Viagens & Gourmet

A tradição e a modernidade na nova carta da Bica do Sapato

Fomos provar os pratos dos recém-chegados chefs Henrique Mouro e Pedro Rezende Pereira.
Por Rita Silva Avelar, 16.11.2018

É entre a emblemática Estação de Santa Apolónia e o rio Tejo, no Cais da Pedra, que nos deparamos com um pedaço de céu chamado Bica do Sapato. Tal como a estação que está defronte, marcada por partidas e chegadas, assim é o “tráfego” de um dos restaurantes mais icónicos da cidade lisboeta. Uns demoram-se mais, outros menos (o que, suspeitos nos confessamos, é raro). Aberto desde 1999 pela mão de Fernando Fernandes e José Miranda (do vizinho Pap’Açorda), que se aliaram a Manuel Reis e ao ator americano John Malkovich, a Bica do Sapato tem-se reinventado ao longo dos anos, sem nunca esquecer a cozinha portuguesa. Mais do que um restaurante de “chegadas e partidas”, foi-se tornando uma segunda casa para quem visita, e acima de tudo uma casa ligada para sempre à gastronomia, à cultura, à moda, ao design e às artes.

Hoje, estamos a viver um desses momentos de reinvenção, com a chegada recente dos chefs portugueses Henrique Mouro e Pedro Rezende Pereira à cozinha. Juntos, mostram como a química pode acrescentar inovação à nova carta do restaurante, deixando intactos alguns clássicos de sempre. Entre as novidades, destacamos a entrada de caldo verde com couve frita, broa de milho e carapau fumado (€8,50), a de aspic de ostras e sopa fria de pepino e maçã (€13,50) ou ainda a de figos assados com queijo de Azeitão e nozes (€13,50). Entre os pratos sobressaem o de lula e tamboril assados com puré de batata e azeitonas (€24), o pregado no forno com paio alentejano e xerém de amêijoa (€24), passando pelo borrego alentejano e crosta de biscoito de especiarias (€25) ou pelo delicioso leitão assado com laranja, esparregado e batata a murro (€22,50).

Para os apreciadores da cozinha vegan há opções confecionadas com ingredientes de origem biológica (como os dos restantes pratos) como a quinoa com ceviche de manga verde e banana (€12) ou a francesinha vegetariana (€16).

À responsabilidade do chef Luís Pedrosa, chega a carta de sobremesas, que é literalmente de comer e chorar por mais, com propostas que vão da sericaia de baunilha com ervas do “nosso” quintal, flores e gelado de pimenta timut (€7,50) às farófias com creme de fava tonka (€5,50).

Onde? Av. Infante D. Henrique, Armazém B, Cais da Pedra a Santa Apolónia, Lisboa. Quando? Segunda-feira das 17h à meia-noite, de terça-feira a sábado das 12h à meia-noite. Domingo das 12h30 às 16h. Reservas: 21 881 03 20

Tags: estação santa apolónia bica do sapato fernando fernandes josé miranda henrique mouro pap’açorda manuel reis ator americano john malkovich pedro rezende pereira apolónia azeitão manuel reis henrique mouro pap’açorda lisboa
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
Vídeos recomendados
0 Comentários
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!