Culturas Pós-confinamento: o que desejam estas personalidades?

A saudade de um forte abraço dado sem medo. Recuperar o tempo perdido. Valorizar a vida e as suas pequenas coisas. Estas e outras reflexões resultam do desafio que colocámos a personalidades de diferentes áreas que partilharam os seus pensamentos e, acima de tudo, as suas esperanças.

Divas Ana Moura: "Assusta-me a ideia de ser tudo previsível ou definitivo"

Com um novo disco a caminho, Ana Moura vai-se reinventando fora da sua zona de conforto. A coleção de joias recentemente apresentada em nome próprio é mais um exemplo dos talentos escondidos da mulher sem medo de arriscar ou de revelar a sua vulnerabilidade. Recebeu-nos em casa. Não cantou, mas o fado esteve lá o tempo todo.

Culturas Doce, histórias da girls band que pôs Portugal a cantar

Quando no início de 1980 as ouvimos, pela primeira vez, a televisão era a preto e branco, o Conselho da Revolução fazia as vezes do Tribunal Constitucional e Eusébio dizia adeus aos relvados. Quando as Doce terminaram, seis anos mais tarde, as noites iam dar ao Bairro Alto e organizavam-se excursões para fazer compras no Centro Comercial das Amoreiras. Eram os fabulosos anos 80. As Doce foram parte dessa mudança. Há 40 anos.

+Carregar mais