Gourmet

5 coisas para fazer este fim de semana

Provar as iguarias dos novos espaços de restauração ou ir aos festivais mais cool do verão. A boa notícia? Haverá, com certeza, espaço para todas estas sugestões nos próximos dias.
Por Rita Silva Avelar, 20.07.2018

Provar as iguarias d’O Quintal

Os costumes, tradições e sabores nacionais são as palavras de ordem na cozinha d'O Quintal, o restaurante que a jovem Margarida Breia abriu há dois anos na Amadora. Petiscos deliciosos em cima da mesa como estaladiço de alheira com grelos e molho agridoce (€6,90), gambas a la guillo (€6,90), ovos rotos com batata frita (€4,90), pataniscas de bacalhau (€5,90), tataki da novilho (€6,90) ou morcela assada com mousse de maçã (€4,90) são apenas exemplos que nos abrem o apetite. Para adoçar a boca, obrigatório pedir o bolo de chocolate cremoso (€4,50), mousse de chocolate (€4,50) ou de lima, banoffee (€4,50) e cheesecake de frutos vermelhos (€4,50). Há sugestões de pratos do dia (€7) e opção de menu completo com prato, bebida, café e sobremesa (€9).

Onde? Rua Bernardim Ribeiro, 5-B, Amadora. Quando? Das 12h30 às 15h e das 19h às 23h (fecha à segunda-feira). Como reservar? 21 493 03 80

Descobrir a cozinha italiana inovadora do Papi & Lobster

Ouviu falar em italiano? Sim, mas este não é um espaço normal: as pizzas e as massas não são necessariamente as estrelas da carta do Papi & Lobster, o novo espaço que está a agitar Alcântara. O talento do chef Giorgio Rattini (que tem a precisão e técnica de um dos melhores chefs italianos do mundo, reconhecido por Gualtiero Marchesi) materializa-se em entradas como carciofo alla romana (alcachofras fritas à la romana) ou tartare de vitella com espuma de mozzarella e parmigiano (tártaro de vitela com espuma de mozarela e queijo parmesão). Mas o melhor ainda está para vir quando, nos pratos principais, há sugestões como pici, azeite, alho, malagueta e choco (massa pici com azeite, alho, malagueta e choco) ou spaghetto alla Grande Bottarga (massa com ovas de peixe). Por fim, é difícil resistir a pelo menos duas sobremesas. São elas granita al limone (granizado de limão) e meringata alle fragole, morango in calda de hortela e liamo com sospiro (merengue e suspiro com morangos, calda de morango, hortelã e limão).

Onde? Rua da Costa, 10, Alcântara, Lisboa. Quando? Das 12h às 15h30 e das 19h30 às 23h (fecha à segunda-feira). Como reservar? 21 390 17 43

Dançar ao ar livre no Jardim da Torre de Belém

Para quem gosta de dançar e dos mais variados ritmos, dos latinos aos indianos, as aulas de dança promovidas pela SICAL são a oportunidade ideal para aprender com os melhores profissionais da escola Jazzy. A primeira aula arranca no dia 21 de julho (18h) no Jardim da Torre de Belém, a segunda no dia 28 de julho (11h) no Edifício Transparente (Porto), a terceira a 4 de agosto (18h) no Jardim da Torre de Belém (Lisboa) e a última a 11 de agosto (15h) no Jardim de Cristal (Porto).

Onde? Jardim da Torre de Belém. Quando? Dia 21 de julho às 18h

Experienciar o espetáculo imersivo d’Os Instantâneos

Os Instantâneos têm um novo espetáculo chamado Nocturnus. Trata-se de uma criação original que pretende explorar o universo literário de Edgar Allan Poe, com o cenário esotérico da Quinta da Regaleira, de 20 de julho a 18 de agosto, todas as sextas e sábados, precisamente às 23h59. A experiência revisita os últimos dias de vida de Edgar Allan Poe, ainda envoltos em mistério (Poe foi encontrado a vaguear sozinha, na rua, em delírio, e assim esteve antes de morrer). Nocturnus é uma divertida incursão poética, com o ambiente romântico da obra literária deste misterioso escritor. O elenco conta com Marco Graça, Marco Martin, Nuno Fradique e Ricardo Soares e os bilhetes estão à venda por €10.

Onde? Quinta da Regaleira, Sintra. Quando? De 20 de julho a 18 de agosto às sextas e aos sábados às 23h59

Ir ao festival Hat Weekend 2018

Da arte urbana à música tradicional, os chapéus são o acessório que inspira o festival urbano Hat Weekend. De 20 a 22 de julho, S. João da Madeira recebe mais de 45 atividades destinadas ao público de várias idades. Um dos destaques será o arranque do circuito de arte urbana que a cidade criará ao longo do próximo ano, convidando artistas nacionais e internacionais para intervir no espaço público sob o tema "S. João da Madeira, Cidade de Chapéus". A artista Mariana, a Miserável é a eleita para a primeira edição da iniciativa. A música, a performance, o novo circo e o teatro de rua são atividades que decorrerão entre as 10h30 e as 23h00, traçando uma rota entre o Museu da Chapelaria e as principais praças da cidade. A programação para esta segunda edição do Hat Weekend completa-se com uma feira gastronómica, uma mostra de doçaria regional, um mercado que reunirá alguns dos mais originais artesãos que trabalham o feltro e dois projetos de comunidade (um que propõe uma experiência imersiva e sensorial em torno da memória coletiva do chapéu e outro que propõe um olhar novo sobre os processos de construção e desconstrução do espaço urbano). O programa completo, por dias, poderá ser consultado em www.hatweekend.com. Todas as atividades são de acesso livre.

Onde? S. João da Madeira. Quando? De 20 a 22 de julho

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!