Moda / Tendências

H&M apresenta coleção vegan aprovada pela PETA

A marca sueca volta a colocar a sustentabilidade no centro de uma coleção ambiciosa, que combina a originalidade do design com materiais sem qualquer origem animal. A Máxima foi a Paris acompanhar a mudança.

05 de novembro de 2021 Rosário Mello e Castro

Na Moda, como em todas as indústrias poluentes, nada poderá ficar como antes e há muito que a H&M o sabe. Enquanto na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, em Glasgow, se media a temperatura aos vários líderes mundiais, a marca sueca deu mais um passo em direção ao futuro onde todos queremos chegar. "Há muito tempo que não via tantas empresas entusiasmadas em trabalhar em conjunto para superar os desafios sustentáveis que temos pela frente," disse-nos Leyla Ertur, responsável pela estratégia de sustentabilidade do grupo, que falou aos jornalistas precisamente a partir da COP 16. Para Ertur, que trabalha há mais de duas décadas na empresa e passou por vários países "a mudança cultural é enorme e hoje a sustentabilidade é parte integrante do que fazemos", o que implica constante inovação, formação e investigação.

H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M
H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M

É neste contexto que surgem iniciativas como a série Innovation Stories, que a H&M apresentou no início de 2021 como uma nova forma de pensar a Moda e a sustentabilidade através da promoção de materiais, tecnologias e processos mais amigos do ambiente. Desta vez, a atenção vira-se para a proteção dos animais e, por isso a última coleção explora formas de encontrar alternativas a materiais de origem animal, como é o caso do impressionante VEGEA, um substituto de origem vegetal às peles de animais ou criadas com combustíveis fósseis.

H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M
H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M

Dispostas como obras de arte na industrial Sid Lee Gallery, na rue de Paradis, em Paris, as peças que fazem parte da linha Co-Exist são uma lufada de ar fresco. A linha foi aprovada pela PETA e é totalmente vegan, para além de gritar juventude e originalidade com referências aos anos 90, néons e vestidos com várias texturas. Leyla Ertur explica que esta coleção é um passo entre muitos, numa ação continuada e constante que simboliza a vontade da H&M liderar a mudança num Mundo com recursos limitados e que precisa de uma Moda mais transparente e responsável. A começar por marcas como esta.

H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M
H&M Innovation Co-exist Story
H&M Innovation Co-exist Story Foto: H&M

Co-Exist é o terceiro capítulo da série depois do lançamento de Science Story, em fevereiro, uma celebração de novos e inesperados materiais, como o Desserto, uma alternativa à pele feita à base de plantas; e de Colour Story, em março, que explorou formas sustentáveis de trabalhar a cor, usando técnicas como a biotecnologia ou a impressão digital de tecidos para criar peças cheias de vida. A mesma que se quer preservar através de escolhas que nos aproximem da Natureza.

Saiba mais
H&M, Mudanças Climáticas, PETA, Glasgow, Leyla Ertur, Innovation Co-exist Story, Moda, ciência e tecnologia, economia, negócios e finanças, crime, lei e justiça, ambiente, indústria transformadora
As Mais Lidas