Atual

Inspiração globetrotter, as exposições que destacamos em novembro

Diferentes cidades, países e zonas do mundo inspiram exposições com a sua história e cultura. Em novembro traçamos um roteiro multicultural que une Arte e Geografia recheado de boas sugestões.

02 de novembro de 2018 | Carolina Carvalho

Rússia

Depois da revolução de 1917, a cidade de Vitebsk (na antiga URSS e atual Bielorrússia) tornou-se um epicentro artístico quando, em 1918, Marc Chagall (que era judeu e com o novo regime político conseguiu cidadania russa) se tornou Comissário para as Belas-Artes daquela região. O artista abriu uma escola de arte, onde nomes como Malevich e El Lissitzky lecionaram. A exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922 conta a história deste período e reúne 120 obras de arte e documentos oriundos de museus e coleções privadas até 6 de janeiro de 2019, no Jewish Museum, em Nova Iorque (em parceria com o Centro Pompidou de Paris).

 

Holanda

A exposição In Praise of Painting ? Dutch Masters at The Met transporta os visitantes para a Holanda do século XVII através das obras de pintores holandeses como Rembrandt, Vermeer e Hals. Bastou ao Metropolitan Museum de Nova Iorque procurar entre a sua própria coleção para encontrar uma série de quadros conceituados. Cerca de 65 obras estão organizadas por tema e podem ser visitadas entre 16 de outubro a 4 de outubro de 2020.

 

Paris

No Museo Reina Sofia (em Madrid), a exposição París Pese a todo ? Artistas Estranjeros, 1944 - 1968 presta homenagem a uma série de artistas que se instalaram na capital francesa depois da II Guerra Mundial e definiram novos caminho para a Arte numa cidade que se reerguia da destruição. Picasso, claro, é um deles. Esta mostra abre a 21 de novembro e prolonga-se até 22 de abril de 2019 e é uma das várias exposições a visitar no museu neste outono.

 

América Latina

A Fundação Cartier, em Paris, convida a uma viagem pela América Latina através da Arte com a exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia. Tendo como ponto de partida a arte geométrica daquela região que é transversal a culturas e regiões, esta mostra reúne 250 obras de mais de 70 artistas desde o período pré-colombiano até à atualidade. Esta celebração da riqueza de cores e da diversidade de estilos na arte geométrica da América Latina inclui arte abstrata, escultura, cerâmica e até arquitetura e body painting. Aberta ao público de 14 de outubro a 24 de fevereiro de 2019.

 

Japão

A cultura japonesa inspira duas exposições a abrir neste outono. No Museu de Artes Decorativas, em Paris, a exposição Japon ? Japonismes, Objects Inspirés 1867 - 2018 (de 15 de novembro a 3 de março) conta a história da contribuição do Japão para a Arte e o Design e está integrada no programa Japonismes 2018 que explora a diversidade da rica e exótica cultura deste país em mais de 100 locais espalhados pela capital francesa. Em Viena, a exposição Fascination Japan foca-se no fascínio que muitos artistas ocidentais sentiram pela cultura japonesa com obras de Monet, Van Gogh, Klimt, entre outros. No Kunstforum Wien de 10 de outubro a 20 de janeiro.

 

