Moda

Maria Cerqueira Gomes: “Gosto de me transformar quando estou a trabalhar”

Prefere os clássicos às tendências, por isso não admira que seja um dos rostos da Falconeri, marca italiana especialista em caxemira. Conversámos com a apresentadora sobre estilo, beleza e os prazeres do regresso à normalidade.

A carregar o vídeo ...
09 de junho de 2020 | Rosário Mello e Castro

Como descreveria o seu estilo pessoal e como é que este se encaixa na filosofia da Falconeri?

Eu acho que sou muito descontraída e talvez um pouco clássica. Gosto sempre de apostar em peças que se prolongam no tempo. Podem ser um pouco mais caras, mas de alguma forma têm uma qualidade superior e sei que vão durar muitas estações. Gosto de peças clean, não sou muito de padrões. Portanto, eu acho que me adequo muito bem à filosofia e à forma de estar da Falconeri. Gostei desta coleção [Ultralight], tem cores alegres, que puxam o verão. Esta coleção de camisolas da linha ultralight são muito leves, fininhas e confortáveis e adaptam-se na perfeição ao corpo. No fundo, é isso que eu também procuro, qualidade.

Como é que pensa o seu estilo para o dia a dia no trabalho?

No trabalho dá para ser aquilo que eu não sou no meu dia a dia. Sou uma pessoa muito descontraída, uso muito calças de ganga, uma boa camisola ou t-shirt e umas sapatilhas e fico bem. Porém, no trabalho consigo utilizar todo o meu lado mais feminino, dos saltos altos, da maquilhagem, etc., o que por norma não utilizo muito quando não estou a trabalhar. E, gosto de ter essa oportunidade, de viver quase um alter-ego quando estou a trabalhar e transformar-me.

O que procura numa boa peça de caxemira?

O problema de quando se experimenta caxemira, é que muito dificilmente se volta a usar outro material. Estamos a falar de peças que conseguem ser muito confortáveis, que duram muito tempo e que necessitam de ser bem tratadas. Eu procuro peças que sejam muito confortáveis ao corpo e acho que a pele habitua-se à caxemira. 

Como lida com a pressão da mudança profissional e de ser constantemente observada?

Há dias para tudo, mas por norma lido bem e é um dos lados que eu sabia que existia na minha profissão e, para estarmos nela, temos de entender e percebermo-nos. Isto para conseguirmos de alguma forma contornar essa forma de estar dos meios de comunicação.

A carregar o vídeo ...

Os essenciais que tem de ter sempre no seu guarda-roupa:

Boas t-shirts, boas camisolas, calças de ganga e sapatilhas.

As peças que vai comprar para esta estação:

Eu uso muito básicos. Gostava de comprar um casaco de ganga e quero muito uma camisola da Falconeri Ultralight (super leve e fininha) na cor branca.

As melhores cidades para fazer compras:

O melhor disto tudo é que o mundo passou a estar todo online. Portanto, a melhor cidade para se fazer compras neste momento é o meu sofá porque consigo chegar a todo o lado.

Tendências ou clássicos?

Sem dúvida, clássicos com um pouco das tendências.

Os segredos de beleza que nunca esquece:

O pó da Guerlain, porque a minha avó usa e eu desde pequena que me habituei a vê-lo na sua casa e adoro. Batom hidratante para os lábios, creme de rosto e um bom desmaquilhante.

Os produtos de beleza que leva sempre na carteira:

Neste momento álcool gel, batom, um lápis de lábios e um pó.

Os restaurantes onde quer muito regressar:

São muitos...mas em Lisboa já regressei a um que gosto muito, de massas excelentes, o Fiammetta. No Porto, tenho saudades do Cafeína.

A melhor forma de passar um fim de tarde:

Uma tarde com os meus filhos. Eu adoro o final de tarde, acho uma altura do dia muito bonita, andar a pé em frente a minha casa no Porto e aproveitar para fazer exercício físico.

Saiba mais Maria Cerqueira Gomes, artes, cultura e entretenimento, famosos
Relacionadas
Mais Lidas
Realeza As amantes da vida de Juan Carlos

Num momento de especulação sobre o seu paradeiro, e após informar a casa real espanhola do seu afastamento, voltam a surgir as histórias da vida de um rei que nunca gostou de ser discreto.