Prazeres

Estas são as novas sardinhas da Bordallo Pinheiro

As fadistas Ana Moura, Cuca Roseta e Gisela João e os chefs Henrique Sá Pessoa e Ljubomir Stanisic assinam algumas das 28 criações originais.

19 de julho de 2019 | Aline Fernandez

Se existe um tipo de pesca em Portugal que não tem restrições é a das sardinhas da Bordallo Pinheiro. O cardume deste ano traz 28 novas criações, num total de 100 modelos colecionáveis, a incluir a sardinha especial "No dia em que ela lhe faltar", criação de edição limitada a 173 exemplares (os anos que Raphael Bordallo Pinheiro teria se estivesse vivo) do escultor português Jorge Pé-Curto. Jorge retrata o drama da escassez de sardinhas no Atlântico e a possibilidade de extinção. O peixe aparece na sua mortalha, embrulhado na bandeira nacional, velado pela figura do Zé Povinho em lágrimas.

Em 2019 juntam-se ao movimento artístico internacional do sardinhismo três dos nomes da nova geração de fadistas portuguesasas: Ana Moura, Cuca Roseta e Gisela João. E porque o humor é uma das características mais marcantes das peças da marca, a refletir a personalidade do seu fundador, os humoristas António Raminhos e Fernando Alvim também criaram a sua sardinha de faiança. "Este ano não só criei uma sardinha, convidaram-me para criar uma sardinha – o que para mim é o momento mais alto da minha vida – como também me convidaram para ser o host da apresentação das sardinhas", contou-nos Alvim, sempre a sorrir e disse: "Eu desenho muito mal. Eu queria uma sardinha futurista, a pensar noutros planetas, na vida para além da Terra e pedi a uma pessoa amiga, que de facto sabe desenhar, se podia desenhar a sardinha." O responsável pelo desenho chama-se Alberto Quintas. "Eu gostei, vou comprar a minha sardinha", riu-se.

E para provar que da cozinha também saem artistas, os chefs Henrique Sá Pessoa e Ljubomir Stanisic deram o seu toque pessoal a dois modelos. "Eu acho piada às sardinhas já há uns anos, portanto eu disse logo que sim ao convite. Depois comecei a pensar o que faria sentido. Eu gosto muito daquelas conservas antigas, que tinham aquele design meio romano, então em conjunto com o Mário Belém – que também já desenhou sardinhas – pensámos um bocadinho no que podíamos fazer e ele ajudou-me a criar os desenhos e os designers da Bordallo também", explicou à Máxima o chef Sá Pessoa, distinguido com duas estrelas Michelin em novembro de 2018.

Este ano, Espanha está representada com cinco novos exemplares da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro, uma consequência natural após a abertura da primeira loja própria da marca em Madrid, no Centro Comercial Xanadu. Destacamos a criação da designer de moda espanhola Ágatha Ruiz de la Prada. Este também é o segundo ano consecutivo em que a campanha tem uma parceria com o World Press Cartoon.

Nuno Barra, administrador da Bordallo Pinheiro, relembrou que esta coleção é a mais vendida da marca portuguesa. "Estamos prestes a arrancar com as celebrações do 135º aniversário da marca, que reservam muitas surpresas ao longo deste e do próximo ano", adiantou.

A coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro é uma iniciativa da marca centenária Bordallo Pinheiro, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural. Das 100 sardinhas, 51 são do acervo da EGEAC, 45 da autoria de artistas portugueses e estrangeiros convidados, das quais se junta a sardinha original criada pelo próprio Bordallo e duas outras baseadas em caricaturas suas, e ainda uma sardinha de vidro. Os modelos de faiança são revistos anualmente, com a introdução de novas ilustrações e com a descontinuação de outras, além de edições especiais e limitadas de autor.
Em “Apelo da Ana Moura”, a fadista de 'Desfado', que já vendeu mais de um milhão de discos no mundo inteiro, alerta consciências para os efeitos do plástico nos oceanos - €18,90, Bordallo Pinheiro
1 de 28 Em “Apelo da Ana Moura”, a fadista de 'Desfado', que já vendeu mais de um milhão de discos no mundo inteiro, alerta consciências para os efeitos do plástico nos oceanos - €18,90, Bordallo Pinheiro
Gisela João, apresenta “Gisela no Coração”, a sua visão de uma Lisboa apaixonante - €18,90, Bordallo Pinheiro
2 de 28 Gisela João, apresenta “Gisela no Coração”, a sua visão de uma Lisboa apaixonante - €18,90, Bordallo Pinheiro
Cuca Roseta transforma a sardinha bordalliana em guitarra portuguesa, em “Guitarra da Cuca” - €18,90, Bordallo Pinheiro
3 de 28 Cuca Roseta transforma a sardinha bordalliana em guitarra portuguesa, em “Guitarra da Cuca” - €18,90, Bordallo Pinheiro
Fernando Alvim parte com a sua sardinha à conquista de outras galáxias, em “Alvim e a conquista do Universo” - €18,90, Bordallo Pinheiro
4 de 28 Fernando Alvim parte com a sua sardinha à conquista de outras galáxias, em “Alvim e a conquista do Universo” - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Barbinha”, António Raminhos autorretrata-se com olhinhos brilhantes e a salivar pelas barbas abaixo, momentos antes de devorar uma sardinha assada - €18,90, Bordallo Pinheiro
5 de 28 Em “Barbinha”, António Raminhos autorretrata-se com olhinhos brilhantes e a salivar pelas barbas abaixo, momentos antes de devorar uma sardinha assada - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Conserva Sá Pessoa", o chef português com duas estrelas Michelin Henrique Sá Pessoa inspirou-se nas icónicas conservas de peixe portuguesas - €18,90, Bordallo Pinheiro
6 de 28 Em “Conserva Sá Pessoa", o chef português com duas estrelas Michelin Henrique Sá Pessoa inspirou-se nas icónicas conservas de peixe portuguesas - €18,90, Bordallo Pinheiro
Ljubomir Stanisic põe-se literalmente na pele de uma sardinha, trocando as escamas de peixe por algumas das suas famosas tatuagens, da autoria de Hugo Makarov, na sua sardinha “Na Pele de Stanisic” - €18,90, Bordallo Pinheiro
7 de 28 Ljubomir Stanisic põe-se literalmente na pele de uma sardinha, trocando as escamas de peixe por algumas das suas famosas tatuagens, da autoria de Hugo Makarov, na sua sardinha “Na Pele de Stanisic” - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Açores”, o artista plástico e ilustrador português João Vaz de Carvalho “mascarou” a sardinha em baleia, para tentar passar despercebido - €18,90, Bordallo Pinheiro
8 de 28 Em “Açores”, o artista plástico e ilustrador português João Vaz de Carvalho “mascarou” a sardinha em baleia, para tentar passar despercebido - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Madeira”,  o artista plástico e ilustrador português João Vaz de Carvalho pôs a sardinha a dançar o “bailinho” no ano em que se celebram os 600 anos do descobrimento do arquipélago - €18,90, Bordallo Pinheiro
9 de 28 Em “Madeira”, o artista plástico e ilustrador português João Vaz de Carvalho pôs a sardinha a dançar o “bailinho” no ano em que se celebram os 600 anos do descobrimento do arquipélago - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Agatha”, a designer de moda Agatha Ruiz de la Prada imprime na sardinha bordalliana a sua assinatura gráfica reconhecida nos quatro cantos do mundo, com um estampado multicolor com corações - €18,90, Bordallo Pinheiro
10 de 28 Em “Agatha”, a designer de moda Agatha Ruiz de la Prada imprime na sardinha bordalliana a sua assinatura gráfica reconhecida nos quatro cantos do mundo, com um estampado multicolor com corações - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Histeria de Espanha”, concebida por Abraham Menéndez, põe a sardinha bordalliana a dançar o flamengo - €18,90, Bordallo Pinheiro
11 de 28 “Histeria de Espanha”, concebida por Abraham Menéndez, põe a sardinha bordalliana a dançar o flamengo - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Mantón”, Andrea Zarraluqui veste a sardinha com o traje tradicional xaile - €18,90, Bordallo Pinheiro
12 de 28 Em “Mantón”, Andrea Zarraluqui veste a sardinha com o traje tradicional xaile - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “Chulapa”, Gonzalo Muiño veste a sardinha com o traje regional de Madrid - €18,90, Bordallo Pinheiro
