Tendências

Está aí a nova coleção da Dream Catchers

É uma marca portuguesa, com certeza. Mas é, acima de tudo, do planeta. Conheça as propostas da marca eco-friendly.
Por Pureza Fleming, 14.05.2018

Padrões originais e materiais naturais, muitas vezes 100% orgânicos e pintados à mão,produzidos na Índia em total respeito pelos princípios do comércio justo. Foi este o conceito que Maria Ochôa, fundadora da Dream Catchers, quis aplicar à sua marca. Uma etiqueta nascida e criada com base nas suas variadíssimas viagens à Índia ao longo das últimas décadas.

E essa ligação vai sendo bem visível ao longo das coleções: por um lado através da escolha dos padrões e tons, verdadeiramente alusivos ao país das mil cores; por outro, pelos materiais usados que variam entre a fibra de leite, o bambu e a fibra de banana, todos 100% orgânicos.

Intitulada Looking Forward #action, a mais recente coleção faz um apelo (ainda) mais forte à questão da sustentabilidade, pedindo que se atue agora em prol do futuro. Também neste sentido, a mentora da marca Maria Ochôa criou a secção Zero Wasted, em que o resto dos tecidos é aproveitado para as mais pequenas coisas, como bolsas para moedas ou pequenas capas de almofadas, procurando assim o mínimo de desperdício.

Relativamente a Looking Forward #action,Maria conta que "suavizou os prints e tornou os estampados mais sóbrios". Claro, sem nunca deixar de fora o fator Índia.

A Dream Catchers está disponível para venda no showroom da marca, situado na porta 21-C da Avenida de Madrid, em Lisboa. Mas também noutros espaços multimarca espalhados pelo país e online.

Veja algumas das imagens da campanha na fotogaleria.

Tags: dream catchers maria ochôa zero wasted looking forward primavera-verão 2018
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!