Fotogalerias

Os vestidos mais escandalosos da história

Por Máxima, 18.11.2017
MARILYN MONROE | A cena icónica em que a atriz passa por cima de uma conduta de ar do metro nova-iorquino tem como protagonista um vaporoso vestido branco que ainda hoje é duplicado em festas de máscaras. Foi vendido por 5.52 milhões num leilão em 2011.
JAYNE MANSFIELD | Aquela que é provavelmente uma das fotografias mais famosas do mundo apanhou a atriz Sophia Loren a lançar um olhar desaprovador ao generoso decote de Jayne Mansfield, em 1957.
CARROLL BAKER | “Tentei ser apenas atriz, mas o sexo vende melhor nas bilheteiras”, disse Carole Baker sobre o vestido Pierre Balmain que usou na première do filme The Carpetbaggers, em 1964.
BIANCA JAGGER | Não podemos chamar vestido ao conjunto de blazer e saia que Bianca Jagger usou no seu casamento, mas o look continua a ser um dos mais icónicos e escandalosos até aos dias de hoje.
CHER | A cantora usou vários looks inesquecíveis, mas um deles foi criado pelo colaborador habitual Bob Mackie, em 1974. O vestido transparente apareceu mais tarde na capa da revista Time, provocando uma enchente de chamadas que pediam modelos iguais ao de Mackie.
MADONNA | Quando Madonna subiu ao palco dos Video Music Awards com um bustier branco e uma saia de tule para cantar Like a Virgin começou a atuação em cima de um bolo de casamento e acabou a arrastar-se pelo palco, mostrando ao público a sua roupa interior e um cinto que dizia “boy toy”.
CINDY CRAWFORD | Todos os olhos se viraram para Cindy Crawford quando, em 1991, ao lado do então namorado Richard Gere, marcou presença nos Óscares usando um vestido Versace vermelho. O modelo em questão tinha um enorme decote e uma racha atrás.
SHARON STONE | Em Instinto Fatal, Sharon Stone usa um vestido branco de gola alta quando cruza as pernas de forma sensual durante um interrogatório. O vestido ficou associado a uma das cenas mais icónicas do cinema.
KATE MOSS | A modelo e símbolo de estilo foi uma das primeiras a criar a tendência do naked dress ao usar este modelo de Liza Bruce em 1993.
ELIZABETH HURLEY | Quando Hurley era apenas conhecida como a namorada de Hugh Grant, a atriz usou um vestido Versace com alfinetes de dama laterais para a estreia de Quatro Casamentos e Um Funeral e roubou todas as atenções da imprensa. Um ano mais tarde, conseguiu um contrato com a Estée Lauder.
PRINCESA DIANA | Diana Spencer teve muitos looks icónicos, mas aquele que ficou conhecido como “o vestido da vingança” foi um modelo justo e com ombros descaídos que escolheu usar na noite em que o Príncipe Charles confessou tê-la traído num programa de televisão.
LIZZY GARDINER | A vencedora de um Óscar para Melhor Design de Figurinos fez um vestido com cartões American Express expirados que usou nessa mesma cerimónia. A American Express, que não autorizou que o vestido fosse usado num filme, acabou por comprar a peça mais tarde.
ROSE MCGOWAN | O vestido de McGowan foi a grande sensação dos MTV VMA em 1998. A parte da frente era completamente transparente e a parte de trás estava unida por pequenos fios de tecido.
JENNIFER LOPEZ | O vestido Versace com decote até ao umbigo continua a ser o look mais icónico da cantora norte-americana. Terão sido os pedidos incessantes de quem queria ver fotografias online deste look que levaram à criação do Google Image Search.
COURTNEY LOVE | A cantora usou, em 2000, um vestido Dior Couture criado por Jonh Galliano, inspirado em prostitutas e pessoas sem-abrigo que o criador observava na rua.
KELLY BROOK | A atriz e modelo britânica namorava com Jason Statham quando apareceu na estreia do filme Snatch com uma criação reveladora de Julien Macdonald.
BJÖRK | Desenhado por Marjan Pejoski, o icónico vestido com um cisne à volta do pescoço representava a obsessão que a cantora tinha por cisnes na altura em que foi nomeada para Melhor Canção Original nos Óscares de 2001. O vestido fez depois parte da exposição que o Museu de Arte Moderna de Nova Iorque dedicou à carreira da artista.
KATE MIDDLETON | O vestido transparente da autoria de Charlotte Todd desfilou na Universidade de St. Andrews no corpo de Kate Middleton na noite em que o Príncipe William se terá apaixonou por ela.
TONI BRAXTON | Quando lhe perguntam sobre o escandaloso vestido que usou em 2001, a cantora explica: “Temos de fazer este tipo de coisas enquanto somos novos. A parte mais engraçada era que as pessoas perguntavam: ‘Ela está completamente nua por baixo?’”
HALLE BERRY | A protagonista de Depois do Ódio levou aos Óscares de 2002 uma criação Elie Saab que continua a dar que falar até hoje.
LADY GAGA | A cantora chocou tudo e todos ao aparecer nos VMA de 2010 com um vestido completamente feito de bifes. A ideia terá sido pedida emprestada do trabalho da artista canadiana Jana Sterbak e teve como objetivo alertar o público para o consumo de produtos de origem animal.
M.I.A. | A artista apareceu nos SCREAM Awards de 2010 com um vestido que a cobria da cabeça aos tornozelos num tecido com a letra da sua canção XXXO.
ANGELINA JOLIE | Jolie manteve-se fiel à icónica pose com a perna de fora para mostrar a enorme racha do vestido Versace que levou aos Óscares em 2012. Em troca, recebeu uma infinidade de memes online.
AMBER ROSE | O vestido feito de correntes que Amber Rose usou nos VMA de 2014 deu origem a comparações com o vestido de McGowan em 1998, mas conseguiu chamar a atenção dos fotógrafos na mesma.
RIHANNA | A cantora recebeu o prémio de Ícone de Estilo nos CFDA em 2014 com um vestido transparente completamente coberto de cristais. Rihanna não usou soutien e explicou à revista Vogue porquê: “Consegue imaginar aquele vestido com um soutien por baixo?”
BELLA HADID | O vestido vermelho que Bella usou no Festival de Cannes foi apenas um dos muitos modelos com enormes e arriscadas rachas que desfilaram nos últimos anos. A criação de Alexandre Vauthier tinha um body por baixo que foi revelado em alturas em que o vestido se mexeu com o vento.
RITA ORA | A cantora usou um robe, uma toalha na cabeça e um par de saltos altos para os MTV EMA 2017.
Zoë Kravitz | O vestido escolhido pela atriz para a gala do Met de 2018 é uma verdadeira ilusão de ótica em renda. Assinado pela Saint Laurent, é conservador de um lado e completamente despido do outro.
© Getty Images
MARILYN MONROE | A cena icónica em que a atriz passa por cima de uma conduta de ar do metro nova-iorquino tem como protagonista um vaporoso vestido branco que ainda hoje é duplicado em festas de máscaras. Foi vendido por 5.52 milhões num leilão em 2011.
Os vestidos mais escandalosos da história
Ver comentários
Últimas Fotogalerias

Comentários

0 Comentários
As mais vistas

Notícias Máxima por Categorias