Celebridades

A beleza intemporal de Iman

À frente de uma marca de beleza inclusiva, uma mãe e uma avó dedicada, e com 64 acabados de fazer, Iman continua a construir um legado assinalável.
Por Aline Fernandez, 25.07.2019

Ser a supermodelo mais famosa de África não resume o que Iman Mohamed Abdulmajid fez. Dona de uma beleza intemporal – e que parece não lutar contra os sinais do tempo – Iman é filantropa, empresária, mãe e avó.

Tornou-se modelo por acaso. Foi descoberta nas ruas da Somália, seu país natal, pelo fotógrafo Peter Beard, que pediu para tirar uma fotografia sua. Meses depois convenceu-a a voar para Nova Iorque e o resto é a história que se conhece: Iman foi e continua a ser uma das modelos mais emblemáticas dos anos 1970 e 1980. Foi capa da edição italiana da Vogue com apenas 24 anos. E musa de designers conceituados como Gianni Versace, Donna Karen, Issey Miyake, Calvin Klein ou Halston. Além de ser uma das suas modelos preferidas e a qual apelidou de "dream woman", Yves Saint Laurent dedicou a sua coleção African Queen à Iman, que apesar de se ter reformado há 30 anos da carreira de modelo mantém-se sempre presente em projetos ligados à moda.

Além de modelo, também se dedicou a trabalhos de caridade na Somália e brilhou na televisão e no cinema. A primeira participação num filme foi em O Factor Humano (1979), desde então sobressaiu em Star Trek VI: O Continente Desconhecido (1991) e até no videoclip da música Remember the Time, de Michael Jackson, em 1992.

Após se retirar das passerelles e muito antes de Rihanna revolucionar a Internet ao lançar a sua marca de cosméticos Fenty Beauty, Iman lançou a sua marca de beleza inclusiva, a Iman Cosmetics, há 25 anos. "Quando eu entrei neste negócio, estava a focar-me nas mulheres que têm tons de pele diferentes (…). Independentemente do tom de pele que tenha, desde que seja uma mulher com cor de pele – seja asiática, latina ou africana – estava a abrir-lhe uma porta" declarou à Essence, revista da qual é capa digital na edição de julho/agosto. Iman admitiu que o negócio no mundo da beleza teria sido adiado, se não fosse pelo seu ex-marido, o artista David Bowie (que faleceu há três anos), que a incentivou.

Iman e Bowie casaram-se em 1992, e ficaram juntos até o fim da vida do cantor, a 10 de janeiro de 2016. Mesmo antes dos quase 24 anos de casamento, Bowie demonstrou que a história de amor dos dois era especial, já que viajou o mundo para conseguir a aliança perfeita para Iman. Quando eram apenas namorados, o casal passou férias em Florença, na Itália. Lá, a modelo viu um anel que adorou e comentou com Bowie. Anos mais tarde, quando planeava pedi-la em casamento, ele voou de volta para lá, mas a peça já havia sido vendida. Com a determinação de um homem apaixonado, ele descobriu quem era a dona do anel e comprou-o à própria.

Desse amor arrebatador nasceu a filha Alexandria Zahra Jones, de 18 anos. Iman também é mãe de Zulekha Haywood, de 41 anos, fruto do seu primeiro casamento com o jogador de basquetebol Spencer Haywood.

Tags: iman iman mohamed abdulmajid somália modelo moda filantropa empresária iman cosmetics peter beard david bowie alexandria zahra jones zulekha haywood spencer haywood
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!