Moda

Verão Bra&Company

Biquinis e fatos de banho perfeitos para mulheres com curvas.
Por Máxima, 06.04.2016

Uma coleção de praia dividida em dois temas: Selva,  inspirado nos tons verdes e vibrantes da natureza no seu estado mais puro. Uma conexão total com a natureza, com as flores, as cores do pôr do sol; e Cores de Verão que nos remete para um lado mais divertido e moderno, colorido e com padrões mais temáticos, desde o náutico ao gráfico, com cores como rosa, azul, verde e os eternos branco e preto.

 

A coleção é constituída por fatos de banho, modelos cai-cai, biquínis full cup, de apertar nas costas ou de alças. Cada modelo traz várias cuecas para conjugar e existem cuecas lisas que permitem fazer vários conjuntos com os biquinis.

Uma coleção perfeita para todas as estruturas de corpos, independentemente do tamanho. Modelos de biquíni e cuecas vendidos em separado, e cores lisas para que se possa conjugar à vontade.

 

Tamanhos disponíveis desde costas 30 a 40 e copas B a K.

Tags: moda novidades tendências bra&company biquinis fatos de banho verão praia
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
2 Comentários
José Afonso ALERTA ESTAO A FAZER ESPIONAGEM E ROUBOS PARA FAZER BRANQUEAMENTO DE CAPITAIS E LAVAGEM DE DINHEIREO NA REVISTA VOGUE E MAXIMA estão a criar marcas falsas com espionagem e assaltos e contrafações tudo ilegal. é o tal esquema das marcas famosas para lavarem dinheiro.
07.04.2016 @facebook
José Afonso OLHA NEGOCIOS ONDE TE ESTAS A METER COM ASSOCIAÇÔES COM A JWT( turismo porto e Norte acp rally de portugal vodafone)A PGR DCIAP NªAO FALHA UMA NUMA INVESTIGAÇÂO AO ACP DÀ SEMPRE EUROMILHÔES. Corrupção e abuso de poder na base das buscas no Turismo de Portugal e Turismo POrto e Norte Num comunicado divulgado esta noite a Procuradoria diz que "até ao momento o processo não tem arguidos constituídos" e esclarece que os factos em questão estão relacionados com contratos de adjudicação referentes a eventos realizados no Brasil. No comunicado a Procuradoria começa por confirmar a realização de buscas, "designadamente no Turismo de Portugal", explicando que foram diligências no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público e em investigação na 9.ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa. O Ministério Público é coadjuvado no inquérito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária. Na tarde de hoje o Turismo de Portugal divulgou que "não é diretamente visado" na operação de buscas da Polícia Judiciária efetuadas na sua sede, em Lisboa. "O Turismo de Portugal confirma a realização, no dia de hoje, de buscas judiciárias na sua sede em Lisboa, no âmbito de investigações em curso levadas a cabo pelas autoridades competentes e nas quais não é diretamente visado", referiu a entidade num comunicado enviado à Lusa. O Diário de Notícias já tinha divulgado antes que os inspetores da Unidade Nacional contra a Corrupção (UNCC)da PJ recolheram documentação sobre contratos e adjudicações sobre a promoção do turismo português no estrangeiro, sobretudo no Brasil. Polícia Judiciária deteve 14 pessoas - oitos examinadores e seis proprietários e funcionários de escolas de condução - por suspeitas de corrupção do ACP http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/corrupcao/cartas-de-conducao-acp-diz-estar-a-colaborar-com-a-pj
07.04.2016 @facebook
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!