Celebridades

A assistente de moda que se tornou na mulher mais rica do mundo

Filha de pequenos comerciantes no Arkansas, o casamento de Julia Flesher com o bilionário David Koch garantiu-lhe uma fortuna que hoje suplanta a da herdeira da L’Oréal.
Por Vitória Amaral, 06.12.2019

Aos 79 anos, morreu no passado mês de agosto o homem mais rico de Manhattan. Com o irmão Charles, David Koch transformou a Koch Industries, um grupo multinacional de petróleo, na segunda maior empresa privada nos EUA, a seguir ao grupo alimentar Cargill. Benfeitores ativos do partido republicano, os irmãos reuniram milionários empenhados em impor a agenda conservadora, influenciando profundamente toda uma geração política, desde o atual Vice-presidente norte-americano Mike Pence ao secretário de Estado Mike Pompeo.

Ao seu lado estava Julia Margaret Flesher, com quem tinha três filhos: David Jr., Mary Julia e John. Julia cresceu na cidade de Indianola, perto de Des Moines, capital do estado do Iowa, onde a sua família tinha uma quinta e uma pequena loja de mobiliário. Mais tarde decidiram mudar-se para Little Rock, Arkansas, onde a sua mãe abriu uma loja de roupa feminina, incutindo em Julia o gosto pela moda. No entanto, a loja foi vendida em 1984 e o se pai regressou a Indianola enquanto a mãe decidiu ficar. Depois dos estudos na University of Central Arkansas, Flesher mudou-se para Nova Iorque, cidade pela qual se apaixonou depois de uma viagem de negócios com a mãe em 1980. Começou a trabalhar como modelo para a designer Tracy Mills e mais tarde tornou-se assistente do designer italiano Adolfo durante nove anos. Era chamada com frequência para vestir a primeira-dama da altura, Nancy Reagan, entre outras socialites de renome na Big Apple.

Naquela época, David Koch era um nome conhecido entre a alta sociedade nova-iorquina pelas suas festas, e conheceu Julia (que entretanto tinha deixado de trabalhar) através de um blind date organizado por amigos. Casaram em 1996 numa cerimónia privada na mansão de Koch em Southampton, Long Island, gerando uma admiração profunda por Julia entre o seu círculo social nova-iorquino por se ter casado com um dos homens mais ricos da América.

Entretanto, os irmãos Koch tinham conseguido transformar a empresa petrolífera fundada pelo pai no Kansas numa multinacional diversificada que hoje gera 99 050 milhões de euros em vendas anuais, com 120 000 funcionários. Embora parecesse que David estava sempre um passo à frente de todos, acredita-se que Charles era o verdadeiro cérebro político que fomentou a influência de ambos contra as causas democráticas.

As imensas propriedades de David e Julia são estimadas num total de mais de 126 milhões de euros, incluindo uma villa com 13 quartos em Palm Beach, na Flórida, e um duplex de 18 quartos no luxuoso 740 Park Avenue, o prédio em Nova Iorque onde viveu John Rockefeller.

É difícil calcular exatamente o valor da herança que David lhe deixou, mas estima-se que chega aos quase 54 mil milhões de euros, segundo a Bloomberg, quase mais 2 700 milhões a mais do que a fortuna de Françoise Bettenvourt Meyers, a herdeira da L’Oréal, e quase o dobro de Mackenzie Bezos, ex-mulher do fundador da Amazon, Jeff Bezos. Vinte e dois anos mais nova do que o marido, foi Julia quem despertou o seu interesse pela arte e lhe trouxe mais interacção social, como David admitiu em diversas ocasiões.

Estima-se que Koch doou um total de 1,17 mil milhões de euros ao longo da vida: quase 32 milhões ao museu Smithsonian para uma sala dedicada aos dinossauros, tornando-se patrono do Metropolitan Museum e do memorial às vítimas do 11 de Setembro. Depois de duas décadas como parte do conselho do Museu de História Natural de Nova Iorque, David teve de deixar o cargo dada as inúmeras críticas contra a instituição por aceitar dinheiro de uma figura que negava publicamente o aquecimento global. Julia Flesher, enquanto isso, é membro da School of American Ballet e da Food Allergy Initiative. Os dois financiaram a construção de um centro artístico dedicado à mãe de David em Wichita, Kansas, onde se situa a sede do grupo Koch. Além de ser uma das figuras mais notáveis da sociedade de Manhattan e dos EUA, a herança deixada a Julia pelo marido permitiu-lhe escalar ao topo da lista de mulheres mais ricas do mundo, apesar de se saber muito pouco sobre a vida pessoal da bilionária.

 

 

 

Tags: julia flesher david koch koch industries bilionária celebridades eua manhattan
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!