#ficaemcasa

Diários da pandemia: a primeira pessoa que Cleo Tavares quer abraçar

A atriz também contou à Máxima o que tem lido nesses dias de confinamento e partilhou o primeiro restaurante onde quer ir assim que reabrir.
Por Aline Fernandez, 21.05.2020

Qual o espaço da casa que tem sido o seu refúgio?

O meu quarto.

O que tem lido nestes dias? 

Tenho lido Beloved, da Toni Morrison, e Pele Negra, Máscaras Brancas, do Frantz Fanon.

Quais as séries que aproveitou para ver? 

Aproveitei para ver Insecure.

Qual o filme que viu durante a quarentena e adorou? 

O Cinema Paraíso.

Qual a música que tem embalado os seus dias em casa? 

Tenho ouvido muitos mantras e o Krioula, do Dino d’Santiago.

Do que achou que não ia sentir falta, mas está a sentir?

Não houve nada que pensasse que não me ia fazer falta. Mas percebi o quão essenciais certas coisas são para a minha existência mais plena.

O primeiro lugar onde vai após o fim do isolamento?

Vou a casa da minha mãe.

A primeira pessoa a quem vai dar abraços e beijinhos?

A minha avó.

O primeiro restaurante onde quer ir assim que abrir?

Quero ir ao Siesta, em Algés [Lisboa].

A primeira viagem que vai querer fazer…

A Cabo Verde.

Se pudesse voltar no tempo, o que faria antes de começar a quarentena?

Teria feito um grande jantar com todas as pessoas que me aquecem o coração.

Tags: cleo tavares pandemia coronavírus covid-19 quarentena confinamento isolamento
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!