Beleza / Tendências

Zoë Kravitz: "Ser uma mulher birracial e uma pessoa pública é, em muitos aspetos, uma responsabilidade"

Atriz conhecida pelos papéis em filmes de ação, é a vocalista cool da banda de R&B Lolawolf, um ícone de estilo e a nova embaixadora de Yves Saint Laurent. Zoë Kravitz é um dos nomes a observar atentamente. E nós conversámos com ela.

28 de maio de 2018 | Carolina Silva

Zoë Kravitz está imparável. Aos 29 anos, a filha de Lenny Kravitz e de Lisa Bonet é uma estrela por direito próprio. Herdou a indiscutível beleza dos pais, mas não é esta a característica que a distingue. Nem Zoë pretende que seja, adverte. A atriz, cantora e modelo continua a dar que falar, em diferentes áreas, e fá-lo com uma elegância e estilo raros. Em pleno processo de promoção do seu filme independente, Gemini, do lançamento do segundo álbum da sua banda, Lolawolf ? que será lançado no final do ano ?, retomou as gravações da segunda temporada da aclamada série da HBO, Big Little Lies. E, para mais, é a nova embaixadora de Yves Saint Laurent Beauty.

Vivemos numa época em que o empoderamento feminino e a diversidade racial estão firmemente colocados nas agendas sociais e políticas. A Zöe é uma mulher forte e ligada às suas raízes: do seu papel na série Big Little Lies ao seu estilo e às suas entrevistas de coração aberto e francas. O que representa, para si, ser uma mulher birracial?

Bem… Gostaria que não significasse nada. Sou um ser humano e você é um ser humano. Gostaria que a história pudesse terminar aí, mas ainda não chegamos a esse ponto. Ser uma mulher birracial e uma pessoa pública é, em muitos aspetos, uma responsabilidade. Não tem, necessariamente, a ver com mudar o mundo, mas, para mulheres jovens como eu, é importante verem um reflexo delas próprias nos media. Também é essencial mostrar-lhes que a Beleza é todo o tipo de coisas. Ver o mesmo tipo de mulher, vezes sem conta, pode representar um peso psicológico. E também considero importante que as mulheres se lembrem que ser bonita e sexy não é tudo o que temos para oferecer e está, realmente, muito lá em baixo na lista. Temos coração, cérebro e intuição e temos muito mais para oferecer antes da beleza. Mas sentir-se bonita é muito importante porque ajuda a ultrapassar o dia e a sentirmo-nos bem connosco próprias. Ser bonita é a abertura. Não o tudo ou o final.

O que significa beleza para si?

É uma pergunta complicada... Acho que a Beleza tem a ver com estar feliz e confortável na própria pele. Não significa, necessariamente, que tenhamos de estar sempre a sorrir e alegres, mas sim com o estar à vontade, não tentando ser alguém que não somos. Qualquer pessoa pode ser bonita, independentemente do que a sociedade diz. Mas o principal é não nos desculparmos por aquilo que somos… Isso é beleza.

O que sabia sobre YSL antes de ser embaixadora da marca?

Sempre foi uma marca que admirei, tanto em Beleza como na Moda. Gosto da cosmética, tanto quanto gosto das roupas. Sempre pensei em YSL como uma marca cool e intemporal. Joga com os conceitos do masculino e do feminino e a sua ideia de beleza é muito vanguardista. É para a mulher moderna que é muito rock’n’roll e elegante, em simultâneo. É muito fácil falar dos produtos da marca porque adoro-os. Tenho o privilégio de poder testá-los e levá-los para casa, mas tenho de admitir, egoistamente, que normalmente são produtos que tenho mesmo de ter!

 Se Yves Saint Laurent fosse vivo, o que gostaria de lhe perguntar?

Talvez lhe perguntasse o que representava a Beleza para ele. Foi uma pessoa com uma mente fantástica, criou roupas que ultrapassaram as barreiras da masculinidade e da feminilidade. Gostaria de saber, realmente, o que é que ele considerava belo.

O que gostaria de alcançar enquanto embaixadora de Yves Saint Laurent Beauty?

Quero inspirar as pessoas, homens e mulheres, amantes de maquilhagem, por todo o mundo, a usar a maquilhagem para se expressarem. Não acho que deva ser utilizada apenas para esconder ou cobrir algo. Todas as pessoas são bonitas e a maquilhagem é uma forma divertida e expressiva de evidenciar as características ou a personalidade de cada um. Hoje há muitas ideias preconcebidas sobre a maneira como a maquilhagem deve ser usada. Vejo muitas jovens a usar cada vez mais maquilhagem de que não precisam, apenas para tentarem parecer iguais a outras pessoas. Entristece-me. Por isso, eu acho que o que gostaria de dizer é: peguem nestes produtos e tornem-nos vossos. Não tentem parecer iguais a outra pessoa e, simplesmente, sejam vocês mesmas.

Quais são os seus produtos de maquilhagem de eleição?

Adoro as bases YSL, em particular a textura da All Hours Foundation que tem uma grande variedade de tons. E isso é importante para mim porque o meu tom de pele tende a mudar consoante a exposição ao sol e estas bases vão de encontro à minha cor de pele na perfeição. Ando sempre com o Touche Éclat na minha carteira, principalmente quando não quero usar uma maquilhagem integral em todo o rosto e pretendo apenas iluminar a zona das olheiras. Adoro os batons e normalmente escolho um vermelho vivo. Tatouage Couture é o meu preferido porque dura imenso tempo nos lábios e o Glow Shot (iluminador liquido) é ótimo para um look de dia casual juntamente com o Couture Brow, o Touche Éclat e o Kiss and Blush. De fragrâncias, além de adorar o Black Opium, sou uma grande fã do Opium original que considero muito sensual, sem ser demasiado feminino ou doce.

