papel principal como matéria-prima estrela, dando forma e textura às peças. Dentro da linha para mulher encontram-se três coleções com diferentes inspirações que definem as tendências-base para a estação. A coleção Natural Performance dedicada ao desporto conta com roupas athleisure, ou seja, peças de desporto que podem ser usadas no dia a dia. A coleção Knitwear Lovers foi pensada para apaixonados por peças em malha e dá o protagonismo a camisolas e casacos clássicos. Já a coleção Orient Express traz a inspiração da Ásia e é aqui que surgem os quimonos. Um dos destaques é a paleta de cores garridas, que sobressaem entre os tons neutros habituais da marca. O outono até já chegou ao calendário, por isso só falta mesmo o frio para partirmos para a próxima estação com o aconchego da caxemira.


Discurso direto

Giulia Sartini, diretora criativa e Head of Design Womenswear Falconeri.

Quais são os valores na base das coleções Falconeri?

A Falconeri é uma marca italiana especializada em criar um leque de peças em malha versátil e intemporal. As coleções acentuam a qualidade dos fios e combinam tradição e criatividade, simplicidade e atenção ao pormenor, a um preço acessível.

Como se consegue o equilíbrio entre classicismo e tendências de moda em cada estação?

As tendências são definitivamente rápidas, mas repetem-se estação após estação, por isso nunca passam. A Falconeri segue uma tendência mais tradicional porque se dirige às mulheres ou aos homens clássicos e sofisticados, mas sempre com um toque de modernidade.

Como são escolhidas e definidas as cores a cada estação?

As mais recentes tendências de moda, feiras, publicações, mas até um ambiente, um lugar ou as nosas memórias podem inspirar uma coleção. A predisposição para receber qualquer estímulo externo é o segredo para criar coleções que sejam intemporais, mas sempre atuais. A paleta cromática vai dos tons mais sofisticados às cores mais arrojadas. As cores da nova estação são: conhaque, esmeralda, gloss, rosa-quente, céu, turquesa, vermelho-lacado, malva-claro, cabedal castanho e ultravioleta.

Explique-nos as vantagens de trabalhar com malhas e com materiais como a caxemira?

Podemos criar o que sonharmos, sem quaisquer limites. A partir de um simples fio de caxemira podemos dar vida a casacos como a pullovers quentes ou a um casaco oversized.

Conte-nos a história desta coleção outono/inverno 2018 e a ligação com o mood de aeroporto no desfile?

Quisemos focar-nos no lado de caxemira da coleção e desenvolvemos vários looks confortáveis para este outono/inverno como as tracksuits de caxemira, os ponchos em caxemira, os jumpers oversized. Inspiramo-nos nos looks de aeroporto das celebridades e desenvolvemos o tema para o desfile.


E ainda...

A produção Falconeri em cinco passos

A Falconeri foi adquirida pelo Grupo Calzedonia em 2009 e desde 2010 que a marca está sediada no quartel-general em Avio, na região de Trentino, onde trabalham cerca de 300 pessoas. A Máxima visitou o espaço onde tudo acontece, começando no gabinete dos designers e acabando na fábrica onde são feitas as peças de malha que veremos em breve nas lojas.

  1. É no escritório dos designers que as primeiras peças começam a ser desenhadas. Na sala de protótipos, as peças são apresentadas ao Sr. Veronesi (presidente do Grupo Calzedonia) e a um comité que decide o que avança para produção.
  2. Depois de escolhidos os modelos e as cores fazem-se as encomendas do material. A matéria estrela da Falconeri é a caxemira e, por exemplo, para a próxima estação, já foram encomendados milhares de quilos deste material.
  3. O controlo de qualidade da Falconeri começa nas matérias-primas. O primeiro teste é o peeling e depois são usadas várias técnicas para testar a qualidade. Um quilo de caxemira custa, aproximadamente, 140 dólares (antes do tratamento). Atualmente, a marca compra a sua caxemira à China e à Mongólia, porque é a que tem mais qualidade.
  4. As cores decididas no início da preparação da coleção são aplicadas diretamente no fio com que serão feitas as peças. Quando uma nova cor entra para a paleta da coleção já no decorrer da produção, as peças que estão feitas em cor crua são tingidas com a nova cor.
  5. A produção das peças acontece na sala das máquinas, que se dividem em dois tipos: as máquinas que fazem "túneis" de malha que serão depois cosidos para montar as peças e as máquinas que fazem peças inteiras. Em 2014, a Falconeri introduziu na sua produção a tecnologia Shima Whole Garment, que permite fazer uma peça na totalidade sem costuras. O controlo de qualidade de todas as peças que saem das máquinas é feito manualmente por funcionárias.

 

Tags: desfile verona falconeri itália moda malhas inverno
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!