Fitness & Nutrição

Soutien em casa. Usar ou não usar?

Se está em casa e suspendeu a vida normal como a maioria das pessoas, com certeza que já teve esta dúvida. Afinal, é tentador usar pijamas e fatos de treino todos os dias…
Por Rita Silva Avelar, 15.04.2020

Quem nunca chegou a casa e experienciou a sensação de alívio imediato ao desapertar o soutien? Ou até provavelmente já não usa este género de roupa interior há algum tempo. Quer use ou não soutien habitualmente, ninguém previa era que uma pandemia mundial levasse a que estivéssemos durante semanas em isolamento social (ou, em alguns casos, quarentena) levando esses pequenos rituais diários a ficar em suspenso. Confesse, quantas vezes usou soutien nos últimos dias? Se a resposta é "nenhuma", talvez se deva perguntar se este hábito é benéfico para os seios – perderão firmeza, alterar-se-ão? Certos especialistas dizem que não usar soutien pode danificar os chamados ligamentos de Cooper, que compõem e sustentam o peito.

Em entrevista ao site da Glamour britânica, Dirk Kremer, especialista em cirurgia plástica, explica que "usar um soutien pode ajudar a travar a flacidez prematura, pois significa que o tecido conjunto dentro do peito não é tão esticado ao longo do dia." Além disso, parece que deixar de usar soutien também pode ter um impacto a longo prazo na nossa postura. "Os seios são pesados e, durante um longo período de tempo, não vestir soutien vai afetar a sua postura e pode levar a palpitações em algumas pessoas", acrescenta este especialista. A verdade é que, com o avanço da idade, perder firmeza e elasticidade é uma realidade comum a todas as mulheres. É inevitável, à exceção de quem recorre a cirurgia estética.

Num outro artigo publicado na revista Elle inglesa, o osteopata Robin Lansman explica que "a principal função do soutien é suportar o peso e a estrutura do peito. No entanto, as mulheres têm frequentemente muita tensão e rigidez localizada onde a tira do soutien é colocada" e que, desta forma, "os soutiens apertados também podem afetar gravemente a caixa torácica, bem como causar dores nas costas e no pescoço."

Mas usar soutien pode ser igualmente prejudicial, se estiver a usar sempre, em casa, um soutien desportivo (pela pressão que geralmente exerce sobre o peito) mas também se estiver a usar o número errado. Ou seja: se optar por usar soutien, é importante recorrer pelo menos uma vez a um serviço de fitting, habitualmente disponível em lojas de roupa interior. O tamanho do busto, a copa, o material, o formato – tudo isso importa na hora de escolher um soutien adequado a cada corpo.

Por outro lado, desde 2012 que o movimento "Free the Nipple", lançado pela atriz Lina Esco (e que inclusive a motivou à realização de um filme) tem vindo a ganhar força, e há cada vez mais celebridades a aderir à tendência que consiste em nunca usar soutien - fora ou dentro de uma situação de isolamento. Rihanna, Chelsea Handler, Naomi Campbell ou Miley Cyrus foram das primeiras a mostrar a adesão ao movimento que nasceu sobretudo para promover a não estigmatização da nudez feminina em público e promover a igualdade de género. Hoje, há pelo menos 4 milhões de partilhas do hashtag #FreetheNipple no Instagram.

Como ainda é incerto quanto tempo estaremos em casa, e na dúvida, nada melhor do que manter uma rotina mais dentro do normal possível, vestindo-se com normalidade e de forma cómoda. Não só esse "pequeno gesto" contribuirá para uma saúde mental positiva, como cria uma rotina saudável "entre paredes".

 

Tags: soutien lingerie corpo isolamento covid-19 pandemia
Partilhar
Ver comentários
Últimas notícias
1 Comentários
Anónimo Tudo ao léu e pronto a esbardalhar aquele material volátil...bem bom!!!
16.04.2020
Subscrever newsletter Receba diariamente no seu email as notícias que selecionamos para si!