Atual

Há novas barbies inspiradas nas mulheres que lutam contra a covid-19

As bonecas homenageiam seis cientistas que estiveram na linha da frente durante a pandemia, como Sarah Gilbert, a investigadora que desenvolveu a vacina da AstraZeneca. Veja o vídeo.

A carregar o vídeo ...
06 de agosto de 2021 | Ana Damião

Corajosas e inspiradoras. São estas as características que a fabricante de brinquedos Mattel utilizou para descrever as heroínas que inspiração as barbies que a marca acaba de lançar. Uma delas é Sarah Gilbert, liderou, no ano passado, a equipa da Universidade de Oxford, Inglaterra, reponsável por uma das vacinas contra a covid-19, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca.

Embora a empresa considere as cientistas "role models", Gilbert começour por achar estranha a ideia de ter uma boneca feita à sua imagem. Porém, deseja que a nova linha sirva de inspiração para gerações futuras, principalmente para as raparigas.

"Espero que as crianças que virem a minha Barbie percebam como as carreiras científicas são vitais para ajudar o mundo à nossa volta", disse.

Também reconhecidas pela Mattel foram Stacy Oriwua, psiquiatra na Universidade de Toronto conhecida por lutar contra o racismo sistémico na saúde, e a biomédica Jaqueline Goes de Jesus, que participou na investigação da variante do coronavírus no Brasil.

Leia também

Audrey Cruz, médica de urgências em Las Vegas e ativista contra a descriminação racial, e Amy O´Sullivan, que tratou dos primeiros doentes com covid-19 em Nova Iorque, também fazem parte da coleção.

A última boneca foi inspirada em Kirby White, médica australiana que inventou uma bata reutilizável e lavável, segura para quem trata doentes com infetados com covid-19.

Leia também
Saiba mais Sarah Gilbert, Covid-19, Mattel, Barbie, pandemia
Mais Lidas