Moda

Os vestidos de noiva para este inverno

Dos mais simples aos mais detalhados, de Carolina Herrera a Zuhair Murad, os vestidos de noiva que os designers acabam de apresentar para a estação fria.

04 de outubro de 2019 | Vitória Amaral
Ao contrário do que se seria de esperar quando pensamos num típico casamento de outono, as tendências desta estação trazem-nos alguns florais delicados e versáteis ao estilo de cada noiva, como é o caso das novas coleções de Monique Lhuillier ou Zuhair Murad. A reinterpretação dos clássicos é tendência e surge tanto na suavidade do tule como nas mangas reminiscentes dos vestidos do final do século passado. Estes ingredientes de um conto de fadas também tomam uma forma mais citadina, dedicada à noiva moderna, como é o caso da nova coleção de Naeem Khan. Independentemente do gosto da noiva, esta estação foca-se em modelos ecléticos, leves e sofisticados para o grande dia.
Foto: Zuhair Murad
1 de 26
Foto: Zuhair Murad
2 de 26
Foto: Zuhair Murad
3 de 26
Foto: Zuhair Murad
4 de 26
Foto: Zuhair Murad
5 de 26
Foto: Zuhair Murad
6 de 26
Foto: Zuhair Murad
7 de 26
Foto: Naeem Khan
8 de 26
Foto: Naeem Khan
9 de 26
Foto: Naeem Khan
10 de 26
Foto: Naeem Khan
11 de 26
Foto: Naeem Khan
12 de 26
Foto: Naeem Khan
13 de 26
Foto: Naeem Khan
14 de 26
Foto: Monique Lhuillier
15 de 26
Foto: Monique Lhuillier
16 de 26
Foto: Monique Lhuillier
17 de 26
Foto: Monique Lhuillier
18 de 26
Foto: Monique Lhuillier
19 de 26
Foto: Monique Lhuillier
20 de 26
Foto: Monique Lhuillier
21 de 26
Foto: Carolina Herrera
22 de 26
Foto: Carolina Herrera
23 de 26
Foto: Carolina Herrera
24 de 26
Foto: Carolina Herrera
25 de 26
Foto: Carolina Herrera
26 de 26
Leia também
Saiba mais noiva, vestido, outono, casamento
Mais Lidas
Atual Uma novela gráfica dedicada à sexualidade feminina

Com um olhar atento e mordaz, a artista sueca Liv Strömquist expõe, na novela gráfica ‘O Fruto Proibido - Uma História Cultural da Vulva’, as mais diversas tentativas de domar, limitar e padronizar o sexo feminino ao longo da História. Acaba de ser publicada em Portugal e é tão divertida como acutilante.