Beleza / Tendências

Batom vermelho, como aplicar a derradeira arma de sedução

A Guerlain aposta, esta estação, numa colorida coleção do Rouge G, o batom mais desejado do momento. Violette, diretora criativa de maquilhagem da marca, mostra-nos a melhor forma de o aplicar.

A carregar o vídeo ...
25 de janeiro de 2022 Rita Silva Avelar
O vestido preto está para a elegância como o batom vermelho está para os clássicos da maquilhagem. Sinal de bom gosto, atravessa gerações, marca momentos políticos, invade as prateleiras das lojas de beleza e perdemo-los vezes sem conta nas nossas carteiras. Ter um sempre à mão, é como ter sempre uma arma de sedução pronta a "disparar". Aplicar um batom vermelho é, só por si, um ato de poder feminino.
Rouge G.
Rouge G.


No interior de uma das primeiras boutiques Guerlain em Paris, no número 68 da Avenue des Champs-Élysées, Violette exemplifica-o bem neste tutorial de beleza. A diretora criativa de maquilhagem da Guerlain começa que foi a marca que inventou o famoso rouge à lèvres, em 1870, com o batom Ne m'oubliez pas, que se tornou icónico na história da casa francesa. Era feito com manteiga e extrato de toranja. Símbolo de ousadia, o batom em tons de vermelho, na época, ainda era controverso e associado às estrelas de cinema mas também à prostituição. Mas cedo se desvinculou desses rótulos para se tornar num objeto de luxo e de elegância, usado como sinal de bom gosto.
Coleção Rouge G.
Coleção Rouge G. Foto: Guerlain


Neste tutorial, Violette começa por aplicar o famoso fond de teint da marca, o Parure Gold, no tom natural beige, espalhando-o graciosamente com um pincel. De seguida, espalha o pó iluminador em forma de Météorites, no tom médio, apenas em zonas estratégicas. Passa para olhos, fazendo um risco leve com o Mad Eyes Intense Liner, um eyeliner castanho glossy, com alta precisão. Por fim, aplica-se "a estrela do espetáculo", o batom Rouge G, no tom Rouge du Tigre, que faz parte da nova coleção de batons da Guerlain, em vermelho, claro, com alta pigmentação e duração de 16 horas. Antes de terminar, revela-nos um truque: porque não aplicar um segundo tom deste batom, para criar um efeito especial? É isso que faz, ao usar o tom 1925 Roi des Rouges. Porquê? "Penso que será uma bela combinação. Um pouco mais extravagante, ao obter um efeito ombré." O resultado combina na perfeição com o seu top vermelho, durante uma conversa com o realizador Loic Prigent. "Icónico!" afirma, este perante o resultado. Veja o vídeo.
Saiba mais
Maquilhagem, Inspiração, Batom, Guerlain, Violette, Rouge
Leia também

Bronze sublime antes do verão, em apenas três passos? Queremos já

O tão desejado efeito pele beijada pelo sol, aquele toque dourado que não é demasiado evidente, é uma das tendências de beleza mais intemporais de sempre. Neste tutorial aprendemos a usá-lo, com um dos lançamentos do ano da Guerlain, e com Violette, diretora criativa de maquilhagem da marca,

As Mais Lidas