Celebridades

As mulheres da realeza que mudaram a História

Quebraram tradições, conseguiram feitos históricos, alteraram o rumo da realeza. Quem são as mulheres da realeza que marcaram (e marcam) a diferença?

07 de julho de 2020 | Rita Silva Avelar
São mulheres, membros das mais importantes famílias reais do mundo e protagonistas de pequenas, grandes mudanças sociais. Um desses exemplos é a princesa Diana, que desde sempre contrariou várias tradições reais e dedicou a sua vida a iniciativas de solidariedade em países como Angola, Bósnia ou Zimbabué. O mesmo aconteceu com Grace do Mónaco, que fundou o hospital Princess Grace Hospital, Rania da Jordânia, que trabalha com a UNICEF desde 2007, ou Letizia de Espanha que em 2015 fez a sua primeira viagem solidária sozinha. Quanto a Meghan Markle, o mais recente membro da realeza britânica também marca pela diferença com as suas quebras de protocolo no que toca à roupa e à segurança. A duquesa é frequentemente comparada à Princesa Diana pelas iniciativas sociais e pelas parecenças inegáveis com a mãe do Príncipe Harry.

Conheça na fotogaleria em cima mais mulheres da realeza que mudaram a História.
Meghan Markle | A Duquesa de Sussex tem sido várias vezes comparada à Princesa Diana por ter quebrado o protocolo real, pela sua humildade e também pelas várias iniciativas sociais em que se envolve.
1 de 30 Meghan Markle | A Duquesa de Sussex tem sido várias vezes comparada à Princesa Diana por ter quebrado o protocolo real, pela sua humildade e também pelas várias iniciativas sociais em que se envolve.
Meghan Markle | Desde os seus tempos de atriz, antes de ser duquesa, Meghan já falara várias vezes de feminismo e igualdade de género.
2 de 30 Meghan Markle | Desde os seus tempos de atriz, antes de ser duquesa, Meghan já falara várias vezes de feminismo e igualdade de género.
Princesa Diana | A princesa de Gales quebrou várias tradições reais, sempre em nome de um pensamento atual e contra os hábitos estabelecidos na realeza britânica.
3 de 30 Princesa Diana | A princesa de Gales quebrou várias tradições reais, sempre em nome de um pensamento atual e contra os hábitos estabelecidos na realeza britânica.
Princesa Diana | Enquanto membro da realeza, aliou-se a instituições e iniciativas de solidariedade, visitou doentes em hospitais, viajou para países como África do Sul, Angola, Índia, Brasil, Argentina, Bósnia, Paquistão ou Zimbabué ‒ onde as comunidades eram pobres e careciam de visibilidade ou conforto, como na emblemática visita às vítimas africanas das explosões das minas terrestres. Tudo isso lhe valeu o “título” de Princesa do Povo, por estar tão próxima das pessoas.
4 de 30 Princesa Diana | Enquanto membro da realeza, aliou-se a instituições e iniciativas de solidariedade, visitou doentes em hospitais, viajou para países como África do Sul, Angola, Índia, Brasil, Argentina, Bósnia, Paquistão ou Zimbabué ‒ onde as comunidades eram pobres e careciam de visibilidade ou conforto, como na emblemática visita às vítimas africanas das explosões das minas terrestres. Tudo isso lhe valeu o “título” de Princesa do Povo, por estar tão próxima das pessoas.
Princesa Diana | Foi ainda presidente dos hospitais Great Ormond Street e Royal Marsden, ambos em Londres e especializados no tratamento do cancro.
5 de 30 Princesa Diana | Foi ainda presidente dos hospitais Great Ormond Street e Royal Marsden, ambos em Londres e especializados no tratamento do cancro.
ISABEL II | Os mais próximos chamam-na de Lilibeth e o seu nome completo é Elizabeth Alexandra Mary.
6 de 30 / Rainha Isabel II ISABEL II | Os mais próximos chamam-na de Lilibeth e o seu nome completo é Elizabeth Alexandra Mary.
Rainha Isabel II | A sua coroação, aos 25 anos, foi a primeira a passar na televisão (27 mil pessoas assistiram pela TV à cerimónia no Reino Unido e 11 milhões ouviram pela rádio), foi a primeira rainha da Inglaterra a enviar um e-mail.
7 de 30 / Rainha Isabel II no Palácio de Buckingham Rainha Isabel II | A sua coroação, aos 25 anos, foi a primeira a passar na televisão (27 mil pessoas assistiram pela TV à cerimónia no Reino Unido e 11 milhões ouviram pela rádio), foi a primeira rainha da Inglaterra a enviar um e-mail.
Rainha Isabel II | Durante a II Guerra Mundial fez parte do Auxiliary Territorial Service, a parte feminina da armada britânica.
8 de 30 / Rainha Isabel II Rainha Isabel II | Durante a II Guerra Mundial fez parte do Auxiliary Territorial Service, a parte feminina da armada britânica.
Rania da Jordânia | Rânia da Jordânia é uma das rainhas da atualidade mais admiradas. Foi a primeira rainha com Twitter (onde tem hoje mais de 10 milhões de seguidores) e está na lista das mulheres mais poderosas da revista Forbes.
