Beleza

O segredo do sorriso perfeito

Siga estes sete conselhos e leia a entrevista com o Dr. Miguel Stanley sobre como ter uns dentes bonitos e saudáveis.
Por Máxima, 28.11.2016
O sorriso é, acima de todos os outros, o atributo que mais revela da nossa higiene oral – por ser o que mais se destaca quando conhecemos alguém pela primeira vez. É, por isso, importante mantê-lo saudável, bonito e radioso. Para além da faceta estética, e em entrevista ao Dr. Miguel Stanley, descobrimos que uma saúde oral pouco cuidada tem uma relação direta com o stress do dia a dia. Falámos com o médico dentista para saber como cuidar do nosso sorriso, e torná-lo não só uma poderosa arma de empatia e sedução, mas sobretudo um potenciar o bem-estar e a saúde a nível geral.
 
Qual é o maior segredo de um sorriso bonito?
Uma boa higiene oral, definitivamente! Manter todos os cuidados que o seu higienista lhe aconselha vai ajudá-lo a cuidar do seu sorriso. Nem todos temos o privilégio de nascer com uma dentição bonita, muitas vezes são necessárias correções ortodônticas (corrigir dentes tortos através do uso de aparelho dentário). Hoje em dia já se utilizam técnicas avançadas que são mais rápidas e quase impercetíveis. Se o caso for um esmalte muito escurecido podemos sempre recorrer ao branqueamento dentário, numa clínica certificada e que siga o correto protocolo, claro! Há também o caso de malformações de esmalte e neste caso muitas vezes um tratamento com facetas ou coroas pode ser aconselhado! Na minha prática cínica, quase exclusiva em medicina dentária complexa, temos que recorrer a implantes e estruturas cerâmicas para poder dar ao paciente um sorriso bonito. Muito do nosso trabalho passa por refazer tratamentos antigos para que estes pareçam mais naturais, assim criei o conceito Invisible Dentistry.
 
Quais são os cuidados essenciais que devemos ter para uns dentes saudáveis?
Devemos certificarmo-nos que passamos o tempo adequado a tratar da nossa higiene, passar o fio dentário diariamente, escovar 2x/dia e usar um elixir são passos essenciais! Não nos podemos esquecer que estes passos são aconselhados a pessoas que têm uma dentição saudável, no caso de já ter vários tratamentos em boca existem opções mais adequadas como o uso de escovas elétricas e jatos de água. Não faltar às visitas regulares ao higienista e dentista é bastante importante, no caso de uma boca sã estas podem ter uma regularidade de 2x por ano, mas quando já temos vários tratamentos para controlar aconselho até 5 visitas por ano.
 
Quais são os alimentos mais prejudiciais à saúde oral?
Todos os alimentos e bebidas açucaradas são inimigos dos dentes e bastante criogénicos contribuindo para o aparecimento de lesões de cárie. Outros alimentos muito ácidos como o limão e bebidas gaseificadas como a Coca-Cola, provocam ligeiros desgastes nos dentes ao longo do tempo, portanto devem ser consumidos com moderação. Hábitos parafuncionais como roer as unhas e canetas também provocam danos nos dentes e são prejudiciais à saúde oral.
 
Existem dicas eficazes e simples para manter os dentes mais brancos naturalmente?
Evitar todos os alimentos que possam manchar os dentes, café, chá, molho de soja, vinho. É muito importante também evitar o tabaco, provoca manchas nos dentes e contribui para uma higiene oral deficiente. Nas farmácias e supermercados encontramos pastas branqueadoras que ajudam a diminuir a formação de manchas nos dentes. Não há nada como manter uma boa higiene oral e fazer visitas regulares ao seu higienista.
 
De que forma é que o stress exerce efeito sobre a saúde oral?
O stress pode afetar a saúde oral a vários níveis. Este pode causar o aparecimento de aftas, que surgem devido a vírus, bactérias e devido a uma deficiência no sistema imunológico. O bruxismo (hábito parafuncional de ranger e apertar os dentes durante a noite ou de dia) também é muitas vezes desencadeado pelo stress, este hábito provoca desgaste dos dentes e consequentemente diminuição da altura dos mesmos, a longo prazo tais alterações podem levar ao aparecimento de rugas. Há também estudos que mostram que o stress pode afetar a capacidade de realizar uma boa higiene oral e o nível de salivação. Todos sabemos que com o stress vêm com outros hábitos prejudiciais para a saúde como consumo de álcool, tabaco e desleixo com a saúde geral.
 


Por Rita Silva Avelar
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
Outras notícias Cofina
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!