Tendências

Louis Vuitton Cruise 2019: arte contemporânea em todas as suas formas

O diretor criativo da casa francesa, Nicolas Ghesquière, rumou à Riviera Francesa onde quis fazer uma ode à excentricidade.
Por Pureza Fleming, 29.05.2018

Na semana passada Nicolas Ghesquière utilizou a sua conta de Instagram para comunicar que tinha renovado contrato com Louis Vuitton, numa publicação que ficou viral graças ao hasthag #notgoinganywhere. A notícia foi, claro, uma lufada de ar fresco, já que a moda atravessa uma das mais instáveis fases com a dança das cadeiras a que se tem assistido.

A coleção não desiludiu, como não poderia deixar de ser, e assistiu-se à consistência a que o diretor criativo já vem habituando, cinco anos depois de estar responsável pela woman division da maison: "O mais importante", contava ao site WWD, "é construir um vocabulário, e julgo que é isso que tenho feito ao longo destes cinco anos com a Louis Vuitton, e assim pode-se brincar com esse vocabulário, transgredi-lo e abaná-lo".

O desfile teve lugar na Fondation Maeght, situada em Saint-Paul, na Riviera Francesa. No que respeita a coleção, disse Ghesquière à Vogue americana que queria prestar homenagem à excentricidade: "O que é que significa hoje ser-se original, [alguém] ter a sua própria forma de vestir?". O designer contou ainda com a colaboração da stylist e diretora criativa da Vogue americana, Grace Coddington, que desenhou uma coleção de carteiras baseada nos seus conhecidos desenhos de gatos e cães.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!