Celebridades

Meghan Markle vítima de comentário sexista por parte de apresentador inglês

Gerou-se uma onda de apoio à duquesa de Sussex depois de Jeremy Clarkson escrever, numa coluna do The Sun, que a odiava "a um nível celular" e evocar imagens de Meghan nua, na rua.

Foto: Netflix
19 de dezembro de 2022 Rita Silva Avelar
Meghan e Harry estão no centro das atenções este dezembro com a emissão do documentário Harry & Meghan pela Netflix. Nos últimos episódios, Meghan revela o pânico que viveu quando os media disseminaram a história de que alguém a queria matar, e relembrou o receio que sentiu pela segurança da sua família, mesmo com todas as medidas de segurança instaladas. "Não foi uma notícia qualquer. Eu senti medo", disse visivelmente emocionada, acrescentando que durante várias noites andava pelo corredor da casa a questionar-se se estavam seguros.

Agora, e depois do apresentador Jeremy Clarkson ter escrito a sua coluna no The Sun de sexta-feira passada - 17 de dezembro - a trama adensou, e alguns dos tablóides ingleses vêm finalmente em defesa da duquesa. Clarkson escreveu que detestava Meghan a um "nível celular". E mais: "Sonho com o dia em que ela é obrigada a desfilar nua pelas ruas de todas as cidades da Grã-Bretanha enquanto as multidões lhe cantam, 'Shame!" E acrescentou: "Todos os que têm a minha idade pensam da mesma maneira".

Estes comentários geraram uma onda de protestos nas redes sociais dos britânicos. O comediante John Bishop publicou um tweet a dizer que os comentários eram um "apelo flagrante para incitar à humilhação e violência sobre uma mulher", e a filha do próprio Clarkson, Emily, fez questão de escrever que era completamente contra tudo aquilo que o pai tinha escrito sobre Meghan. "Mantenho-me do lado daqueles que sofrem bullying e ódio nas redes". 
Saiba mais
Celebridades, Discussão, Meghan Markle, Sexismo, Ódio, Jeremy Clarkson
Leia também
As Mais Lidas