Shopping

Louis Vuitton elimina da sua coleção todas as peças inspiradas em Michael Jackson

A marca justifica a decisão com base no documentário ‘Leaving Neverland’, onde o artista é acusado de abuso sexual de menores.
Por Ana Silva, 19.03.2019

Dois meses depois de apresentar a sua coleção de outono-inverno inspirada em Michael Jackson, a marca francesa comunicou que vai parar a produção e venda de peças que fazem referência ao artista. Após alegações de abuso sexual infantil divulgadas no documentário da HBOLeaving Neverland, o diretor artístico da marca, Virgil Abloh, enviou um comunicado ao site WWD onde esclarece: "todos sabemos que o legado de Michael Jackson influenciou toda uma geração de artistas e era minha intenção homenageá-lo com esta coleção, mas eu condeno qualquer forma de abuso infantil".

Michael Burke, diretor executivo da Louis Vuitton, acrescentou: "Todos achamos as acusações feitas no documentário extremamente perturbadoras e a nossa marca está comprometida com a defesa do bem-estar e segurança de todas as crianças". Os representantes da marca alegaram que, na altura em que o desfile aconteceu, ainda não tinham conhecimento da existência do documentário.

A marca de luxo não é a primeira a restringir algum tipo de conteúdo relativo ao artista, uma vez que algumas estações de rádio retiraram as músicas de Michael Jackson das suas playlists.

Tags: michael jackson hbo leaving neverland louis vuitton virgil abloh michael burke wwd moda
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!