Atual

O novo filme de Quentin Tarantino foi alvo de críticas no Twitter

Once Upon a Time in Hollywood estreia em 2019.

Foto: Ethan Miller/Getty Images for CinemaCon
26 de junho de 2018 | Andreia Rodrigues
Once Upon a Time in Hollywood, o novo filme de Quentin Tarantino sobre os assassinatos levados a cabo pela família Manson, liderada por Charles Manson, só tem estreia marcada para 2019, mas já está a dar que falar nas redes sociais. No Twitter, por exemplo, o site de crítica de cinema e televisão Rotten Tomatoes publicou, no final da semana passada, uma fotografia com os rostos dos atores e atrizes que fazem parte do elenco (composto, entre outros, por nomes como Al Pacino, Leonardo DiCaprio, Brad Pitt, Margot Robbie ou Timothy Olyphant), gerando desde logo uma onda de críticas devido à falta de diversidade, tanto de género, por só incluir três mulheres, como racial, porque todos os atores são caucasianos.
 
Um utilizador questionou no Twitter: "Onde estão as pessoas de cor? Onde estão as mulheres?" Outra utilizadora mencionou a questão do "inclusion rider", que diz respeito à igualdade de mulheres e homens na indústria do cinema, abordada por Frances McDormand durante o seu discurso após ter vencido o Óscar de Melhor Atriz, em março deste ano. Outros utilizadores defenderam a escolha do elenco, justificando que, tendo em conta a história e as pessoas em que este filme se baseia, faz sentido desta forma, mas que é hora de se alterar este "modelo padrão" dos elencos.
 

 

 

 

Saiba mais Once Upon a Time in Hollywood, Quentin Tarantino, Rotten Tomatoes, Hollywood, Twitter
Relacionadas

O lado negro de Hollywood

O maior escândalo sexual da Meca do Cinema está a revolucionar a forma como a sociedade percepciona os limites do nepotismo machista. A queda estrondosa de Harvey Weinstein pode ser um enorme despertar para uma tentativa de um mundo com maior igualdade sexual. Alguém tem de fazer uma série ou um filme com estas histórias...

Luta de titãs: quem manda em quem, em Hollywood?

Quem detém, agora, o verdadeiro poder? Nestes tempos conturbados pós-Weinstein, em que o poderio masculino está a ser posto em causa, as mulheres deparam-se com novas oportunidades. E já não era sem tempo…

Mais Lidas