Viagens & Gourmet

Três restaurantes para desconfinar

Entre a frescura do mar e os sabores da terra, estas três ideias são perfeitas para começar a sair de casa.

Sushi do Bairro

Fica em Campo de Ourique e tem todos os ingredientes de uma refeição oriental sem complicações: peixe fresco e bons clássicos. O restaurante, que nasceu da ligação entre um grupo de amigos, tanto nos recebe num dos bairros mais tradicionais da cidade, como chega a casa ou ao escritório, com um menu que combina sabores de sempre com outros mais inesperados, fácil de partilhar ou nem por isso.

Do menu, destaque imediato para os tacos japoneses, de salmão, atum ou consoante a seleção do chef (€10,90). Vale a pena a surpresa, asseguramos. Mas não se deixe ficar por aí: comece pela sopa miso com cogumelos shitake enquanto contempla as difíceis escolhas que se avizinha. Há vários temakis e chirashis para experimentar, como o chirashi de atum tataki (€10,90), que também leva salmão, sweet chili, ou alga nori e é tão fresco como parece. Ou a selecção do chef, com peixe branco e edamame, raspa de limão, pepino e molho ponzu. E, claro, nada como um combinado de sushi e sashimi com boa variedade de peixe e texturas para nos deixar feliz. O Sushi do Bairro, tem um serviço de entrega exclusivo, mas também está nas plataformas habituais.

Onde? Rua Saraiva de Carvalho, 33, Lisboa Quando? Segunda a sexta-feira, 12h às 14h30 e das 19h30 às 22h. Encomendas e Reservas 91 454 06 60/21 131 22 99

MISC by Tartar-ia

Se as saudades de estar à janela, ver Lisboa através de um balcão, e saborear um bom petisco com um copo de vinho já apertavam, recomenda-se que ligue as coordenadas em direcção ao MISC by Tartar-ia. Uma ideia de Maria Calheiros Machado e António Lemos, o MICS é onde os tártaros, os hambúrgueres de carne maturada, as sandes de rabo de boi e o arroz de perdiz convivem amigavelmente numa carta que é concisa, mas certeira, e que trazem inspiração de cozinhas de todo o mundo. Incluindo a barra, o balcão com vista para a rua, e o interior, o espaço "alberga" 25 pessoas (agora, metade, por causa da Covid-19). Se for pelos tártaros, sugerimos o tártaro de salmão, marinado em molho de soja, cebolinho, azeite e limão e acompanhado de puré de abacate e manga, maionese e ervilhas de wasabi e salada de daikon (€11). Na onda do petisco, há croquetes de beringela (€8) e salada de queijo Fourme D’Ambert (€8). Nos arrozes, destaca-se o de lingueirão (€15) ou de perdiz (€18). A única da sobremesa da carta não divide opiniões: a tarte de queijo com crumble de amêndoa e queijo feta (€6,50) é uma delícia.

Onde? Rua da Boavista, 14, Lisboa Quando? Segunda a sexta-feira, das 11h às 22h, sábado e domingo das 18h às 23h. Reservas 21 805 14 57

Espaço Porto Cruz

Aqui celebra-se a cultura do vinho do Porto com vista para a cidade que lhe dá nome. O regresso já vem com ares de verão, por isso há uma nova carta para provar no De Castro Gaia, que fica no último piso do edifício. O chef Miguel Castro e Silva e José Guedes, chef executivo, pensaram em opções mais rápidas, mas igualmente deliciosas, sem deixar de lado essenciais como as lulas grelhadas, os pica-paus, ou a feijoada de polvo. Nos dias mais quentes, pode sempre deixar passar as horas no Terraço 360º, onde esta mesma carta está disponível ao almoço, juntamente com tábuas de queijos, vinho e cocktails. Há ainda novos menus de prova, que harmonizam diferentes vinhos do Porto com chocolates ou biscoitos artesanais.  

Onde? Largo Miguel Bombarda, 23, Vila Nova de Gaia Quando? Terça a domingo, das 11h às 19h. Reservas 22 092 53 40

Tags: sushi tartar-ia gastronomia turismo espaço porto cruz porto vila nova de gaia
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!