Gourmet

Uma viagem gastronómica até 1973

O restaurante Grill D. Fernando, no Altis Grand Hotel, em Lisboa, celebra 45 anos e recriou os pratos da sua primeira carta.
Por Aline Fernandez, 12.01.2019

No início da década de 1970 Portugal tinha poucos hotéis proeminentes: o Altis Grand Hotel marcou o país e a cidade de Lisboa não só pela sua imponência e dimensão, como pela qualidade e a beleza dos interiores. Do mobiliário à iluminação, o projeto foi responsabilidade do arquiteto e designer Daciano da Costa.

Para celebrar os 45 anos do hotel em grande, o restaurante do 12º piso, o Grill D. Fernando, recriou o menu com pratos da sua primeira carta. Mas há mais.

Os antigos móveis foram resgatados no depósito do hotel e os clientes têm a oportunidade de se sentarem nas confortáveis cadeiras daquela época – e comprovarem que os bons móveis duram uma vida… A verdadeira viagem no tempo continua com a loiça Béard com banho de prata, com os pratos e os talheres gravados com o monograma do hotel, tudo conforme era servido antigamente no Grill. Logo à entrada, os mais atentos poderão ver grande parte destas peças originais em exposição, dispostas numa mesa que recria o serviço de jantar.

O chef executivo Ricardo Mourão sentou-se connosco à mesa e contou-nos como foi este novo desafio. "Foi um trabalho de pesquisa para tentar perceber o que na época se fazia. Pesquisámos em arquivo, vimos as receitas, fomos ver como estavam descritos os pratos para depois tentar idealizar o empratamento e encontrar os materiais utilizados na altura – tudo para que a recriação fosse a mais genuína possível", explicou, ressaltando que não havia fotografias do que era feito na época. Ricardo falou com chefs que estavam na cozinha desde o início, há 45 anos atrás. "Eles transmitiram-me mais ou menos como faziam as coisas, como empratavam e contei com a ajuda dos antigos chefes de sala também e até de clientes", confessou.

Destes 45 anos de pesquisa gastronómica, o chef Ricardo Mourão destaca as Gambas Altis, os Tornedós D. Fernando e o Linguado au Meunier como os pratos mais emblemáticos. "São todos importantes na sua medida, são todos pratos que tem um grande impacto, mas, se calhar, esses três são os que mais se destacam e acabam também por ter mais procura." Esta máquina do tempo gastronómica decorre até 31 de janeiro. Foi criado um menu de degustação especial, que inclui as Gambas Altis, a Garoupa à Algarvia, o Trois filet mignon à l’Escoffier e os Crepes Suzette, por €65 com bebidas incluídas (todas sugestões harmonizadas do sommelier). Mas também há a opção à la carte e as nossas sugestões vão para o super fresco cocktail de gambas Neptuno (€14) para começar – quem preferir algo para se aquecer, não deixe de provar a sopa de marisco (€9). Nos clássicos, tornou-se muito compreensível o porquê dos Tornedós D. Fernando (€24) estarem entre os preferidos. A carne é extremamente macia e saborosa, nem pense duas vezes antes de a pedir. Para encerrar a celebração, os Crepes Suzette (para duas pessoas €19) são reconhecidamente um dos melhores da cidade –confecionados num carrinho pelo sempre gentil chefe de sala, Artur Caldas, à frente do cliente.

O restaurante Grill D. Fernando fica no 12º andar do Altis Grand Hotel, na rua Castilho 11, 1250-096 Lisboa. Funciona de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 15h, e de segunda a sábado, das 19h30 às 22h30.

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!