C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

O que distingue uma mulher nos 30?

Confiante. Poderosa. Radiante. Assim é a mulher moderna atual, que sabe o que quer e o que merece. E sabe como se cuidar.

12 de dezembro de 2019

Serão os 30 os novos 20? Ou os novos 40? Uma mulher que entra na casa dos 30 tem ainda a garra de jovem adulta, a vontade de arriscar novos voos, mas a maturidade de saber investir em si e em preparar o futuro. Sim, os 30 são os novos 20, porque apostamos aos 30 em ambições profissionais e pessoais, investimos num currículo de qualidade e num percurso de sucesso, numa vida multifacetada em que a carreira, a família e a vida social não colidem, mas conjugam perfeitamente dia após dia.

Como uma mulher de 20 anos, as mulheres nos 30 querem estar no seu melhor; como uma mulher de 40, sabem que cuidar de si é crucial para contornar as marcas do tempo, do cansaço e das agressões externas a que estão expostas todos os dias. É também isto que define as novas mulheres nos 30: antecipar os problemas, para que eles não apareçam, e arranjar soluções eficazes que não só corrijam como previnam o surgimento das tão temidas rugas.

Rugas: há mais culpados do que "o tempo"

O senso comum associa o aparecimento de linhas e rugas ao envelhecimento celular, consequência da idade. Mas há outros fatores externos que prejudicam a pele e que estimulam a produção excessiva de radicais livres "nocivos", que os antioxidantes e as defesas lutam para controlar. Este "combate" tem como consequência direta um efeito de oxidação, conhecido como stress oxidativo, e que pode resultar em vários tipos de danos. Mas já lá vamos. Antes, os principais inimigos.

Alguns destes "inimigos externos" são já bem conhecidos. Os raios UV, o stress, a poluição, os ecrãs e a junk food,são os cinco principais inimigos da pele. Apesar de todos eles causarem efeitos a curto prazo, sabe-se agora que os seus efeitos desencadeiam reações na pele que prevalecem no tempo.

92% da população mundial vive num ambiente demasiado poluído.


Estas agressões causam danos a nível intra e extracelular, nomeadamente a alteração das membranas lipídicas e ADN, com um risco de dano celular irreversível; ao nível cutâneo, traduz-se numa textura mais irregular da pele, no aparecimento de linhas finas e das primeiras rugas, bem como perda de tonalidade e envelhecimento acelerado.

É impossível eliminar por completo o stress oxidativo da pele, uma vez que estamos em permanente contacto com alguns dos fatores desencadeadores – nomeadamente os raios UV e a poluição –, mas é possível proteger a pele e minimizar o impacto.

Uma rotina preventiva

Os 30 trazem, também, outras vantagens que nos 20 não são tão seguras. Traz maior estabilidade financeira e emocional, traz maior consciência de que o bem-estar físico, o mental e o emocional têm de ser alimentados em simultâneo e em contínuo e não por fases. As várias rotinas, que aos 20 são vistas como obrigação, aos 30 são vistas como pequenos momentos de cuidado. Ginásio, regime alimentar, e tratamentos de pele deixam de ser obrigações para passar a ser pequenos prazeres. 

Ainda que o stress oxidativo seja inevitável, há formas de proteger a pele contra os seus efeitos. A alimentação tem um papel importantíssimo nessa matéria, recomendando-se uma dieta rica em vitaminas E e C, que poderemos encontrar na carne, no peixe, em sementes, óleos, kiwi, morangos, citrinos, repolho, cenoura, damascos, melão… O cardápio de alimentos ricos em antioxidantes é extenso, não será difícil escolher.

Agir a nível tópico tem, também, um papel importante e eficaz, uma vez que os antioxidantes ajudarão a proteger as células, neutralizando os efeitos dos radicais livres e atrasando o envelhecimento. Em suma: uma gama com funções preventivas e combativas, como a A-Oxitive da Avène, com provitaminas cronoativas que combate o stress oxidativo e previne os primeiros sinais de envelhecimento.


Com uma ação 24 horas, através de rotinas de cuidados de dia e de noite, a gama A-Oxitive garante uma pele suave, radiante, com textura uniformizada e protegida do stress oxidativo ambiental. Uma rotina de apenas quatro passos e dividida em dois momentos.

De dia, uma ação com provitaminas C e E, que protege, hidrata e alisa a tez. O cuidado começa com um Sérum de Defesa Antioxidante, equivalente a 15% de vitamina C pura, que ajuda a pele a combater os efeitos nocivos do stress oxidativo, ao mesmo tempo que promove o seu rejuvenescimento. O sérum hidrata, protege, reduz as primeiras rugas e linhas finas, refresca e dá uma nova luminosidade à tez. O Aqua-Creme Alisante é o passo seguinte, e promete criar um efeito barreira que retém as partículas de poluição, não permitindo que sejam absorvidas pela pele. Este Aqua-Creme Alisante suaviza e uniformiza a tez. 

De noite, com uma rotina que renova, alisa e uniformiza a pele enquanto dorme, restaurando o seu equilíbrio. Esta rotina tem como principal aliado na sua composição o retinaldeído, um "precursor direto de ácido retinóico" que se transforma em vitamina A consoante as necessidades da pele. Ao contrário da vitamina A, é mais tolerado pela derme e evita riscos de overdose de vitamina A. Há dois passos essenciais antes de se deitar: o Cuidado Peeling regenera e desintoxica a pele, e a sua ação equivale a três sessões de peeling. Depois, o Creme Contorno de Olhos Alisante diminui as rugas e linhas finas no contorno dos olhos – uma das zonas mais sensíveis e mais precocemente afetada –, cria um contorno mais suave e mais radiante, aumentando a luminosidade em 57,7%.



Eficácia combinada:


83% pele mais uniforme

89% grão da pele mais fino

61% tez mais radiante



A rotina de cuidados A-Oxitive é perfeita para as mulheres de 30 não só pelos benefícios comprovados, mas também pela sua simplicidade – apenas dois passos de manhã e dois à noite, ideal para quem não tem ou não quer perder tempo – e pelo boost emocional que dá a quem a utiliza. Não acredita?

Um estudo inovador da Avène liga a utilização da gama A-Oxitive a melhorias na saúde emocional. Ao fim de três meses de utilização, as inquiridas fazem uma melhor projeção da sua imagem, usando palavras mais positivas para se descreverem a si próprias. Mulheres de 30, o mundo é nosso! Comecemos a revolução em casa, olhando ao espelho e gostando daquilo que vemos.