Atualidade

Feminismo é a palavra do ano de 2017

As denúncias de abusos sexuais e movimentos como o #MeToo estão entre as razões que fizeram desta uma das palavras mais procuradas do ano.
Por Marta Carvalho, 13.12.2017

Para o dicionário Merriam-Webster, a palavra do ano é "feminismo". Segundo Peter Sokolowski, diretor do mesmo, a busca pela palavra aumentou 70% este ano, especialmente depois de ter sido lançado o Women’s March, um movimento feminista onlineque desencadeou 673 marchas pelos direitos humanos, pela igualdade e pela justiça social.

Já em 2014 e 2015 a palavra estava em destaque na lista das dez mais procuradas, mas este ano ganhou um impacto diferente a nível cultural e social devido à chegada de Donald Trump à presidência dos EUA e a filmes como Wonder Woman. O seu significado também tem vindo a evoluir: se em 1841, data em que entrou no dicionário, significava "qualidades das fêmeas", hoje tem como definição "a teoria da igualdade política, económica e social dos sexos" e "atividade organizada em prol dos direitos e interesses das mulheres".

Ultimamente, a palavra tem sido ligada a movimentos como o #MeToo, a séries como The Handmaid’s Tale e aos casos de assédio e agressões sexuais denunciados em Hollywood e noutras indústrias.

 

Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!