Celebridades

As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.

Rei Juan Carlos numa festa, em 1961.
Rei Juan Carlos numa festa, em 1961. Foto: Getty Images
05 de agosto de 2020 | Rita Silva Avelar

O rei emérito Juan Carlos I casou com Sofia da Grécia a 14 de maio de 1962: ela tinha 23, ele 24 anos. Mas a 19 de junho de 2014, data em que abdicou do seu reinado, surgiram à tona notícias de vários dos seus romances, alguns dos quais voltaram a ser referenciados no livro "O rei dos 5.000 mil amantes", escrito por Amadeo Martinez Inglés, um coronel aposentado, publicado em 2017. A verdade é que, à medida que o tempo passa, mais segredos acerca dos amores ilícitos de Juan Carlos são revelados.

María Gabriela de Saboya, filha do último Rei de Itália, Humberto II, foi o primeiro grande amor de Juan Carlos. Conheceram-se durante o exílio da família real espanhola no Estoril, onde o rei Juan Carlos passou grande parte da adolescência, mas era uma relação que não agradava a Francisco Franco, que parece ter sido o responsável pelo seu fim.

Uma das primeiras amantes que o rei teve, conforme publicado pelo autor, foi a atriz e cantora Sara Montiel, quando já era casado com Sofia da Grécia. Isto aconteceu em 1976, quando foi descoberto pela Rainha, e a partir daí várias mulheres fizeram parte na sua vida íntima. Ao que parece, nos anos setenta, também não resistiu ao encanto da italiana Raffaela Carrá.

Sara Montiel, uma das primeiras amantes do rei.
Sara Montiel, uma das primeiras amantes do rei. Foto: Getty Images

No livro acima referido, encontra-se também o nome da atriz espanhola Barbara Rey, com quem se menciona que o rei emérito terá tido um caso nos anos noventa, e que o terá chantageado, pedindo-lhe dinheiro para não revelar a relação. A decoradora Marta Gayá é outro dos nomes que fazem parte da famosa lista de amigas íntimas do rei, e a imprensa espanhola assegura que foi ela o grande amor da sua vida. Conheceram-se através de amigos mútuos.

No livro
No livro "O rei dos 5.000 mil amantes", escrito por Amadeo Martinez Inglés, surge o nome da atriz espanhola Barbara Rey. Foto: Getty

Um dos casos amorosos mais conhecidos aconteceu com a belga Liliane Sartiau, que Juan Carlos conheceu aos 18 anos e com quem terá mantido um romance durante vários anos. Suspeita-se, até hoje sem provas dadas (embora as semelhanças físicas sejam evidentes) que o rei tenha tido uma filha ilegítima com Sartiuau, chamada Ingrid Sartiau, que se deu a conhecer em 2012. Ao El Mundo, disse que não queria dinheiro, só que o pai assumisse a paternidade e Espanha a aceitasse.

Mais recentemente, a exposição de um dos seus casos amorosos teve outras repercussões na sua vida, sobretudo na esfera financeira, e pode até ter sido essa uma das razões que levaram ao exílio do rei emérito. É que a empresária alemã Corinna zu Sayn-wittgenstein, mais conhecida como Corinna Larsen, que Juan Carlos conheceu em 2004 durante uma caçada em La Garganta (uma propriedade do Duque de Westminster) revelou os alegados milhões escondidos em contas na Suíça.

Corinna zu Sayn-wittgenstein, a mulher que revelou os milhões endereçados a Juan Carlos que não passaram por Espanha.
Corinna zu Sayn-wittgenstein, a mulher que revelou os milhões endereçados a Juan Carlos que não passaram por Espanha. Foto: Getty Images

O caso só seria exposto quando o rei caiu durante uma caçada de elefantes no Botswana, em 2012. Foi inclusive Corinna que revelou que a empresária valenciana Sol Bacharach foi amante de Juan Carlos.

A Rainha Sofia, hoje com 82 anos, sempre se manteve discreta em relação aos casos extraconjugais do marido, e nunca falou publicamente sobre a sua vida amorosa, mas nunca escondeu uma certa tristeza, que aliás paira há décadas sobre si. Presume-se que, com o pedido de exílio do rei emérito, Sofia tome a decisão de ficar no Palácio de Zarzuela, junto do filho, da nora e das netas, mantendo as suas funções institucionais.

Saiba mais Sofia da Grécia, Juan Carlos I, Amadeo Martinez Inglés, Sayn-wittgenstein, Barbara Rey, Corinna Larsen, Sara Montiel, Rainha Sofia, Rainha Sofia, Rei Juan Carlos, Amantes do Rei, Realeza, Casos amorosos realeza
Relacionadas

Os maiores escândalos da história da realeza

Do mais recente exílio de Juan Carlos, que pode por em causa a monarquia à polémica sexual em torno do príncipe Andrew sobre o envolvimento com o caso Epstein, eis os escândalos que abalaram as monarquias europeias.

A mulher que fez a ¡HOLA!

Tudo começou com tesoura, cola e sonhos manejados à volta de uma mesa por uma jovem espanhola que queria mostrar a espuma da vida. Mercedes Junco Calderón acabou por criar um império editorial.

Mais Lidas
Celebridades O outro lado de Joana Aguiar

Atriz, estudante de gestão e modelo, Joana Aguiar dá cartas na televisão e no cinema portugueses. Por aqui, mostra um lado mais camaleónico que tanto aprecia na profissão, e uma atitude edgy que não se disfarça: ou se tem, ou não se tem.