Atual

Charlie Hebdo sobre o Mundial feminino: “Vamos ter de engolir durante um mês”

Na primeira página, o jornal trazia o desenho de uma vulva com um bola de futebol na região do clítoris, a ridicularizar o desporto feminino.

Foto: Instagram @charlie_hebdo_officiel
14 de junho de 2019 | Camila Lamartine

O jornal francês Charlie Hebdo, reconhecido pelas suas sátiras expostas em caricaturas e desenhos, causou polémica ao publicar uma referência ao Mundial feminino de forma pejorativa em relação à imagem das mulheres no desporto.

Publicada na última quarta-feira, 12 de junho, a capa da publicação expõe o órgão sexual feminino com uma pequena diferença: a bola de futebol substitui o clítoris. Na legenda, lê-se a frase "On va en bouffer pendant un mois" que traduzido significa: "vamos ter de engolir durante um mês", sendo que o verbo "bouffer"pode ser traduzido como "comer".

Diversos jornalistas e leitores de todo o mundo registaram a sua indignação sobre a forma como o jornal retratou esta que é a primeira edição do Mundial feminino com transmissão televisiva e uniforme exclusivo. De acordo com a FIFA, mais de 720 mil bilhetes foram vendidos para assistir aos jogos. Biche Doe, cartunista responsável pelo desenho não se manifestou ainda sobre a polémica.

Ver esta publicação no Instagram

Cette semaine a la une de Charlie Hebdo, @biche_doe . #coupedumondefeminine #football #ballon #clitoris

Uma publicação partilhada por Charlie Hebdo (@charlie_hebdo_officiel) a

Saiba mais Charlie Hebdo, Mundial feminino, futebol, mulher, machismo, sexismo, misoginia, Fifa
Relacionadas

Ser mulher é uma desvantagem?

De acordo com a Professora Anália Torres, é. A Máxima ouviu a socióloga que, em Portugal, é referência no que se refere à igualdade de género. Porque um país se retrata com estudos, mas a realidade é feita de pessoas.

Mais Lidas