Tendências

30 momentos icónicos da ganga no cinema

A história dos famosos jeans contada por Hollywood.
Por Andreia Rodrigues, 25.02.2020
Os jeans nasceram, oficialmente, em 1873, no estado do Nevada, nos Estados Unidos da América, pelas mãos de Levi Strauss e Jacob Davis. De material resistente, os jeans, que na altura se chamavam overalls, eram usados maioritariamente por homens que trabalhavam nas minas, agricultura e construção civil.

A partir do século XX, os jeans tiveram o seu boom, muito graças a Hollywood. Eram símbolos nos filmes western, e depressa passaram também a ser imagem de marca de quem era cool. Em filmes como O Selvagem (1953), com Marlon Brando, e Fúria de Viver (1955), com James Dean, os jeans eram combinados com t-shirt e blusão de cabedal preto, uma combinação que predomina até aos dias de hoje.

No caso feminino, Marilyn Monroe foi das primeiras a usar calças de ganga no cinema, com o filme Rio Sem Regresso (1954). Outro dos ícones dos jeans, à frente e atrás das câmaras, foi Jane Birkin, que as usou no filme Catherine & Co. (1975).

Com o passar dos anos, a ganga passou dos jeans, para casacos, camisas, vestidos, saias e até acessórios, resistindo a modas. Hoje, quer sejam skinny, mom jeans, à boca de sino, rasgados, you name it, as calças de ganga fazem parte do armário de todos, homens e mulheres, independentemente de onde vivam ou no que acreditem.

De Audrey Hepburn, em 1961, no filme Breakfast at Tiffany’s, a Jake Gyllenhaal, em 2005, no filme Brokeback Mountain, passando pelo elenco de Beverly Hills, 90210, uma das séries de sucesso dos anos 90, confira a fotogaleria e conheça a história e evolução do denim, contada por Hollywood.
Tags: hollywood levi strauss jacob davis jake gyllenhaal marlon brando james dean marilyn monroe jane birkin audrey hepburn
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!