Celebridades

"Caso" Prozis. De Jessica Athayde a Marta Melro, rostos da marca cancelam parcerias

Além destas, também Diana Monteiro e Rita Belinha cancelaram a parceria com a Prozis, depois do fundador, Miguel Milhão, publicar uma frase no LinkdIn dando a entender que era a favor da proibição do aborto nos EUA. Será só o início de uma pequena revolução?

Foto: D.R
28 de junho de 2022 Ana Filipa Damião

Miguel Milhão, CEO e fundador da Prozis, empresa de nutrição desportiva, usou as redes sociais para expressar a sua opinião sobre a proibição do aborto nos Estados Unidos. Foi o que bastou para que instalasse a polémica, sobretudo para seguidores e compradores da marca, que deram logo conta desta declaração, favorável à proibição do aborto: "Parece que os bebés por nascer recuperaram os seus direitos nos EUA! A natureza está a recuperar!", escreveu Milhão na página do LinkedIn. Dias antes, a 24 de junho, o Supremo Tribunal dos EUA retirou da Constituição norte-americana o direito ao aborto, deixando o futuro de várias mulheres e jovens em risco, no que toca a este direito. 

"Acaba hoje a minha colaboração com a Prozis. E continua hoje e sempre o meu posicionamento público ao lado das mulheres, dos seus direitos e da sua saúde. E todas as vozes vão ser necessárias neste momento tão grave em que o mundo regride à frente dos nossos olhos. Posicionem-se e usem a vossa voz", pode ler-se na publicação de Jessica Athayde, uma das atrizes que publicitava a marca.

Rita Belinha, repórter da RTP, foi das primeiras a terminar a sua parceria com a Prozis. "Para mim isto não é uma questão de opinião. É como trabalhar com um racista ou um homofóbico. Não muda muito", escreveu, numa publicação no Instagram.


Diana Monteiro, atriz, cantora e embaixadora da marca há seis anos, pôs também um ponto final ao contrato que tinha com a marca. "É o fim de uma era para mim, mas o meu coração e os meus valores falam mais alto", escreveu na mesma rede social.

Marta Melro também usou as redes para demonstrar o seu desconforto com a atual situação. Numa história, Melro informou simplesmente que já não seria embaixadora da marca.

Insta Story de Jessica Athayde sobre a posição de Miguel Milhão
Insta Story de Jessica Athayde sobre a posição de Miguel Milhão Foto: Instagram de Jessica Athayde

Tânia Argent, influencer na área da Moda e beleza, despediu-se da empresa com um longo texto.

"Tenho muitas falhas, gosto de uma boa fofoca, sou crítica e as vezes tenho "mau feitio", mas há algo que não me podem acusar, que é ser incoerente ou ter falta de ética", começa por dizer. "Várias vezes já recusei parcerias por serem produtos que não acredito, ou que vão contra os meus princípios, independentemente de como isso me possa prejudicar financeiramente. Acredito que quando não somos honestos com os outros, também não o somos connosco próprios e a honestidade é a base de qualquer relação, por isso ela é a base da minha relação para com os meus seguidores. Após ter recebido logo de manhã o print da publicação do fundador e dono da Prozis a propósito do que se está a passar nos EUA relativamente ao aborto, eu senti que não poderia continuar a minha parceria com eles. Afinal a minha ética não está á venda", concluiu.

Saiba mais
celebridades, atualidade, aborto, Prozis, influencers portuguesas
As Mais Lidas