Atualidade

Intoxicações alcoólicas matam mais do que overdoses por drogas

Segundo o relatório A Situação do País em Matéria de Álcool, apresentado no Parlamento, o número de mortes por intoxicação alcoólica aumentou em 2016, face aos dois anos anteriores.
Por Andreia Rodrigues, 07.02.2018
O relatório A Situação do País em Matéria de Álcool, elaborado pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), revela que as intoxicações alcoólicas mataram 45 pessoas em 2016. Segundo o mesmo, o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses registou, em 2016, 810 óbitos positivos para o álcool. Sendo que 33% são atribuídos a acidentes, 33% a morte natural, 17% a suicídio e 6% a intoxicação alcoólica. Em 2015, tinham morrido 37 pessoas e, em 2014, 44 pessoas. É ainda importante destacar que 53% dessas intoxicações apresentaram resultados positivos apenas para o álcool. 

Ao contrário do que aconteceu nos dois anos anteriores, as intoxicações alcoólicas mataram mais do que as overdoses por drogas. Em 2016, foram 27 overdoses por drogas, enquanto em 2015 foram 40 e em 2014, 33.

De acordo com o IV Inquérito Nacional ao Consumo de Substâncias Psicoativas na População Geral (2016/2017), realizado na população entre os 15 e os 54 anos residente em Portugal, o consumo diário ou quase diário de alguma bebida era de 43%, com 35% dos consumidores a ingerirem diariamente vinho e 15% a ingerir cerveja. O inquérito salienta ainda o aumento do consumo entre mulheres e em faixas etárias mais velhas.
 
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!