Beleza

Anti-idade: um pescoço de excelência

Se nos esquecermos dele, o pescoço conta a nossa vida. Para termos um pescoço excecional e um colo sublime, definimos o seu contorno, tonificamo-lo, hidratamo-lo.
Por Máxima, 27.03.2013

“Duas vezes mais fina do que a pele das bochechas (dois milímetros contra quatro), a pele do pescoço envelhece muito mais depressa”, explica Hervé Raspaldo, cirurgião especialista do rosto e do pescoço. “De facto, a textura da pele do pescoço é muito próxima da do contorno dos olhos e o pescoço suporta incessantemente todos os movimentos da cabeça.” Em resultado desse constante movimento, as rugas são três vezes mais profundas do que as do rosto, provocando uma rápida perda de firmeza. A zona do colo não tem melhor sorte. É certo que a sua pele é mais espessa (cerca de sete milímetros), mas, sem gordura, enche-se de rugas verticais. Isto sem contar que, estando frequentemente descoberta, a pele do colo está na primeira linha na receção dos raios ultravioleta.

OS GESTOS QUE SALVAM

Com os conselhos de Dominique Rist, diretora de formação e de desenvolvimento de cuidados na Clarins.

1 - Esqueça a ginástica facial. Os "os" e os "is" são a melhor forma de acentuar as rugas de expressão. Mas faça ginástica para o queixo duplo, encostando a língua contra o alto do palato, empurrando-a para trás, como se fosse engolir - contraímos os músculos durante 10 segundos e relaxamos.

2 - Quanto mais se exige da pele, menos a pele envelhece. Limpe a pele com uma máscara três vezes por semana e ofereça-lhe, todos os dias, um minuto de estimulação dando-lhe pequenas beliscadelas.

3 - Se tem um peito generoso e se dorme de lado, arrisca-se a ter uma ruga assimétrica em forma de Y. Dormir com um soutien de caixa pode evitar o aparecimento dessa linha.

4 - Não hesite em aplicar o seu creme de emagrecimento na zona do queixo duplo.

OS CREMES ANTIGRAVIDADE
Pobre em glândulas sebáceas e sujeito a todo o tipo de tensões, o pescoço necessita exatamente de todos os produtos e cuidados que temos com a pele do rosto e isso inclui esfoliação, máscaras, proteção solar… até aos 50 anos. A partir daqui, e sendo muito sensível ao envelhecimento hormonal, ao ganho e perda de peso, aos regimes hiperproteicos, usar no pescoço o mesmo produto que usa para o rosto não é suficiente. É necessário um tratamento refirmante sob medida. “Para evitar a morte da rede elástica da pele, é necessário antecipá-la com cuidados que impeçam a degradação da elastina”, diagnostica Isabelle Benoit, diretora de inovação científica da Esthederm.

EM INSTITUTO
Experimente o luxuoso radiance DNA professional treatment, um tratamento profissional de cinco sessões para rosto e pescoço, concebido para reparar e proteger eficazmente a integridade do ADN, além de reativar as funções vitais da pele.
Para o tratamento em cabine, mesoestetic concebeu um protocolo exclusivo de massagem, KOBIDO by mesoestetic, uma técnica ancestral de origem japonesa tradicionalmente reservada à realeza.
A massagem KOBIDO contribui para a eliminação das toxinas do rosto, para a reparação do tecido cutâneo e evita e reduz o impacto do processo de envelhecimento. KOBIDO centra-se no estado da pele, nos músculos subcutâneos e no chi, estimulando-os com a técnica de acupressão (pressão em determinados pontos). Esta ação tão completa deve-se à combinação de técnicas de massagem, drenagem e Shiatsu, todas elas baseadas na tradição médica e no pensamento oriental.

ALERGIAS AOS PERFUMES
Acreditávamos que a alergia aos perfumes tivesse desaparecido com a regulamentação relativa às substâncias alérgicas nos perfumes, contudo, ela continua a verificar-se. Catherine Laverdet, dermatologista, estima que as alergias provocadas por perfumes sejam mesmo uma razão muito frequente na procura de consultas na área. “Trata-se de uma manifestação alérgica às essências das plantas, aos psoralenos ou aos óleos essenciais, ainda presentes em grandes quantidades em muitos perfumes. Juntemos-lhes um pouco de sol, mesmo na cidade, o mau hábito de aplicarmos perfume no pescoço e… as manchas castanhas ou vermelhas aparecem.”
Para prevenir o aparecimento dessas manchas, devemos criar o hábito de vaporizarmos o perfume na roupa e não na pele. E, para tratá-las, devemos utilizar, mal apareçam, um creme despigmentador ou um creme cicatrizante contra manchas vermelhas, de manhã e à noite, durante um a dois meses.

 

Fotografia de Alexandre Weinberger
Realização de Cécile Martin
Tradução de Carla Sacadura Cabral
Exclusivo Madame Figaro

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!