Atual

Emocionada, primeira-ministra da Finlândia defende-se perante polémicas recentes

Sanna Marin emocionou-se ao falar sobre os vídeos e fotografias privadas que foram recentemente divulgadas. O discurso aconteceu durante uma conferência do seu partido esta quarta-feira, 24 de agosto.

Sanna Marin, primeira-ministra da Finlândia
Sanna Marin, primeira-ministra da Finlândia Foto: Getty Images
24 de agosto de 2022 Máxima

Sanna Marin, 36 anos, tem sido criticada após a divulgação de momentos da sua vida privada, o último dos quais uma fotografia tirada durante uma festa na sua residência, onde se vê duas mulheres em topless a beijarem-se.

A primeira-ministra da Finlândia, a mais jovem do mundo a ser eleita para o cargo, em 2019, reforçou a sua dedicação ao trabalho e a convicção de que até os políticos devem ter direito à sua vida privada. "Sou humana", afirmou Marin em resposta às críticas durante uma conferência do seu partido esta quarta-feira, 24. Emocionada, a primeira-ministra descreveu a semana passada como "muito difícil" e explicou que também ela ansiava por "alegria, luz e diversão no meio das nuvens escuras".

Marin acrescentou que nunca tinha faltado ao emprego e que quer acreditar "que as pessoas vão olhar para o que fazemos no trabalho e não para o que fazemos no nosso tempo livre", dado que até os políticos merecem a sua privacidade. "Estou a aprender. Mas estou a fazer o meu trabalho tão bem como tenho feito até agora. Estou a pensar na Ucrânia, estou a pensar em si, e estou a fazer o meu trabalho". 

Na terça-feira passada, 23 de agosto, Marin pediu publicamente desculpas após a fotografia das duas mulheres, uma influencer e uma ex-concorrente do concurso Miss Finlândia, ter sido publicada na rede social Tik Tok. Recorde-se ainda que, na última semana, a jovem de 36 anos tornou-se notícia em todo o mundo depois de um vídeo seu a dançar numa festa privada com amigos surgir na Internet. Inclusive, houve quem comentasse que a primeira-ministra estaria sob o efeito de drogas, algo que a mesma negou, chegando a fazer um teste de despite "para esclarecer quaisquer suspeitas". O resultado foi negativo. 

Saiba mais
Mundo, Atualidade, Sanna Marin
Leia também

As mulheres (ainda) vão mandar no mundo?

"The future is female". Nos últimos anos, vimos esse slogan por todos os lugares: nas redes sociais, em campanhas publicitárias, em t-shirts, possivelmente até na parede de algum Airbnb. No entanto, agora o statement já não é mais tão certeiro.

As Mais Lidas