13 de 28 Em “Chulapa”, Gonzalo Muiño veste a sardinha com o traje regional de Madrid - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “¡Viva y Olé!”, Guille Garcia-Hoz mistura numa só sardinha a pintura tradicional cerâmica, a azul de grande fogo e tatuagens de estilo vintage - €18,90, Bordallo Pinheiro
14 de 28 Em “¡Viva y Olé!”, Guille Garcia-Hoz mistura numa só sardinha a pintura tradicional cerâmica, a azul de grande fogo e tatuagens de estilo vintage - €18,90, Bordallo Pinheiro
O outono não é a estação da sardinha, mas a ilustradora Ana Sofia Gonçalves traz à edição de 2019 o Verão de São Martinho em sua forma. “Olha a Castanha!” é uma homenagem a este petisco vendido nas ruas de Lisboa. A artista plástica já possui 12 sardinhas na coleção da marca - €18,90, Bordallo Pinheiro
15 de 28 O outono não é a estação da sardinha, mas a ilustradora Ana Sofia Gonçalves traz à edição de 2019 o Verão de São Martinho em sua forma. “Olha a Castanha!” é uma homenagem a este petisco vendido nas ruas de Lisboa. A artista plástica já possui 12 sardinhas na coleção da marca - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Festiva”, da autoria do ilustrador cubano Angel Boligán Corbo, retrata a frivolidade do consumismo desenfreado na quadra de Natal, apresentando uma ‘Última Ceia’ repleta de símbolos comerciais. Desenvolvido em parceria com o World Press Cartoon - €18,90, Bordallo Pinheiro
16 de 28 “Festiva”, da autoria do ilustrador cubano Angel Boligán Corbo, retrata a frivolidade do consumismo desenfreado na quadra de Natal, apresentando uma ‘Última Ceia’ repleta de símbolos comerciais. Desenvolvido em parceria com o World Press Cartoon - €18,90, Bordallo Pinheiro
Em “De Risco”, o realizador e cartoonista jugoslavo Nedjeljko Ubovic usa riscos e rabiscos para escrever direito por linhas tortas, numa reflexão sobre as limitações à liberdade de expressão. Desenvolvido em parceria com o World Press Cartoon - €18,90, Bordallo Pinheiro
17 de 28 Em “De Risco”, o realizador e cartoonista jugoslavo Nedjeljko Ubovic usa riscos e rabiscos para escrever direito por linhas tortas, numa reflexão sobre as limitações à liberdade de expressão. Desenvolvido em parceria com o World Press Cartoon - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Estou em Brasa”, de Ana Carvalho, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
18 de 28 “Estou em Brasa”, de Ana Carvalho, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Gato Faminto”, de Daniel del Solar e Maxime Maurice, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
19 de 28 “Gato Faminto”, de Daniel del Solar e Maxime Maurice, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Perfume nº1”, de Daniela Cunha e Bernardo Almeida, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
20 de 28 “Perfume nº1”, de Daniela Cunha e Bernardo Almeida, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Vinil”, de Fábio Queirós, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
21 de 28 “Vinil”, de Fábio Queirós, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Detox”, de João Maral e Vanda Oliveira, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
22 de 28 “Detox”, de João Maral e Vanda Oliveira, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Mala”, de Júlio Lourenço, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
23 de 28 “Mala”, de Júlio Lourenço, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Não pescas nada disto”, de Margarida Coelho, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
24 de 28 “Não pescas nada disto”, de Margarida Coelho, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Equação do Amor”, de Pedro Reis, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
25 de 28 “Equação do Amor”, de Pedro Reis, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Bloqueada”, de Rui Fazenda, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
26 de 28 “Bloqueada”, de Rui Fazenda, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
“Criação”, de Teresa Dias, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
27 de 28 “Criação”, de Teresa Dias, participante do concurso anual de criatividade da EGEAC para o “cardume” da coleção Sardinha by Bordallo Pinheiro - €18,90, Bordallo Pinheiro
O escultor português Jorge Pé-Curto retrata “No dia em que ela lhe faltar”, um autêntico pesadelo de uma noite de verão, a alertar para o drama da escassez de sardinhas no Atlântico, e a possibilidade de extinção - €249, Bordallo Pinheiro
28 de 28 O escultor português Jorge Pé-Curto retrata “No dia em que ela lhe faltar”, um autêntico pesadelo de uma noite de verão, a alertar para o drama da escassez de sardinhas no Atlântico, e a possibilidade de extinção - €249, Bordallo Pinheiro
Saiba mais sardinhas, Bordallo Pinheiro, Raphael Bordallo Pinheiro, Jorge Pé-Curto, Ana Moura, Cuca Roseta, Gisela João, Henrique Sá Pessoa, Ljubomir Stanisic, António Raminhos, Fernando Alvim, Ágatha Ruiz de la Prada, Nuno Barra, Câmara Municipal de Lisboa, EGEAC, Decoração
Relacionadas
Mais Lidas
Realeza As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.