Prazeres

Por que deve ir à Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa

Entre restaurantes novos e lojas encantadoras, fomos até à tradicional rua da Baixa lisboeta e registámos as paragens obrigatórias.

A carregar o vídeo ...
30 de novembro de 2018 | Aline Fernandez

O Campo das Cebolas, na zona ribeirinha de Lisboa, está diferente. Recebeu um novo espaço verde e revitalizou uma das suas mais emblemáticas ruas, a dos Bacalhoeiros, que ganhou vida com novos restaurantes e lojas. Estas são as dez paragens obrigatórias que nos fazem querer passar mais tempo por lá.

Campo das Cebolas

A praça trouxe mais verde à capital portuguesa e pode ser o ponto de partida para explorar a Baixa.

Casa dos Bicos

Sede da Fundação José Saramago, a Casa pode ser visitada de segunda-feira a sábado, por €3, das 10h às 18h, com a última entrada às 17h30. O espaço recebe exposições, recitais, conferências, cursos e seminários.

Rua dos Bacalhoeiros, 10, 1100-135 Lisboa

Benamôr 1925

Com mais de 90 anos de história, uma imagem de inspiração Art Déco e aromas maravilhosos, a Benamôr é uma das marcas mais acarinhadas pelos portugueses e abriu a primeira loja própria no Campo das Cebolas. Lá pode encontrar desde o seu primeiro produto, o Crème de Rosto, cuja fórmula inalterada até hoje era usada pela rainha D. Amélia, experimentar os novos lançamentos e até comprar sabão a peso. A loja está aberta de segunda-feira a sábado, das 10h às 20h.

Rua dos Bacalhoeiros, 20-A, 1100-074 Lisboa

Cantina Zé Avillez

O sucesso indiscutível do chef José Avillez também já chegou a esta zona da capital. Na Cantina, prova-se o melhor da cozinha portuguesa familiar, num ambiente caloroso e com um cheirinho a alecrim e uma bela vista para o jardim do Campo das Cebolas. Sugerimos o polvo à bacalhoeiro, com grelos, batata, alho e pimentão fumado. Aberto todos os dias, das 12h às 24h.

Rua dos Arameiros, 15, 1100-074 Lisboa

Qosqo

O primeiro peruano da cidade serve, além dos óbvios ceviches, pratos típicos como os tiraditos e as causas. Abre de terça-feira a sábado, das 12h30 às 15h30 e das 20h às 23h, e no domingo, das 13h às 15h30.

Rua dos Bacalhoeiros, 26-A, 1100-585 Lisboa

SáLa de João Sá

O novo restaurante do chef João Sá é uma sala cheia de luz e decorada com madeira clara, azulejos azuis e tons dourados. Há um grande enfoque nos vegetais, que preenchem quase metade da ementa, mas também não faltam o peixe, marisco e carne. Não deixe de se deliciar com o pão, feito na casa. De terça a sexta-feira, das 12h às 15h e das 19h às 24h, e sábado, das 12h às 23h.

Rua dos Bacalhoeiros, 103, 1100-068 Lisboa

Basílio

O novo restaurante é o terceiro do grupo que detém o Nicolau, na Baixa, e o Amélia, em Campo de Ourique. A proposta é semelhante, com o famoso brunch e algumas propostas saudáveis. Contudo, há pratos de encher os olhos, como o nasi goreng com frango, legumes e ovo escalfado. Aproveite e peça o sumo summer dream (laranja, beterraba e gengibre) para acompanhar. De segunda-feira a sábado (encerrado na terça-feira), das 9h às 18h30.

Rua dos Bacalhoeiros, 111, 1100-068 Lisboa

L’Éclair

A pâtisserie francesa abriu nova loja na rua e já é possível provar os sabores de outono/inverno destas famosas bombas doces. Encerra às segundas-feiras e funciona de terça-feira a sábado, das 9h às 23h, e no domingo das 9h às 20h.

Rua dos Bacalhoeiros, 113, 1100-168 Lisboa

Taberna Moderna e Lisbonita Gin Bar

O restaurante é outro dos marcos gastronómicos da rua e ganhou fama pelo bar, o Lisbonita Gin Bar, o primeiro especializado em gin na cidade, com quase 120 referências da bebida. Funciona na segunda-feira, das 18h às 24h, e de terça-feira a sábado, das 12h às 24h.

Rua dos Bacalhoeiros, 18-A, 1100-070 Lisboa

Silva & Feijóo – Conserveira

A porta por si só pode ser um ponto a ser fotografado, mas ao avistarmos as prateleiras de madeira, com muitas latas perfeitamente coloridas e alinhadas, não sabemos em que ângulo parar para tirar a melhor foto. Por lá, encontra 18 tipos de peixe 100% nacionais em conserva. Abre todos os dias, das 10h às 20h.

Rua dos Bacalhoeiros, 117, 1100-585 Lisboa

Saiba mais Lisboa, turismo, Rua dos Bacalhoeiros, Baixa, Campo das Cebolas, Casa dos Bicos, Fundação José Saramago, Benamôr, 1925, sabonete, Cantina Zé Avillez, polvo à bacalhoeiro, restaurante, Qosqo, SáLa, João Sá, Basílio, L’Éclair, Taberna Moderna, Lisbonita Gin Bar, Silva & Feijóo, Conserveira, Viagens&Gourmet
Relacionadas
Mais Lidas