Atual

Como identificar uma amizade tóxica? 10 sinais importantes

Reavaliar uma amizade não é agradável, mas é necessário. Relações unilaterais podem inicialmente parecer saudáveis e estáveis, mas a longo prazo são autodestrutivas. Conheça os 10 sinais que indicam que está na altura de cortar laços.

Filme 'Giras e Terríveis' (2004)
Filme 'Giras e Terríveis' (2004) Foto: IMDB
26 de agosto de 2022 Ana Francisca Oliveira

Identificar uma boa amizade pode parecer fácil, mas não é uma tarefa simples. Ainda que inicialmente uma relação pareça positiva, com o tempo pode consumir o bem-estar emocional, e só mais tarde são sentidas as consequências. Comunicação e respeito mútuo são a base para qualquer tipo de relação, e se os limites impostos não estão a ser seguidos, então o melhor é considerar o que essa amizade está a contribuir para a sua vida. 

De acordo com Laurie Elizabeth Flynn, no livro The Girls Are All So Nice Here ("As Raparigas São Todas Tão Simpáticas Aqui", em português), estes são os 10 sinais de que uma amizade é tóxica (e que está na altura de seguir em frente).

Se a iniciativa para fazerem planos juntos/as vem sempre da mesma pessoa, o mais provável é que esteja numa amizade unilateral. Não aplicar o esforço necessário numa amizade leva ao desequilíbrio da mesma, e muitas vezes à frustração emocional. Por outro lado, não conseguir relaxar na presença de um amigo é outro alerta – não podermos ser nós próprios por medo de julgamentos. Não é benéfico e leva à baixa autoestima. Igualmente, sentir que tem que mudar para ser aceite ou receber algum tipo de aprovação é tóxico (e nunca vale a pena). Uma amizade onde tem que por alguém num pedestal, sem nunca partilhar atenções, é o maior sinal de manipulação emocional. O mesmo se aplica a mexericos e boatos – falar nas costas de alguém quebra a confiança, e nunca fica bem.

Ter muitos amigos é essencial para algumas pessoas, mas dedicar tempo de qualidade a cada um também. Se por vezes existe ciúmes por fazer planos com um grupo diferente, não alimente essa atitude, e corte a relação. Uma amizade pode ser medida pelo equilíbrio, por isso é importante que os planos sejam do agrado de todos - não ponha as suas necessidades de parte para não gerar conflito. É importante notar que nenhum amigo pode estar disponível a qualquer hora do dia, e que avaliar as próprias atitudes e palavras é essencial para construir uma amizade saudável. No entanto, ter um bom apoio emocional em alturas difíceis é fundamental, e se nota que alguém se afasta nestes períodos, então não invista mais nessa relação.

Filme 'Miúda Insuportável' (2008)
Filme 'Miúda Insuportável' (2008) Foto: IMDB

Guilt tripping é outra técnica manipulativa encontrada em amizades tóxicas. Não é necessário quebrar os limites pessoais para manter um amigo, e ameaças ou comportamento passivo-agressivo não devem ser tolerados. Ainda que todos tenhamos maus momentos, nunca saber de que maneira vai ser tratado não devia ser uma preocupação numa amizade.

Dar uma segunda oportunidade a uma amizade pode ser recompensador, mas se estabelecer um limite não resulta, o melhor é seguir em frente. De acordo com a psicoterapeuta Kathy McCoy, numa entrevista ao site Psychology Today, "acabar com uma amizade em tempos acarinhada pode ser doloroso. Pode optar por ver esta separação não como um fracasso, mas como um passo positivo numa nova direção. Afastar-se da dor e do stress de uma amizade tóxica pode ser um dos melhores presentes que pode dar a si próprio".

      Saiba mais
      Mundo, Educação, Amizades, Tóxico, Bem-estar
      Leia também

      Entrevista Sarah Ferguson: "Eu e Diana enfrentámos a pressão dos tablóids sozinhas e isoladas na família real"

      Não há portas fechadas ou tabus na conversa com Sarah Ferguson. Em Portugal para lançar o seu primeiro romance, 'Onde me Leva o Coração', a duquesa de York, em entrevista à Máxima, fala do livro, mas também do modo como este reflete a sua relação com a imprensa, com a família real e sobretudo com a princesa Diana. Mas também da importância de ter encontrado a sua própria voz.

      As Mais Lidas