Celebridades

Quer dormir com Kate Moss? A supermodelo está a leiloar um vídeo de si própria

A supermodelo é uma das primeiras celebridades mulheres a tentar controlar o uso da sua imagem sem consentimento e, por isso, decidiu leiloar um NFT de si própria a dormir. Os lucros revertem para uma instituição ligada à saúde mental.

A carregar o vídeo ...
20 de maio de 2021 | Rita Silva Avelar
Também a indústria da moda e das artes se está a aliar ao poder dos NFT (tokens não fungíveis) - bens únicos ligados a fotografias, vídeos, áudio e outros tipos de ficheiros digitais, e que podem ser comprados e vendidos. Kate Moss junta-se a um número crescente de celebridades femininas que estão a tentar recuperar algum controlo da sua própria imagem usando os NFT e provando que nem tudo pode estar acessível a todos.

A supermodelo está a leiloar um vídeo de si própria a dormir, chamado Sleep With Kate, que já está a atrair ofertas até às 14 mil libras, noticia o The Guardian.
View this post on Instagram

A post shared by Kate Moss Agency (@katemossagency)

Leia também
Este vídeo está a ser vendido com outros dois NFTs, também obras de arte em vídeo, Walk With Kate e Drive With Kate, e as receitas estão destinadas à instituição de caridade focada em saúde mental Gurls Talk.

Numa declaração que fez no Instagram, Moss afirma: "estou curiosa para saber quem vai querer possuir um momento meu. Fui também atraída pela ideia de que esta "propriedade" pode ser usada para ajudar outras [pessoas] necessitadas".

Em abril, a modelo Emily Ratajkowski anunciou que estava a leiloar um NFT de si própria captada pelo fotógrafo Richard Prince. "O terreno digital deve ser um lugar onde as mulheres podem partilhar a imagem à sua escolha" escreveu, num Tweet. "Em vez disso, a Internet tem servido mais frequentemente como um espaço onde outros exploram e distribuem imagens de corpos de mulheres sem o seu consentimento e para o lucro de outros".
Leia também
Saiba mais Kate Moss, NFT, artes, cultura e entretenimento, economia, negócios e finanças, fotografia, Internet, serviços financeiros
Mais Lidas