A Primeira Missa, Luiz Zerbini, 2014. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Foto: Jaime Acioli
1 de 27 A Primeira Missa, Luiz Zerbini, 2014. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
São Cosme e Damião, Beatriz Milhazes, 2014. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Foto: Beatriz Milhazes. Photo © Pepe Schettino
2 de 27 São Cosme e Damião, Beatriz Milhazes, 2014. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Untitled, Maria de Fátima Matchua, 1998. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Foto: Maria de Fátima Matchua, Associação das Comunidades Indígenas da Reserva Kadiwéu – ACIRK, Mato Grosso do Sul
3 de 27 Untitled, Maria de Fátima Matchua, 1998. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Brumas E, B, C, A, G, D, Olga de Amaral, 2013. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Foto: Courtesy of Casa Amaral © Diego Amaral
4 de 27 Brumas E, B, C, A, G, D, Olga de Amaral, 2013. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Cholet in red brick residential area, El Alto, Freddy Mamani. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
5 de 27 Cholet in red brick residential area, El Alto, Freddy Mamani. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
 Fray Bentos, Uruguay, Facundo de Zuviría,1993. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
Foto: Facundo de Zuviría
6 de 27 Fray Bentos, Uruguay, Facundo de Zuviría,1993. Exposição Southern Geometries, from Mexico to Patagonia.
 Untitled, Loló Soldevilla,1956.
Foto: Loló Soldevilla. Photo © Oriol Tarridas Photograph
7 de 27 Untitled, Loló Soldevilla,1956.
Vestido de uma parceria entre Issey Miyake, « Ikko Tanaka », Série n°1, primavera/verão 2016. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
8 de 27 Vestido de uma parceria entre Issey Miyake, « Ikko Tanaka », Série n°1, primavera/verão 2016. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
Papel decorativo, Chiyogami, Japão, século XIX. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
9 de 27 Papel decorativo, Chiyogami, Japão, século XIX. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
Estampa «Le temple de Kinryuzan à Asakusa», da série «Cent vues célèbres d’Edo», Ando Hiroshigé, Japão, 1856. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
10 de 27 Estampa «Le temple de Kinryuzan à Asakusa», da série «Cent vues célèbres d’Edo», Ando Hiroshigé, Japão, 1856. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
Vestido, Japão. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
11 de 27 Vestido, Japão. Exposição Japon ‒Japonismes, Objects Inspirés 1867 – 2018.
Menina japonesa sob a árvore de salgueiro, Emil Orlik, 1901. Exposição Fascination Japan.
12 de 27 Menina japonesa sob a árvore de salgueiro, Emil Orlik, 1901. Exposição Fascination Japan.
36 vistas do Monte Fuji: sob a onda em Kanagawa, Kasushika Hokusai, por volta de 1830. Exposição Fascination Japan.
13 de 27 36 vistas do Monte Fuji: sob a onda em Kanagawa, Kasushika Hokusai, por volta de 1830. Exposição Fascination Japan.
Vistas raras de pontes famosas em províncias diferentes: A ponte de oito partes em Mikawa, Katsushika Hokusai, por volta de 1831/32. Exposição Fascination Japan.
14 de 27 Vistas raras de pontes famosas em províncias diferentes: A ponte de oito partes em Mikawa, Katsushika Hokusai, por volta de 1831/32. Exposição Fascination Japan.
The Violet Wave, Georges Lacombe, 1896/97. Exposição Fascination Japan.
15 de 27 The Violet Wave, Georges Lacombe, 1896/97. Exposição Fascination Japan.
A parisiense japonesa, Alfred Stevens, 1872. Exposição Fascination Japan.
16 de 27 A parisiense japonesa, Alfred Stevens, 1872. Exposição Fascination Japan.
Yuri (Yehuda) Pen, retrato de Marc Chagall, 1914. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
17 de 27 Yuri (Yehuda) Pen, retrato de Marc Chagall, 1914. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
Telhados de Vitebsk, Lazar Khidekel, 1920. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
18 de 27 Telhados de Vitebsk, Lazar Khidekel, 1920. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
Had Gadya Suit: O fogo veio e queimou a vara, El Lissitzky, 1919. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
19 de 27 Had Gadya Suit: O fogo veio e queimou a vara, El Lissitzky, 1919. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
Suprematist Composition: Design para um relevo pictórico, Ilya Chashnik, cerca de 1921. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
20 de 27 Suprematist Composition: Design para um relevo pictórico, Ilya Chashnik, cerca de 1921. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
 Suprematist Composition with Blue Square, Lazar Khidekel, 1921. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
21 de 27 Suprematist Composition with Blue Square, Lazar Khidekel, 1921. Exposição Chagall, Lissitzky, Malevich: The Russian Avant-Garde in Vitebsk, 1918-1922.
Jovem com jarro de água, Johannes Vermeer, cerca de 1662. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
22 de 27 Jovem com jarro de água, Johannes Vermeer, cerca de 1662. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
 Jovem a descascar maçãs, Nicolaes Maes, cerca de 1655. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
23 de 27 Jovem a descascar maçãs, Nicolaes Maes, cerca de 1655. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
Uma jarra de flores, Margareta Haverman, 1716. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
24 de 27 Uma jarra de flores, Margareta Haverman, 1716. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
 Woodland Road, Meyndert Hobbema, cerca de 1670. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
25 de 27 Woodland Road, Meyndert Hobbema, cerca de 1670. Exposição In Praise of Painting ‒ Dutch Masters at The Met.
Colagemsobre fundo azul, Nicolas de Stael, cerca de 1963. Exposição París Pese a todo ‒ Artistas Estranjeros, 1944 – 1968.
26 de 27 Colagemsobre fundo azul, Nicolas de Stael, cerca de 1963. Exposição París Pese a todo ‒ Artistas Estranjeros, 1944 – 1968.
Alvorada, Pablo Palazuelo, 1952. Exposição París Pese a todo ‒ Artistas Estranjeros, 1944 – 1968.
27 de 27 Alvorada, Pablo Palazuelo, 1952. Exposição París Pese a todo ‒ Artistas Estranjeros, 1944 – 1968.
Saiba mais Exposição, Artes, Cultura, Paris, Japão, América Latina, Holanda, Rússia
Relacionadas

Em outubro, 5 exposições que celebram as mulheres

Três mulheres artistas com exposições em nome próprio, uma exposição que celebra a arte no feminino e um criador de moda que dedicou a vida a vestir as mulheres. Aqui ficam as nossas sugestões para o mês de outubro.

O melhor do cinema em novembro

O que há para saber do universo cinematográfico este mês? De filmes em exibição a festivais de cinema, estas são as coordenadas artísticas para novembro.

Tiaras, as joias da realeza mais cobiçadas

Peças históricas ou acessórios de luxo? As tiaras combinam o peso da herança com a graciosidade de uma peça de joalharia. As princesas são as principais trend-setters, mas, embora tenham regras próprias, não se limitam ao interior dos palácios. As tiaras estão na moda? Fomos investigar.

Mais Lidas