Moda

Portugal Fashion adapta-se frente ao avanço do coronavírus

Transmissão em live streaming será assegurada para todos os desfiles, mas o acesso à 46.ª edição do evento vai limitar-se aos profissionais de moda e jornalistas.
Por Aline Fernandez, 10.03.2020

A direção do Portugal Fashion decidiu manter a edição que celebra os seus 25 anos, mas anunciou que os desfiles decorrerão à porta fechada. A Semana de Moda começa esta quinta, 12 de março, na Alfândega do Port, e na Casa da Arquitetura, em Matosinhos, ambos numa das regiões onde se tem registado o maior número de doentes infetados pelo coronavírus em Portugal.

O acesso aos desfiles previstos para a 46.ª edição do Portugal Fashion será, assim, restrito à equipa de bastidores, ao staff técnico do evento e aos profissionais da Comunicação Social e influenciadores digitais credenciados, que calcula-se serão entre as 150 a 170 pessoas.

A direção do Portugal Fashion enviou um comunicado às redações, no qual informa que decidiu tomar as seguintes medidas "perante a evolução da infeção do novo vírus Covid-19 e considerando as mais recentes orientações do Governo e da Direcção-Geral de Saúde para conter a epidemia, em particular as recomendações relativas à organização de eventos públicos."

O Brand Up, showroom aberto ao público onde se comercializam produtos de design, moda e lifestyle, foi cancelado, assim como todas as atividades paralelas aos desfiles, como por exemplo a apresentação da nova marca do modelo Luís Borges, B488, por se tratar de uma festa e agregar várias pessoas num espaço restrito.

O desfile de Gilberto Calzolari, apoiado pela Câmara Nacional de Moda Italiana, estava programado para o dia 14, e já havia sido cancelado, uma vez que o criador e a sua equipa viriam de uma área com transmissão comunitária ativa de Covid-19 – lembre-se que a Itália é o país europeu mais afetado pelo novo vírus.

A apresentação A Orquestra Urbana da Trofa do designer Júlio Torcato que incluia cerca de 90 músicos será reagendada. "É nosso dever defender o interesse comercial e profissional de criadores e marcas, fazendo o que for possível para garantir a realização dos desfiles integrados no circuito internacional de moda", lê-se no mesmo comunicado da Direção do Portugal Fashion. Neste sentido, todos os desfiles serão transmitidos online e em direto para que os criadores tenham a oportunidade de divulgar o trabalho das suas marcas. 

Até indicações em contrário, a organização manterá a restante programação e calendário, que inclui 30 desfiles de moda, ao longo de três dias. Na última edição do evento de moda do Porto, em outubro de 2019, estiveram cerca de 40 mil pessoas.

Na última semana, a ModaLisboa – que terminou este domingo, dia 8 de março – aconteceu com um plano de contingência e a produção do evento reuniu-se a cada 24 horas com a Câmara Municipal de Lisboa e a Direção-Geral da Saúde para assegurar as melhores condições de segurança e saúde, tanto para trabalhadores como para visitantes – mas ocorreu de resto com normalidade, com 39 designers e aberta ao público, registando cerca de 23 mil visitantes.

Tags: portugal fashion semana de moda moda porto coronavírus vírus covid-19
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!