Atual

Novo livro da Assouline viaja por 150 anos da botica mais tradicional do Brasil

Fundada por um português em 1870, clientes ilustres como o Imperador Dom Pedro II frequentavam a farmácia, que se tornou a fornecedora oficial da corte brasileira.

25 de março de 2020 | Aline Fernandez

Reconhecida em todo mundo por criar livros que são verdadeiras objetos de design, a editora de luxo Assouline publicou ao longo dos seus trinta anos de história mais de 1500 títulos, alguns dedicados a marcas tão significativas como a Chanel ou a Dior. O novo lançamento em terras lusitanas conta a história da Granado, a marca de cosméticos fundada em 1870 no Brasil pelo português José António Coxito Granado.

A relação entre os dois países é contada ao detalhe pelo jornalista carioca Hermés Galvão, que traça a cronologia da origem da marca e como o seu desenvolvimento se cruza com o da cidade do Rio de Janeiro. A Granado foi pioneira na manipulação de extratos vegetais de plantas, ervas e flores para a fabricação de cosméticos e medicamentos no Brasil, a primeira a fabricar sabonete com glicerina 100% natural e também a primeira empresa de beleza a suspender testes em animais no Brasil, em 2006.

Nos primeiros anos de funcionamento, a ‘pharmácia’ manipulava produtos com botânicos cultivados na quinta do seu fundador, e também importava produtos da Europa, adaptando as suas fórmulas às necessidades dos brasileiros. A sua eficácia logo chamou a atenção da Coroa brasileira e a marca tornou-se um dos fornecedores oficiais da corte. Em 1880, Dom Pedro II conferiu à Granado o título de Farmácia Oficial da Família Imperial Brasileira.

Anos mais tarde, em 1903, João Bernardo Granado, irmão do fundador, criou o polvilho antissético, um pó de talco desodorizante para os pés, o produto mais antigo usado desde a família real da época a Pelé. Mesmo 117 anos depois, a sua fórmula – que teve registo aprovado pelo médico, cientista e especialista em saúde pública brasileiro Oswaldo Cruz – permanece inalterada.

A carregar o vídeo ...

Ao longo dos anos, a qualidade dos produtos de origem vegetal de eficácia comprovada manteve-se e, além dos produtos-chave, brilham linhas exclusivas, como a Vintage, Barbearia e Pink. "A família deixou um acervo enorme com toda a história da empresa, com embalagens, revistas, cartas… E a gente decidiu preservar tudo isso", contou à Máxima o britânico Christopher Freeman, que comprou a marca em 1994 e assumiu o comando de uma empresa centenária. Transformou-a numa das maiores companhias de beleza e higiene pessoal do Brasil, incluindo uma nova linha bebé e pet, com uma faturação de cerca de €105 milhões e expetativa de crescer mais 15% este ano. "Pouco a pouco esses documentos viraram inspiração para alguns produtos que vendemos hoje", completou o empresário que esteve em Lisboa. E nada como a aproximação de uma data especial para o lançamento deste livro. "Poucas empresas no mundo chegam aos 150 anos", reforça orgulhoso o diretor-presidente.

Mantendo o histórico familiar da empresa, a filha de Christopher, Sissi Freeman, atual diretora de marketing e vendas, juntou-se ao pai e ajudou-o a pensar nos projetos para celebrar a data. Decidiram por fim partilhar com todos e mostrar esse acervo num livro. A ideia já existia, mas aumentou quando Sissi estava em Paris e encontrou Alexandre, o filho de Prosper Assouline, cofundador da editora. "Antes disso o jornalista Bruno Astuto, que escreveu o prefácio [do livro Granado], disse-me: ‘Vocês deviam fazer um livro com eles!’", detalhou Sissi, que estava a caminho da Cidade Luz. Depois desse encontro, Christopher foi a Nova Iorque encontrar-se com Martine Assouline, a mulher de Prosper e a cofundadora da editora, e ela interessou-se. "Foi engraçado porque ela chamou uma assistente e perguntou se ela conhecia a Granado. ‘Claro que conheço! Estive no Rio na semana passada e trouxe de volta vários produtos para mim e para a minha família’", contou Freeman lembrando-se do momento.

