Moda

Zara entra no negócio circular da roupa em segunda mão

Reciclar, doar ou reparar. A marca espanhola tem uma nova plataforma que pretende dar uma nova a antigas peças, ou simplesmente fazê-las circular.

Foto: Zara
27 de outubro de 2022 Rita Silva Avelar

Adaptada aos novos tempos digitais e sustentáveis, embora seja uma marca de fast fashion, a Zara lança a plataforma "Zara Pre-Owned", com serviços de reparação, de venda e de doação, todos dedicados a preservar o tempo de vida das peças da marca e incentivar à moda circular.

Para já, a plataforma, que está disponível nas lojas físicas da Zara, no site da marca e na app, ainda é um projeto piloto exclusivo apenas do Reino Unido, não se sabendo se chegará a Portugal, e vai ser lançado oficialmente a 3 de novembro.

Esta ideia permitirá aos clientes tomar decisões mais sustentáveis no que diz respeito ao seu vestuário usado e contribuir para a redução dos resíduos e do consumo de novas matérias-primas.

Será possível solicitar reparações - em loja ou na plataforma - em qualquer peça de vestuário Zara usada, desde substituição de botões e fechos de correr até refazer costuras. Na opção de revenda, tudo é feito online, de cliente para cliente, e as peças podem ser de qualquer coleção. O espaço de revenda será organizado por categorias de produtos com informação detalhada para cada artigo, incluindo imagens atuais fornecidas pelo vendedor e informações originais do produto fornecidas pela Zara.

Zara entra no negócio circular da roupa em segunda mão
Zara entra no negócio circular da roupa em segunda mão Foto: Zara

Se optar por doação, através da plataforma "Zara Pre-Owned", os clientes podem solicitar que o vestuário usado seja recolhido na sua casa para doação (em algumas lojas, já existem recipientes de doação) destinados à Cruz Vermelha.

Esta novidade é mais um passo dado pela Inditex na sua aproximação a uma política mais sustentável, em linha com um modelo de economia circular que engloba todas as fases da sua atividade – "desde a concepção do produto até à gestão das suas lojas, bem como como o fabrico, a logística e os escritórios da empresa", explica a Zara, em comunicado de imprensa.

A insígnia espanhola já tem a iniciativa Inditex Sustainability Innovation Hub, centrada na procura contínua de materiais, tecnologias e processos mais ecológicos, em parceria com start-ups como a empresa Infinited Fiber, ou institutos como o Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Saiba mais
Mundo, Atualidade, Moda, Zara
As Mais Lidas