9 de 30 Rania da Jordânia | Rânia da Jordânia é uma das rainhas da atualidade mais admiradas. Foi a primeira rainha com Twitter (onde tem hoje mais de 10 milhões de seguidores) e está na lista das mulheres mais poderosas da revista Forbes.
Rania da Jordânia | Ativista, dedica boa parte do tempo a defender os direitos humanos e dos animais: é Defensora Eminente da UNICEF desde 2007 e Presidente Mundial Honorária das Nações Unidas para a Educação das Mulheres.
10 de 30 Rania da Jordânia | Ativista, dedica boa parte do tempo a defender os direitos humanos e dos animais: é Defensora Eminente da UNICEF desde 2007 e Presidente Mundial Honorária das Nações Unidas para a Educação das Mulheres.
Rania da Jordânia | Em 2013, entregou um prémio a Malala, a jovem paquistanesa que foi atingida com um tiro na cabeça por defender a educação feminina.
11 de 30 / Rainha Rania da Jordânia Rania da Jordânia | Em 2013, entregou um prémio a Malala, a jovem paquistanesa que foi atingida com um tiro na cabeça por defender a educação feminina.
Letizia de Espanha | Foi jornalista, profissão que acabou por abandonar mais cedo do que pensava quando começou a ser apontada pelos espanhóis como possível noiva de Filipe VI de Espanha.
12 de 30 Letizia de Espanha | Foi jornalista, profissão que acabou por abandonar mais cedo do que pensava quando começou a ser apontada pelos espanhóis como possível noiva de Filipe VI de Espanha.
Letizia de Espanha | Amada por uns e odiada por outros, Letizia era uma mulher de esquerda afastada de importantes instituições em Espanha como a Igreja Católica, os militares e a monarquia, e precisou de conquistar um lugar na coroa espanhola.
13 de 30 / Letizia de Espanha Letizia de Espanha | Amada por uns e odiada por outros, Letizia era uma mulher de esquerda afastada de importantes instituições em Espanha como a Igreja Católica, os militares e a monarquia, e precisou de conquistar um lugar na coroa espanhola.
Letizia de Espanha | Em 2015, Letizia fez a sua primeira viagem de cooperação humanitária às Honduras e a El Salvador e em 2017 foi sozinha (e pela primeira vez) às cidades de Dakar e Ziquinchor. O seu envolvimento em causas solidárias tem, ainda assim, vincado o seu papel na monarquia espanhola. Entre as causas que mais apoia estão as relacionadas com doenças raras, a educação e a alimentação.
Foto: Getty Images
14 de 30 / Letizia de Espanha Letizia de Espanha | Em 2015, Letizia fez a sua primeira viagem de cooperação humanitária às Honduras e a El Salvador e em 2017 foi sozinha (e pela primeira vez) às cidades de Dakar e Ziquinchor. O seu envolvimento em causas solidárias tem, ainda assim, vincado o seu papel na monarquia espanhola. Entre as causas que mais apoia estão as relacionadas com doenças raras, a educação e a alimentação.
Kate, Duquesa de Cambridge | Desde que se casaram, em 2011, Kate e William têm levado a cabo iniciativas solidárias nas mais variadas áreas, da educação à alimentação.
15 de 30 Kate, Duquesa de Cambridge | Desde que se casaram, em 2011, Kate e William têm levado a cabo iniciativas solidárias nas mais variadas áreas, da educação à alimentação.
Antes de se tornar princesa, quando estudava na universidade, Kate já havia estado no Chile numa missão humanitária com crianças.
16 de 30 Antes de se tornar princesa, quando estudava na universidade, Kate já havia estado no Chile numa missão humanitária com crianças.
Kate, Duquesa de Cambridge | O fundo Royal Wedding Charity Fund pertence aos duques de Cambridge e ajuda várias instituições mundiais ligadas a crianças e jovens, como a BeatBullying, a UNICEF ou a Teenage Cancer Trust. Foi a primeira a mostrar de forma aberta a filha Charlotte após o seu batismo – até aí a cerimónia era exclusiva da família real britânica.
17 de 30 Kate, Duquesa de Cambridge | O fundo Royal Wedding Charity Fund pertence aos duques de Cambridge e ajuda várias instituições mundiais ligadas a crianças e jovens, como a BeatBullying, a UNICEF ou a Teenage Cancer Trust. Foi a primeira a mostrar de forma aberta a filha Charlotte após o seu batismo – até aí a cerimónia era exclusiva da família real britânica.
Grace do Mónaco | Grace Kelly tornou-se membro da realeza quando casou com Rainier III, Príncipe Soberano do Mónaco.
18 de 30 Grace do Mónaco | Grace Kelly tornou-se membro da realeza quando casou com Rainier III, Príncipe Soberano do Mónaco.
Grace do Mónaco | Dedicou a sua vida ao trabalho solidário com instituições, hospitais, orfanatos, entre outros, angariando fundos e oferecendo-lhes uma voz. Em 1959, tornou-se presidente da sociedade humanitária Monaco Red Cross e fundou o hospital Princess Grace Hospital.
