Beleza / Tendências

Think pink (or go home)

Da passerelle à rua, passando pelas celebridades, o tom rosa conquistou lugar de destaque nas tendências de coloração de cabelo. O hair stylist Cláudio Pacheco explica como a aplicar.

14 de março de 2018 | Andreia Rodrigues
Do rosa pastilha elástica ao rosa millennial, esta revelou-se a cor do momento, quando o assunto é coloração de cabelo. Dependendo do tom escolhido, o cabelo rosa pode ser arrojado ou, para as personalidades mais discretas, recatado e delicado.

São várias as celebridades que usam ou já seguiram a trend, como é o caso de Kim Kardashian, Iggy Azalea, Kesha, Joan Smalls, Cindy Lauper, Pink ou Gigi Hadid. No entanto, pede o bom senso que antes de tomar seja que decisão for, esteja a par de certos detalhes.

Antes de mais, qual é a cor natural do seu cabelo? Segundo Cláudio Pacheco, hair stylist e sócio-gerente no Chiado Studio, em Lisboa, o ideal é um "louro clarinho, tipo o cabelo das nórdicas". "Aquele que brincamos às vezes ser o louro Barbie", acrescenta. No entanto, não sendo a mulher portuguesa tendencialmente loira, o passo essencial para fazer a coloração rosa é descolorar o cabelo antes.

Depois de o descolorar e pintar é muito importante que cuide dele, para que permaneça bonito e saudável. Para isso, "recomendamos que use um bom champô para o tipo de cabelo com cor, seco ou fragilizado, assim como uma máscara", sugere Cláudio Pacheco. "Recomendo ainda que, uma vez por semana, faça um smartbond", refere o hair stylist. Este sistema único de três passos protege e fortalece o cabelo durante a coloração e a descoloração. Os primeiros dois produtos são aplicados no salão e o terceiro é aplicado em casa, uma vez por semana, ajudando a fortalecer a fibra e a manter o resultado.

O hair stylist lembra ainda que "o rosa tem uma duração muito curta. No caso do rosa-bebé, quatro lavagens. No caso do rosa mais forte, de seis a oito lavagens". "Neste tipo de coloração costumamos fazer dégradés de cor", acrescenta.

Em relação à altura do ano ideal para fazer esta mudança no cabelo, Cláudio considera que "não há altura do ano, mas este tipo de tendências lembra mais festivais, por isso primavera e verão".

 

Gigi Hadid
Foto: @gigihadid
1 de 15 / Gigi Hadid Gigi Hadid
Suki Waterhouse
Foto: @sukiwaterhouse
2 de 15 / Suki Waterhouse Suki Waterhouse
Kim Kardashian West
Foto: @kimkardashian
3 de 15 / Kim Kardashian West Kim Kardashian West
Hailey Baldwin
Foto: @haileybaldwin
4 de 15 / Hailey Baldwin Hailey Baldwin
Irene Kim
Foto: @ireneisgood
5 de 15 / Irene Kim Irene Kim
Constance Wu
Foto: @constancewu
6 de 15 / Constance Wu Constance Wu
Pink
Foto: Getty Images
7 de 15 / Pink Pink
Cindy Lauper
Foto: Getty Images
8 de 15 / Cindy Lauper Cindy Lauper
Fernanda Ly
Foto: Getty Images
9 de 15 / Fernanda Ly Fernanda Ly
Cara Delevingne
Foto: Getty Images
10 de 15 / Cara Delevingne Cara Delevingne
Bella Thorne
Foto: Getty Images
11 de 15 / Bella Thorne Bella Thorne
Iggy Azalea
Foto: @thenewclassic
12 de 15 / Iggy Azalea Iggy Azalea
Joan Smalls
Foto: @joansmalls
13 de 15 / Joan Smalls Joan Smalls
Kesha
Foto: @iiswhoiis
14 de 15 / Kesha Kesha
Blac Chyna
Foto: @blacchyna
15 de 15 / Blac Chyna Blac Chyna
Saiba mais coloração, pink hair, Chiado Studio, tendência cabelo, Cabelos
Relacionadas

Alerta beleza: secar o cabelo está out

O corte do momento chama-se Blunt Cut e é um mundo de vantagens. Primeiro, porque pede para ser seco ao ar livre. Segundo, porque pede para ser seco ao ar livre.

Já ouviu falar de Balayage?

Um país tropical estilo Bahamas? Errado. Trata-se da nova tendência de coloração de cabelos no mundo das celebridades. Nós explicamos.

Tendência: cabelo curto

As tendências de beleza desta estação dizem-nos que é tempo de pegar sem medos na tesoura. Percorremos o Instagram à procura de inspiração.

10 produtos essenciais para as adeptas do corte bob

Perguntámos a Cláudio Pacheco, hair stylist e sócio-gerente do Chiado Studio, quais os produtos que não podem faltar para um bob impecável. Descubra-os na fotogaleria e esqueça os “bad hair days”.

Mais Lidas
Entrevista Diogo Faro, o pugilista digital: "Odiaria que a minha vida fosse igual à das mulheres que são apalpadas e assediadas."

O comediante lisboeta tornou-se nos últimos anos uma voz ativa na luta pela igualdade de género. As provocações humorísticas de Diogo Faro sucedem-se no mundo virtual, espicaçam a atualidade, incomodam alguns e originam reflexões sobre o machismo, homofobia e racismo. O seu humor serve-se de ironia para fazer crítica social. Um combate que Diogo Faro abraçou totalmente.