Beleza / Tendências

Mais de 1 000 pessoas estão em lista de espera para este corte de cabelo

Kate Moss e Barbra Streisand são algumas das celebridades que não dispensam o Power Hair, o corte de cabelo de luxo que promete transformar cada fio. Fomos descobrir como.

22 de junho de 2020 | Vitória Amaral

É já esta semana que o salão de cabeleireiro de luxo de Julien Farel reabre no número 540 da Park Avenue, em Manhattan, após várias semanas de confinamento. Com uma lista de espera que já ultrapassa as 1 000 pessoas, Farel é conhecido por ser o criador do Power Hair, um corte de cabelo que custa 1 000 dólares (equivalente a cerca de 882,50 euros) e o seu estilo mais popular entre modelos e estrelas de Hollywood como Kate Moss, Salma Hayek, Barbra Streisand e Olivia Palermo.

Feito pelo próprio Farel durante uma hora, o Power Hair é um método de corte fio a fio, de forma a manter o cabelo o mais saudável possível sem comprometer o seu comprimento. Com esta técnica minuciosa baseada também na forma do rosto, Farel explicou numa entrevista à Harper’s Bazaar norte-americana que o Power Hair pode melhorar visivelmente a imagem de uma pessoa e influenciar até o seu desempenho profissional.

Como todos os salões que lentamente regressaram ao normal depois da quarentena, os funcionários e clientes serão obrigados a usar máscaras protetoras, controlar a temperatura e lavar as mãos. Mas num salão de luxo como o de Julien Farel, os telefones e copos serão constantemente limpos e os clientes só poderão manter a carteira consigo durante o serviço se a colocarem num saco de plástico. Os funcionários usarão luvas e as cadeiras na sala de espera serão reorganizadas, garantindo a distância de segurança. De acordo com Suelyn Farel, mulher do cabeleireiro e CEO da empresa, 50 dos 150 funcionários retornarão ao trabalho em turnos mais longos, dadas as semanas de férias não remuneradas.

Apesar de todas estas restrições, a longa lista de espera de Julien Farel é a prova de que estas não são um impedimento para os mais ricos. Enquanto todas as medidas de segurança são implementadas, Farel trabalha no bairro dos Hamptons, perto de Nova Iorque, desde o final de maio, onde tem cortado cabelos ao domicílio durante a quarentena, só que com o dobro das taxas. Embora seja possível cortar o cabelo no seu salão com um cabeleireiro menos experiente a partir de 160 dólares (o que equivale a 141,27 euros), este serviço doméstico excecional é exclusivamente realizado por Farel.

Numa entrevista à Bloomberg, o hairstylist mostrou que na sua scooter Vespa leva um pouco de tudo: tesouras, escovas, ferros de alisar e encaracolar, secados de cabelo e ganchos, sem faltarem as luvas, máscaras e desinfetante. Em tempos de pandemia, segundo o cabeleireiro, o que os clientes mais pedem é que o serviço seja feito na rua, que Farel venha sozinho e que use luvas (alguns até lhe dão as suas próprias luvas e máscara para garantir que não foram usadas em outro lugar).

A equipa de Julien Farel com a socialite Olivia Palermo
Foto: Instagram @julienfarel
1 de 3 A equipa de Julien Farel com a socialite Olivia Palermo
A cantora Barbra Streisand e Julien Farel
Foto: Instagram @julienfarel
2 de 3 A cantora Barbra Streisand e Julien Farel
Julien Farel e o tenista Rafael Nadal
Foto: Instagram @julienfarel
3 de 3 Julien Farel e o tenista Rafael Nadal
Saiba mais corte de cabelo, cabeleireiro, cabelos, salão, Nova Iorque, Power Hair
Relacionadas
Mais Lidas