Foi um processo de um ano até se chegar à publicação do livro de 221 páginas. "A gente queria mostrar o Rio, mas sem o olhar do estrangeiro deles, sem colocar muita praia e Copacabana. É um Rio mais com olhar carioca, ficou um equilíbrio bem bacana", confessa Sissi. A obra foi publicada em outubro no Rio de Janeiro e chegou este mês a Portugal. O livro Granado está disponível em português e em inglês no site da Assouline e, em Lisboa, na Livraria da Travessa e na Casa Pau-Brasil, no Príncipe Real. Além do livro, a Granado criou com os Correios do Brasil um selo comemorativo e uma exposição que conta os seus 150 anos de história no Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro.

Em 2016, a espanhola Puig – responsável pelas marcas de beleza da Carolina Herrera, Jean Paul Gaultier, Paco Rabanne e Christian Louboutin, para nomear alguns – comprou uma parte minoritária (35%) da Granado. No ano seguinte foi feita a inauguração da primeira loja conceito da marca no exterior, no número 21 da rue Bonaparte, em Paris – agora já são três lojas na capital francesa. Em Portugal, a Granado está presente na Casa Pau-Brasil de Lisboa e de Cascais. Pela Europa, a marca sempre esteve presente com lojas pop-up nas cidades de Atenas, Barcelona, Bolonha, Lausanne, Londres, Madri e Viena, mas está disponível online por todo o continente. No Brasil, a marca conta com 78 lojas próprias.

Além da Granado, a Perfumaria Phebo

A história da Phebo começou em 1930, quando os primos portugueses Antonio e Mario Santiago fundaram a perfumaria em Belém, no coração da Amazónia. Naquele mesmo ano desenvolveram o primeiro produto da marca, o sabonete Odor de Rosas. Foi uma inovação para a época (e em alguns lugares ainda é), porque o habitual era o sabão de coco, de cor branca e formato retangular. Contudo o sabonete da Phebo era oval, transparente e escuro, sua fragrância combinava essência de pau-rosa a mais de uma centena de outros ingredientes, como sândalo, cravo da Índia e canela de Madagascar. A ousadia viria a se tornar uma assinatura da marca, com produtos com alta concentração de fragrância. Em 2004, a Perfumaria Phebo foi adquirida pelo Grupo Granado e, até hoje, o sabonete Odor de Rosas é o produto-chave. A linha de produtos ampliou-se e inclui sabonetes, desodorizantes, hidratantes, colónias, perfumes, velas perfumadas e difusores de ambiente, que também pode encontrar em Lisboa na Casa Pau-Brasil ou através do site da marca na Europa.

