Atualidade

Intoxicações alcoólicas matam mais do que overdoses por drogas

Segundo o relatório A Situação do País em Matéria de Álcool, apresentado no Parlamento, o número de mortes por intoxicação alcoólica aumentou em 2016, face aos dois anos anteriores.
Por Andreia Rodrigues, 07.02.2018
O relatório A Situação do País em Matéria de Álcool, elaborado pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), revela que as intoxicações alcoólicas mataram 45 pessoas em 2016. Segundo o mesmo, o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses registou, em 2016, 810 óbitos positivos para o álcool. Sendo que 33% são atribuídos a acidentes, 33% a morte natural, 17% a suicídio e 6% a intoxicação alcoólica. Em 2015, tinham morrido 37 pessoas e, em 2014, 44 pessoas. É ainda importante destacar que 53% dessas intoxicações apresentaram resultados positivos apenas para o álcool. 

De acordo com o IV Inquérito Nacional ao Consumo de Substâncias Psicoativas na População Geral (2016/2017), realizado na população entre os 15 e os 54 anos residente em Portugal, o consumo diário ou quase diário de alguma bebida era de 43%, com 35% dos consumidores a ingerirem diariamente vinho e 15% a ingerir cerveja. O inquérito salienta ainda o aumento do consumo entre mulheres e em faixas etárias mais velhas.
 
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!