YSL é reconhecido pelo seu eterno sentido de estilo, pelo seu amor pelo espírito rebelde, pela sua celebração da beleza – são traços que partilha com ele. Porque acha que YSL Beauty a escolheu como nova embaixadora?

Para dizer a verdade, nunca lhes perguntei porque me escolheram! Mas acho que somos espíritos idênticos, nesse sentido. Parece-me que viram isso à distância e quanto mais tempo passámos juntos, mais óbvio era que partilhamos ideias e valores semelhantes sobre a Moda e a Beleza. Não sei se é porque viram uma fotografia minha e pensaram que era precisamente o que pretendiam para a marca, mas, se foi esse o caso, sinto-me muito lisonjeada! Procuram individualidade e aquele equilíbrio entre rock’n’rol e elegância. Não sei se consigo alcançá-lo sempre na perfeição, mas tento fazê-lo.

Como descreveria o seu estilo?

Eu acho que está sempre e evoluir. Tento não ficar demasiado presa a padrões. Para mim, o estilo é uma forma de expressão, tal como a arte, a música ou o cinema. É uma expressão das emoções que sinto, sejam elas masculinas, femininas, mais maria-rapaz, mais girly... O estilo é autoexpressão. Não acho que tenha de ter a ver necessariamente com as roupas, mas sim com a energia e com a personalidade. E as roupas, a maquilhagem e o cabelo são o que nos ajuda a expressá-lo. O estilo é uma atitude.

Como é que escolhe os seus acessórios?

Normalmente, eu escolho uma combinação de joias e uso-a durante cerca de um mês. Literalmente, eu durmo e tomo banho com elas. Não sei porque o faço – talvez comece pela falta de paciência para tirá-las –, mas, eventualmente, começam a fazer parte de mim até outra peça de roupa espoletar a necessidade de escolher outras joias.

Quais são os seus conselhos para parecer despreocupadamente elegante em qualquer ocasião?

Costumo vestir-me de forma muito casual quando não estou a trabalhar – jeans e T-shirts –, mas há muitas maneiras de nos sentirmos sexy, elegantes e confortáveis. Uso maquilhagem muito discreta no quotidiano e acho que isso ajuda. Adoro o toque de Kiss and Blush, de YSL, porque adiciona um efeito de rubor que funciona lindamente nos lábios e nas maçãs do rosto e é tão fácil de aplicar. Também adoro o Couture Brow para escurecer as minhas sobrancelhas e evidenciar a sua forma. Penso que são estes pequenos pormenores que nos ajudam a sentir mais bonitas.

Quais são os essenciais do seu guarda-roupa?

Eu tenho uma grande coleção de jeans vintage, assim como um par de jeans Saint Laurent que adoro. E tenho tantas T-shirts brancas: dos meus ex-namorados, vintage, clássicas, novas… O meu estilo é sempre confortável e casual. Também sou uma grande fã de bolinhas e tenho uma quantidade razoável de peças com este padrão, especialmente tops e vestidos. É um padrão intemporal que adiciona personalidade a qualquer look.

De que peça nunca se separaria?

Provavelmente de um casaco de camurça azul-bebé da The Row. É lindo, mas um pouco difícil de vestir porque tenho sempre de confirmar se vai chover ou não para poder vesti-lo. Ou então da minha T-shirt branca preferida e extremamente rasgada. Já chegou a um ponto em que tenho medo de lavá-la porque pode desfazer-se mais. É assim tão velha. Mas lavo-a!

É uma multitasker… O que ainda está na lista de objetivos de carreira de Zoë Kravitz? 

Os meus objetivos… Eu tenho escrito guiões e gostaria de realizar [um filme]. Esses são os próximos passos na minha agenda. Mas, entretanto, continuo a ser atriz e a gostar muito do que faço.

Quais são as atrizes que mais admira?

São tantas… Meryl Streep, Natalie Portman, Cate Blanchett, Kate Winslet.

1 de 8
Glow Shot, €32,90, Yves Saint Laurent
2 de 8 Glow Shot, €32,90, Yves Saint Laurent
All Hours Foundation, €53, Yves Saint Laurent
3 de 8 All Hours Foundation, €53, Yves Saint Laurent
Touche Éclat, €38,65, Yves Saint Laurent
4 de 8 Touche Éclat, €38,65, Yves Saint Laurent
Couture Brow, €29,45, Yves Saint Laurent
5 de 8 Couture Brow, €29,45, Yves Saint Laurent
Tatouage Couture, €37,75, Yves Saint Laurent
6 de 8 Tatouage Couture, €37,75, Yves Saint Laurent
Kiss and Blush, €38,60, Yves Saint Laurent
7 de 8 Kiss and Blush, €38,60, Yves Saint Laurent
Black Opium, eau de parfum, €85,70, Yves Saint Laurent
8 de 8 Black Opium, eau de parfum, €85,70, Yves Saint Laurent
Saiba mais Zoë Kravitz, Yves Saint Laurent, YSL, maquilhagem, perfume, marca, embaixadora, entrevista
Relacionadas

10 mitos de beleza finalmente desvendados

Também na Beleza, os velhos hábitos são difíceis de desenraizar. Da maquilhagem aos cabelos, passando pelos cuidados com a pele ou com a alimentação, é importante distinguir informação de desinformação. Desmontamos as dez “fake news” mais comuns.

Maquilhagem cremosa para dias quentes

O mate pode não ter passado à história, mas a luminosidade é a estrela da estação quente. Conheça os truques e produtos para investir esta temporada.

Aimee e o mundo encantado da moda

Vai fazer, em outubro, dez anos que nasceu Song of Style. Damos-lhe a conhecer a norte-americana por detrás do blogue e o seu estilo.

Mais Lidas