Perfume Patchouli, 100 ml, €98, Phebo
1 de 35 Perfume Patchouli, 100 ml, €98, Phebo
Água de colónia Hortelã Verde, 260 ml, €72, Phebo
2 de 35 Água de colónia Hortelã Verde, 260 ml, €72, Phebo
Vela Basílico Roxo, 260 g, €49, Phebo
3 de 35 Vela Basílico Roxo, 260 g, €49, Phebo
Vela Cajueiro, 180 g, €42, Phebo
4 de 35 Vela Cajueiro, 180 g, €42, Phebo
Sabonete líquido Rosmarino, 500 ml, €28, Phebo
5 de 35 Sabonete líquido Rosmarino, 500 ml, €28, Phebo
Sabonete líquido de glicerina Raiz do Oriente, 320 ml, €11, Phebo
6 de 35 Sabonete líquido de glicerina Raiz do Oriente, 320 ml, €11, Phebo
Sabonete Néroli, 150 g, €7, Phebo
7 de 35 Sabonete Néroli, 150 g, €7, Phebo
Barra de sabonete Odor de Rosas, 90 g, €3,50, Phebo
8 de 35 Barra de sabonete Odor de Rosas, 90 g, €3,50, Phebo
9 de 35
Carioca, eau de toilette, 100 ml, €58, Granado
10 de 35 Carioca, eau de toilette, 100 ml, €58, Granado
Água de colónia Vetiver & Lavanda, 300 ml, €75, Granado
11 de 35 Água de colónia Vetiver & Lavanda, 300 ml, €75, Granado
Difusor Real, 500 ml, €115, Granado
12 de 35 Difusor Real, 500 ml, €115, Granado
Caixa de sabonetes Rótulos Vintage, €39, Granado
13 de 35 Caixa de sabonetes Rótulos Vintage, €39, Granado
Bola de sabonete Salomé, 200 g, €15, Granado
14 de 35 Bola de sabonete Salomé, 200 g, €15, Granado
Creme nutritivo glicerina Amêndoa, 60 g, €12, Granado
15 de 35 Creme nutritivo glicerina Amêndoa, 60 g, €12, Granado
Manteiga corporal Chá Branco, 200 g, €24, Granado
16 de 35 Manteiga corporal Chá Branco, 200 g, €24, Granado
Creme para mãos Gengibre, 50 ml, €8, Granado
17 de 35 Creme para mãos Gengibre, 50 ml, €8, Granado
Bálsamo labial Goiaba, 13 g, €10, Granado
18 de 35 Bálsamo labial Goiaba, 13 g, €10, Granado
Condicionador Castanha do Brasil, 180 ml, €12, Granado
19 de 35 Condicionador Castanha do Brasil, 180 ml, €12, Granado
Champô Castanha do Brasil, 180 ml, €11, Granado
20 de 35 Champô Castanha do Brasil, 180 ml, €11, Granado
Gel protetor de calos e bolhas Pink, 45 g, €24, Granado
21 de 35 Gel protetor de calos e bolhas Pink, 45 g, €24, Granado
Talco cremoso antisséptico Pink, 100 g, €14, Granado
22 de 35 Talco cremoso antisséptico Pink, 100 g, €14, Granado
Gel relaxante anticansaço Sport, 120 g, €19, Granado
23 de 35 Gel relaxante anticansaço Sport, 120 g, €19, Granado
Desodorizante para os pés Fresh, 100 ml, €14, Granado
24 de 35 Desodorizante para os pés Fresh, 100 ml, €14, Granado
Polvilho antisséptico, 200 g, €14, Granado
25 de 35 Polvilho antisséptico, 200 g, €14, Granado
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
26 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
27 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
28 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
29 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
30 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
31 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
32 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
33 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
34 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, edição especial (35 x 26 cm), €175, Editora Assouline
‘Granado’, 221 páginas, versão tradicional (33 x 25 cm), €85, Editora Assouline
35 de 35 ‘Granado’, 221 páginas, versão tradicional (33 x 25 cm), €85, Editora Assouline
Saiba mais livro, Assouline, Granado, 150 anos, Brasil, Phebo, beleza, cosmético, Christopher Freeman, Casa Pau-Brasil, Puig
Relacionadas

Se está em casa, vá ao museu!

A atual pandemia impôs restrições como muitos de nós nunca vimos. Entre elas o fecho de inúmeras instituições culturais. Mas o facto de vivermos na era digital traz novas soluções e, enquanto a porta do museu se fecha, abrem-se muitas janelas online.

Harper’s Bazaar, a homenagem a uma lenda em papel

A reabertura das renovadas galerias de moda do Museu das Artes Decorativas, em Paris, é celebrada com uma exposição que revive a história dos 153 anos da Harper’s Bazaar americana, a mais antiga revista de moda.

Mais Lidas