19 de 30 Grace do Mónaco | Dedicou a sua vida ao trabalho solidário com instituições, hospitais, orfanatos, entre outros, angariando fundos e oferecendo-lhes uma voz. Em 1959, tornou-se presidente da sociedade humanitária Monaco Red Cross e fundou o hospital Princess Grace Hospital.
Grace do Mónaco | Depois da sua morte, o príncipe Rainier deu continuidade à Princess Grace Foundation, que ajuda várias instituições em todo o mundo.
20 de 30 / Grace Kelly, 1956 Grace do Mónaco | Depois da sua morte, o príncipe Rainier deu continuidade à Princess Grace Foundation, que ajuda várias instituições em todo o mundo.
Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | As irmãs Caroline e Stéphanie seguiram as pisadas da mãe, Grace do Mónaco, e têm-se dedicado a várias causas humanitárias.
21 de 30 Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | As irmãs Caroline e Stéphanie seguiram as pisadas da mãe, Grace do Mónaco, e têm-se dedicado a várias causas humanitárias.
Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | Caroline faz parte da organização sem fins lucrativos AMADE Mondiale, fundada por Grace, para ajudar crianças em todo o mundo.
22 de 30 Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | Caroline faz parte da organização sem fins lucrativos AMADE Mondiale, fundada por Grace, para ajudar crianças em todo o mundo.
Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | Stéphanie tem-se empenhado na luta contra a Sida, dando frequentemente palestras sobre a doença em fóruns mundiais.
23 de 30 Princesas Caroline e Stephanie do Mónaco | Stéphanie tem-se empenhado na luta contra a Sida, dando frequentemente palestras sobre a doença em fóruns mundiais.
Rainha Silvia da Suécia | Fundou a World Childhood Foundation, uma organização internacional dedicada à promoção e defesa dos direitos da infância.
24 de 30 Rainha Silvia da Suécia | Fundou a World Childhood Foundation, uma organização internacional dedicada à promoção e defesa dos direitos da infância.
Rainha Silvia da Suécia | Através desta associação - na qual a sua filha mais nova, a Princesa Madalena, também tem um papel ativo - a Rainha da Suécia apoia as causas do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes.
25 de 30 Rainha Silvia da Suécia | Através desta associação - na qual a sua filha mais nova, a Princesa Madalena, também tem um papel ativo - a Rainha da Suécia apoia as causas do abuso e da exploração sexual de crianças e adolescentes.
Rainha Silvia da Suécia | De crianças de rua a mães adolescentes, a World Childhood Foundation apoia todas as faixas etárias que passam por estas dificuldades.
26 de 30 Rainha Silvia da Suécia | De crianças de rua a mães adolescentes, a World Childhood Foundation apoia todas as faixas etárias que passam por estas dificuldades.
Princesa Beatrice de York | Beatrice é a filha mais velha do príncipe Andrew, duque de Iorque, e de Sara Ferguson.
27 de 30 Princesa Beatrice de York | Beatrice é a filha mais velha do príncipe Andrew, duque de Iorque, e de Sara Ferguson.
Princesa Beatrice de York | Em 2016, completou uma prova de triatlo – que envolvia correr meia-maratona, nadar durante dois quilómetros, percorrer 87 milhas de bicicleta e escalar uma montanha para angariar dinheiro destinado à Big Change, uma organização social que ajuda jovens com dificuldades.
28 de 30 Princesa Beatrice de York | Em 2016, completou uma prova de triatlo – que envolvia correr meia-maratona, nadar durante dois quilómetros, percorrer 87 milhas de bicicleta e escalar uma montanha para angariar dinheiro destinado à Big Change, uma organização social que ajuda jovens com dificuldades.
Princesa Eugenie | É a filha mais nova do príncipe Andrew e é uma voz ativa em relação a várias causas sociais.
29 de 30 Princesa Eugenie | É a filha mais nova do príncipe Andrew e é uma voz ativa em relação a várias causas sociais.
Princesa Eugenie | Trabalha com a associação Salvation Army que angaria fundos para a construção de casas destinadas a quem passou por situações de escravatura ou tráfico humano.
30 de 30 Princesa Eugenie | Trabalha com a associação Salvation Army que angaria fundos para a construção de casas destinadas a quem passou por situações de escravatura ou tráfico humano.
Saiba mais William, Diana, Kate, Princesa de Gales, Rania da Jordânia, Letizia de Espanha, Princesa do Povo, Rainha Isabel II, Rainha Isabel II, Grace do Mónaco, Rainha Silvia da Suécia, Grace do Mónaco, Beatrice de York, UNICEF, hospital Princess Grace Hospital, Meghan Markle
Relacionadas

A rainha veste Zara

Rania da Jordânia escolheu umas calças largas em chiffon para uma entrega de prémios no Dubai. A peça da Zara custa €29,95 e ainda está disponível nas lojas.

Mais Lidas
Realeza As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.