Moda

Sapatilhas na luta contra a violência doméstica

A marca de calçado portuguesa Josefinas une-se à APAV no combate à violência doméstica.
Por Aline Fernandez, 26.07.2018

Catorze mulheres são vítimas de violência doméstica todos os dias em Portugal. Número que apenas reflete casos denunciados e não a realidade. Em solidariedade no combate à luta contra a violência doméstica, a marca de calçado portuguesa Josefinas criou uma coleção de sapatilhas aliada à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), uma instituição sem fins lucrativos que apoia as vítimas dos crimes, seus familiares e amigos, através da prestação de serviços gratuitos e confidenciais.

"Na Josefinas, quisemos alertar para este flagelo, na grande maioria das vezes silencioso, e contribuir para a luta contra o mesmo", afirma Maria Cunha,  CEO da marca. A edição especial You Can Leave inclui três pares e, por cada par vendido, a marca compromete-se a ajudar cinco vítimas de violência doméstica. O montante angariado destina-se às Casas de Abrigo da APAV, que oferecem às mulheres em perigo acesso às necessidades básicas, como abrigo e alimentação, e também apoio jurídico, social e psicológico durante um mês. Além das sapatilhas, há os atacadores #ProudToBeAWoman. Por cada 15 pares vendidos, a Josefinas também propõe-se a ajudar 5 mulheres em risco durante um mês através da APAV.

"Há um reforço positivo de quem tomou a decisão de sair, de mudar a sua vida e de a reconstruir, que é muitas vezes complicado. Ao mesmo tempo, é uma forma de dizer a outras mulheres que se encontram em processo de violência que é possível saírem, que é possível pedirem ajuda. A campanha You Can Leave é uma mensagem de força e de esperança para todas as vítimas em silêncio", declara Daniel Cotrim, responsável pela área da Violência Doméstica e de Género e Supervisor Técnico da Rede Nacional de Casas de Abrigo da APAV.

As três sapatilhas da coleção partilham cinco símbolos inspirados nas etiquetas do vestuário, que mostram como cuidar. "Estão impressos para que ninguém se esqueça que numa relação que deveria ter por base o amor, o cuidado e o respeito mútuo, não há lugar para violência, culpa, vergonha, intimidação ou controlo", explica Maria.

Um problema grave

Na maioria das vezes, a violência doméstica ocorre em silêncio. Nunca escolhe idade, cor, estatuto social ou profissão. Dados das Nações Unidas revelam que 603 milhões de mulheres vivem em países onde a violência doméstica não é considerada crime e que 7 em cada 10 mulheres são alvo de violência física ou sexual.

Coleção You Can Leave | Sapatilha Leave, €298, Josefinas
Coleção You Can Leave | Sapatilha Speak, €298, Josefinas
Coleção You Can Leave | Sapatilha Strong, €298, Josefinas
Atacadores #ProudToBeAWoman, €18, Josefinas Portugal
Coleção You Can Leave | Sapatilha Leave, €298, Josefinas
Coleção You Can Leave | Sapatilha Speak, €298, Josefinas
Coleção You Can Leave | Sapatilha Strong, €298, Josefinas
Atacadores #ProudToBeAWoman, €18, Josefinas Portugal
Coleção You Can Leave | Sapatilha Leave, €298, Josefinas
Sapatilhas na luta contra a violência doméstica


Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!