Celebridades

Elena Huelva, influenciadora que lutava contra o cancro, não resistiu à doença

A criadora de conteúdos sevilhana de 20 anos lutava desde os 16 contra um sarcoma de Ewing, um tipo raro de cancro. Deixou-nos ontem, 3 de janeiro.

Foto: @elenahuelva02
04 de janeiro de 2023 Ana Filipa Damião

"A partir desta manhã [de terça-feira], a Elena dança e olha para ela mesma a partir da própria estrela em que se tornou. Obrigada por tudo", escreveu a família da jovem de apenas 20 anos no Instagram. Há alguns meses que a influencer sevilhana vinha a perder uma dura batalha contra um tipo raro de cancro, o sarcoma de Ewing, que afeta os ossos e os tecidos moles em torno destes, principalmente em crianças, adolescentes e jovens adultos. 
Através das redes sociais, Elena Huelva partilhava um pouco da sua jornada, os seus altos e baixos, nunca se dando por vencida. 

A notícia foi partilhada pela família de Elena Huelva através do Instagram.
A notícia foi partilhada pela família de Elena Huelva através do Instagram. Foto: @elenahuelva02

Há cerca de um mês decidiu deixar uma mensagem emocionante aos seus seguidores alertando que a sua saúde está a piorar, na sequência de um internamento de última hora em Madrid, avançou o Diario de Sevilla. "As coisas não estão a correr bem", revelou no vídeo, a conter, claramente, as lágrimas. "Encontraram mais sinais da doença na minha traqueia, o que é muito perigoso, como vocês sabem, porque é por onde respiramos. Não preciso de dizer muito mais", explicou, desejando nunca ter de partilhar aquele vídeo. "Quero deixar claro que já ganhei. Por todo o amor e pelas pessoas que tenho ao meu lado, já ganhei", continuou Elena. Uma visão de força e determinação, mesmo que numa cama de hospital e cheia de tubos. 

"Aconteça o que acontecer, sei que a minha vida não foi em vão, porque lutei e consegui o que quero", afirmou, referindo-se ao facto de ter contribuído para uma maior visibilidade deste tipo de cancro. "Quero que se lembrem sempre da frase 'Las ganas ganan, para todo', que não precisam de ganhar para saber que já venceram", diz. ""No fim, a vida é viver e levar as memórias que se tem com as pessoas, e eu tenho muitas boas memórias com pessoas maravilhosas e muitas outras coisas. Queria agradecer-vos todo o carinho que sempre me deram", concluiu. 

A sevilhana era autora do livro Mis ganas, ganan. Nadie nos ha prometido un mañana, vive el presente, no qual eterniza a sua história. Faleceu a 3 de janeiro de 2023.
Saiba mais
Celebridades, Atualidade, Elena Huelva, Cancro
As Mais Lidas