Beleza / Tendências

Azzi Glasser, a perfumista privada das celebridades

É inglesa, já criou perfumes únicos para Johnny Depp, Cindy Crawford ou Helena Bonham Carter, e para sets de filmes com o de Kingsman ou Alice do Outro Lado do Espelho. Esteve em Portugal para um lançamento da marca Aston Martin, a fim de aromatizar o misterioso espaço do evento.

Foto: Karlina Vitiolina
20 de agosto de 2020 | Rita Silva Avelar

Azzi Glasser recosta-se no sofá da mansão da Spy Manor, em Ferragudo, Algarve, com uma descontração e classe que cativam desde o primeiro momento. Elegante e sofisticada, é assim que se assemelha uma designer de perfumes que já fez criações únicas para celebridades ligadas ao magnético mundo do cinema e das artes. O pretexto da nossa conversa? Um convite da Aston Martin para conhecer o novo DBX SUV, o primeiro da marca, na casa de um coleccionador.

Amiga dos proprietários, Azzi Glasser foi convidada a aromatizar o espaço que recebe este evento. "O meu carro preferido é precisamente o Aston Martin. Assim que entrei aqui, soube imediatamente qual seria o aroma do espaço: é luxuoso, é carismático e caro. E [soube que] tinha de representar algo que o dinheiro não pudesse comprar."

Dotada de uma intuição sedutora e de um sentido de humor apuradíssimo, Azzi Glasser é perfumista há mais de três décadas. O seu primeiro perfume foi o Agent Provocateur em forma de ovo cor de rosa. Depois, fez vários perfumes para designers de moda como Alexander McQueen, Nicole Farhi ou Kylie Minogue. Mas foi há quinze anos que entrou noutro universo, e começou a criar perfumes únicos para celebridades bem conhecidas de Hollywood. "A forma como trabalho baseia-se em personalidade e estilo. [Criar um perfume] não tem a ver com o aroma particular da rosa ou do jasmim, mas sim com a conjugação dos ingredientes. O que eu faço é contar histórias, através dos perfumes."

View this post on Instagram

A post shared by Máxima (@maxima.pt) on

Para criar os perfumes das celebridades que requisitaram um perfume seu, único e personalizado, procurou conhecê-las primeiro. "Porque estas pessoas não queriam cheirar ao mesmo que toda a gente. Tudo era demasiado comercial para eles. Johnny Depp e Helena Bonham Carter foram os primeiros, depois seguiram-se outros como Jude Law, Orlando Bloom, Cindy Crawford. Tornei-me amiga de algumas destas pessoas" revela. "O Johnny é muito amável e generoso, e incentivou o meu negócio. Foi ele quem me cativou a criar a The Perfumer's Story by Azzi." A marca que Azzi Glasser criou há cinco anos, e para a qual idealiza coleções sazonais e edições especiais, hoje composta por 30 perfumes aos quais alia uma descrição de personalidade.

Como me explica, enquanto recebe nas mãos um copo de rosé, o seu dom é criar aromas personalizados conforme a personalidade, o estilo e os desejos da pessoa ou entidade que lhe encomenda o perfume. "Eu acredito que toda a gente tem duas personalidades" diz-me, com um certo mistério. "Suponho que o que me tornou popular foi ser capaz de compreender esse outro lado da personalidade de alguém, e saber distingui-lo daquilo que que esse alguém deseja mostrar de si ao mundo. O que eu preciso de compreender passa por saber juntar ambas as coisas." Também ela tem o seu perfume de assinatura, quando lhe pergunto qual é o seu aroma preferido. É o Sequoia Wood, da The Perfumer’s Story. "É sexy e fresco! Adoro-o. Até porque não gosto de aromas frutados e sumarentos."

Uma das áreas com quem Azzi Glasser também se envolve e trabalha é a do cinema. Com Johnny Depp, criou os aromas das personagens de Mad Hatter em Alice do Outro Lado do Espelho, 2016, de Charlie Mortdecai em Mortdecai, 2015, e neste momento está a desenvolver o perfume da estrela em de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los 3, onde Depp é o vilão Gellert Grindelwald. Fez também o aroma do filme Kingsman (2014), que depois foi vendido numa edição limitada de 2 mil exemplares. Neste momento, é produtora executiva do filme Chemical Atraction, realizado por Holly Hudson, e cuja produtora é precisamente a Spy Manor.

Além deste serviço de personalização, Azzi Glasser também tem coleções especialmente pensadas para hotéis e espaços particulares como a casa da Spy Manor em que nos encontramos. Para o empresário André Balazs, proprietário dos hotéis Chiltern Firehouse, em Londres, ou Chateau Marmont, em Los Angeles, criou aromas a partir do zero. Fez o mesmo com o clube londrino Annabel's e para espaços ligados à arte. "Também já fiz perfumes para galerias de arte como a Saatchi Gallery, e projetos mais especiais como um perfume com aroma a ferro, para a exposição de Antony Gormley na The Royal Academy of Arts, em Londres."

Em 2016, a designer de perfumes foi desafiada a contribuir para uma exposição Stanley Kubrick na Somerset House, criando um aroma inspirado no filme de 2001 - Odisseia no Espaço. "O que é que eu sabia sobre o espaço? É frio, é escuro, é arrepiante e claustrofóbico. Consegue imaginar o que seria estar perdida no espaço? Eu usei ingredientes amadeirados e metálicos, o meu intuito era chegar ao aroma da parte de trás de um televisor. Foi completamente bizarro."

Quando nos levantamos do confortável sofá da Spy Manor, Azzi Glasser sobressalta-se, como se se lembrasse, de repente, de mencionar algo importante. "Amber Molecule! É perfeito para si. Amoroso, cheio de alma, representa alguém em que se pode confiar e que está sempre presente para os amigos."

Saiba mais Spy Manor, Azzi Glasser, Aston Martin, Algarve, DBX, Johnny Depp, SUV, Aston Martins, Charlie Mortdecai, Charlie Mortdecai, Londres
Relacionadas

Testámos máscaras de beleza. Eis o resultado

Experimentámos onze máscaras de rosto num só dia. Glitter, de ouro, de argila ou adesiva, qualquer que seja o género de máscara, o efeito é revigorante, refrescante e rejuvenescedor.

Os segredos de beleza que as celebridades portuguesas herdaram das mães

É com elas que aprendemos tudo. São elas que incentivam os gestos femininos e, entre tantos outros, os cuidados a ter com o rosto, o cabelo e o corpo. Raquel Strada, Inês Castel-Branco, Joana Ribeiro, Cuca Roseta, Bárbara Lourenço e Sara Matos partilharam com a Máxima os segredos de beleza herdados pelas suas mães.

Mais Lidas